Renato I de Nápoles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estátua em Aix-en-Provence.

Renato I de Nápoles (16 de Janeiro de 1409 - 10 de Julho de 1480), também conhecido como Renato de Anjou e o Bom Rei Renato (em francês: Le bon roi René), foi duque de Anjou, Conde de Provença (1434-1480), Duque de Bar (1430-1480), duque de Lorena (1431-1453), rei de Nápoles (1438-1442; titular 1442-1480), titular como Rei de Jerusalém (1438-1480) e de Aragão (1466-1480) (incluindo a Sicília, Maiorca e Córsega). Ele era o pai de Margarida de Anjou, rainha consorte de Henrique VI de Inglaterra, uma figura-chave na Guerra das Rosas.

Casamentos e filhos[editar | editar código-fonte]

René casou com:

De Isabel teve:

  • João II de Lorena (1425-1470)
  • Renato (1426)
  • Luís de Anjou (1427, Nancy - 1443), Marquês de Pont-à-Mousson
  • Nicolau (1428, Nancy)
  • Violante de Bar (2 de novembro de 1428 - 23 de março de 1483), casou com 1445, em Nancy, com Frederico, Conde de Vaudémont
  • Margarida (23 de Março de 1430 - 25 de Agosto de 1482), casou com Henrique VI de Inglaterra.
  • Carlos (1431-1432)
  • Isabel
  • Luísa (1436)
  • Ana (1437)

Ele também teve filhos ilegítimos:

  • João, Marquês de Pont-à-Mousson
  • Joana Blanche, Senhora do Mirebeau
  • Madalena, Countesss de Montferrand
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Renato I de Nápoles
Precedido por
João II
Rei de Nápoles
1435 - 1442
Sucedido por
Afonso I