Rick Perry

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rick Perry
Rick Perry em outubro de 2011.
47º Governador do Texas Flag of Texas.svg
Período de governo 21 de dezembro de 2000
Atualmente
Vice-governador David Dewhurst
Antecessor(a) George W. Bush
Vida
Nascimento 4 de Março de 1950 (64 anos)
Paint Creek, Texas
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Dados pessoais
Primeira-dama Anita Thigpen Perry
Partido Republicano
Profissão Político
Assinatura Assinatura de Rick Perry

'James Richard "Rick" Perry (Paint Creek, 4 de Março de 1950) é um político dos Estados Unidos, sendo desde 21 de dezembro de 2000 o 47º e atual governador do Texas. Entrou no cargo depois da renúncia do então governador George W. Bush, quando este estava se preparando para tomar posse como presidente dos Estados Unidos.

Perry foi eleito para três mandatos consecutivos em 2002, 2006 e 2010, sendo um feito inédito na história política do Texas. Com um mandato de 10 anos, Perry é o governador com mais tempo de mandato da História dos Estados Unidos.

Perry foi presidente da Associação de Governadores em 2008 e em 2011 voltou a ser presidente da associação.[1]

Perry ganhouas eleições primárias republicanas em 2010, derrotando a senadora Kay Bailey Hutchison,[2] [3] e Debra Medina.[4] Na eleição geral do mesmo ano, Perry ganhou a reeleição para um terceiro mandato, derrotando o ex-prefeito de Houston Bill White.[5]

Em 13 de agosto de 2011, Perry anunciou que estava concorrendo a nomeação republicana em 2012.[6] [7] A última pesquisa mostrava Perry na terceira colocação com apenas 11% das intenções de voto.[8] Em um debate feito em novembro de 2011, no estado de Michigan, Perry cometeu uma gafe ao dizer que fecharia três ministérios, sendo o de educação e comércio, o terceiro Perry esqueceu, e só falou mais tarde, que seria o ministério de energia.[9]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Perry nasceu em Paint Creek, a cerca de 97 km ao norte de Abilene, no oeste do Texas. É filho dos fazendeiros Joseph Ray Perry e Amelia June Holt. Seu pai, um democrata, foi comissário e membro do conselho escolar do Condado de Haskell. Perry se formou na Pinte High School Creek em 1968, foi escoteiro da Boy Scouts of America (BSA) e ganhou o posto de Eagle Scout; seu filho, Griffin, também é um escoteiro.[10] [11] A BSA honrou Perry com o prêmio Distinguished Eagle Scout.[12]

Perry estudou na Universidade Texas A&M, onde foi membro do Corpo de Cadetes e da Fraternidade Alpha Rho Gamma.[13] Ele foi vendedor de livros, onde aperfeiçoou suas habilidades de comunicação.[14] Perry formou-se em 1972 com um bacharelado em Zootecnia. De acordo com a transcrição de Perry da universidade, ele ganhou 20 B, 27 C, e 9 D's. A e F foram raros.[15] Além disso, Perry foi colocado em liberdade condicional acadêmica por seu mau desempenho na escola.[16] Enquanto na universidade, Perry concluiu com êxito um salto de pára-quedas da United States Parachute Association dropzone.

Na universidade, ele colocou galinhas no armário de um veterano no Natal, e também utilizou bombinhas para assustar os alunos.[17]

Após a formatura, ele foi contratado pela Força Aérea dos Estados Unidos, onde completou o treinamento de pilotos de transporte aéreo tático. Ele deixou a Força Aérea com o posto de capitão, voltando para o Texas, onde foi trabalhar na agricultura comercial de algodão com seu pai.

Em 1982, Perry casou-se com Anita Thigpen, sua namorada de infância a quem conhecia desde a escola primária. Eles têm dois filhos: Griffin e Sydney. Anita Perry estudou na West Texas State University e se formou em enfermagem. Ela liderou uma série de iniciativas relativas à saúde, como o Thigpen Anita Perry Endowment na University of Texas Health Science Center em San Antonio, que incide sobre nutrição, doenças cardiovasculares, educação em saúde e programação infantil.

Perry disse que seu interesse na política provavelmente começou em novembro de 1961, quando seu pai o levou para o funeral do representante americano Sam Rayburn (D-TX), que durante sua longa carreira política foi presidente da Câmara dos Representantes. Pessoas de todo o país chegaram à pequena cidade de Bonham, a sede do Condado de Fannin, para o velório.

Assembleia do Texas[editar | editar código-fonte]

Em 1984, Perry foi eleito para a Câmara dos Representantes do Texas como um democrata pelo 64º distrito, que incluía a sua casa no Condado de Haskell. Ele fez amizades com colegas calouros, como Lena Guerrero de Austin, uma ferrenha liberal democrata que apoiou a reeleição de Perry em 2006 por motivos pessoais, em vez de políticos.

Perry apoiou Al Gore nas primárias democratas de 1988, e foi presidente da campanha de Gore no Texas.[18] [19]

Em 1989, Perry anunciou que estava se filiando ao Partido Republicano.[20] O The Dallas Morning News o nomeou um dos dez melhores membros do Legislativo.[21] [22]

Comissário de agricultura[editar | editar código-fonte]

Em 1990, como um recém filiado ao Partido Republicano, ele desafiou o então comissário de agricultura Jim Hightower. Hightower havia trabalhado em nome de Jesse Jackson para a nomeação presidencial democrata em 1988, enquanto Perry apoiou o senador dos Estados Unidos Al Gore, do Tennessee. Perry venceu Hightower, cujo escritório se envolveu em um escândalo de corrupção e suborno.[23] O candidato republicano a governador Clayton Williams perdeu para a democrata Ann Richards.[24]

Como Comissário da Agricultura, Perry foi responsável por promover a venda de produtos agrícolas do Texas para outros estados e países estrangeiros e supervisionar a calibração de pesos e medidas, tais como gasolina e bombas.

Em 1994, Perry foi reeleito Comissário da Agricultura por uma larga margem, com 2.546.287 votos (61,92%) contra 1.479.692 do democrata Marvin Gregory's (35,98%). O libertário Clyde L. Garland recebeu 85.836 votos (2,08%).[25]

Vice-governador[editar | editar código-fonte]

Em 1998, Perry optou por não buscar um terceiro mandato como Comissário da Agricultura, concorrendo como vice-governador para suceder o democrata Bob Bullock, que decidiu se aposentar. Perry teve 1.858.837 votos (50,04%), contra 1.790.106 votos (48,19%) do democrata John Sharp de Victoria, que tinha abandonado a Controladoria do Texas depois de dois mandatos para concorrer a vice-governador. O libertário Anthony Garcia teve 65.150 votos (1,75%).[25] Perry tornou-se assim o primeiro vice-governador republicano desde a Reconstrução, tomando posse em 19 de janeiro de 1999. Ele assumiu o governo em 21 de dezembro de 2000, após a renúncia do então governador George W. Bush, que assumiu o cargo de presidente dos Estados Unidos em 20 de janeiro de 2001.

Governador[editar | editar código-fonte]

O governador Perry em 2004.

Perry assumiu o cargo de governador no final de 2000, quando George W. Bush renunciou ao cargo de governador do Texas para se preparar para sua posse presidencial. Perry se tornou o primeiro governador a ter pós-graduação.[26]

Perry foi reeleito na eleição de 2002, quando ele derrotou empresário de Laredo Tony Sanchez, com 2.632.591 votos (57,80%), contra 1.819.798 votos (39,96%) de Sanchez. Quatro candidatos de partidos pequenos compartilharam 2,21% dos votos.[25] [27] Perry não enfrentou nenhum candidato na primária republicana.

A eleição estadual de 2006 provou ser uma eleição mais difícil para Perry. Embora ele derrotou facilmente oposição na eleição primária, Perry enfrentou três adversários principais: o ex-congressista democrata Chris Bell, bem como dois candidatos independentes: a ex-controladora e ex-republicana Carole Keeton Strayhorn, e o cantor Kinky Friedman. Perry venceu a eleição em uma pluralidade, com 1.714.618 votos (39%), contra 1.309.774 votos de Bell (29,8%), e 789.432 votos de Strayhorn (18%), 553.327 votos de Friedman (12,6%), com um candidato libertário e outro independente que tiveram juntos 27.444 votos (0,6%).[28] Perry se tornou apenas o terceiro governador na história do Estado ter sido eleito por uma pluralidade de menos de 40 por cento dos votos expressos, junto com Elisha M. Pease que teve 36,68% em 1853.

No final da campanha de 2006, a Associação dos Governadores Republicanos recebeu um milhão de dólares do empresário do Houston Bob Perry (sem parentesco com Rick Perry), e depois a associação contribuiu com a mesma quantidade para a campanha de Rick Perry. Bell entrou com uma ação, alegando que as doações de Bob Perry tinham sido indevidamente doadas para a associação para esconder sua origem. Em 2010, Rick Perry pagou 426.000 dólares para campanha de Bell para resolver a questão.[29] [30]

Perry é um membro da Associação dos Governadores Republicanos, a Associação Nacional de Governadores,[31] a Western Governors Association,[32] e a Associação dos Governadores do Sul. Perry está atualmente servindo como presidente da Associação dos Governadores Republicanos, e atuou anteriormente neste mesmo cargo em 2008.

No início de seu mandato como governador, Perry foi convencido pelo Legislativo estadual para aumentar o financiamento da saúde para 6 bilhões de dólares.[33] Alguns desses programas, desde então, enfrentaram reduções de financiamento, e Perry se recusou a retomar o financiamento aos níveis anteriores por causa da carga financeira adicional, que ele diz que o Estado não teria como pagar. Ele também aumentou o financiamento da educação antes da eleição de 2002 e criou novas bolsas de estudos, incluindo trezentos milhões para o Programa de Bolsas do Texas. Outros nove bilhões foram dadas às escolas públicas, faculdades e universidades, combinados com uma nova ênfase na prestação de contas tanto para professores e alunos.[34]

As campanhas de Perry para vice-governador e governador focaram em uma posição dura sobre o crime. Em junho de 2001, ele vetou a proibição de execução de presos com doenças mentais.[35] Ele também apoiou blocos de subsídios para os programas que reduzem o crime.

Perry também apoiou a reforma na segurança pública para limitar ações judiciais contra médicos, e como vice-governador, ele já havia tentado e não conseguiu que a lei fosse aprovada. Em 2003, Perry patrocinou uma emenda constitucional sobre as negligências médicas,[36] que foi por pouco aprovada pelos eleitores. De acordo com um defensor da reforma das leis, essa legislação resultou em uma diminuição de 21,3% nas taxas de malversação. De acordo com o Conselho Médico do Texas, também houve um aumento significativo no número de médicos que procuram o cargo no Estado.[37]

Recentemente, Perry chamou a atenção para suas críticas ao governo Obama sobre a manipulação da recessão, e girando para baixo de aproximadamente 555 milhões em dinheiro do estímulo para o seguro-desemprego. Perry foi elogiado pela Associação Texas of Business[38] para esta decisão e sua justificativa, que os fundos e as alterações obrigatórias da lei estadual teria colocado uma carga fiscal duradouro sobre os empregadores. Em setembro de 2009, Perry declarou que o Texas era a prova de recessão: "Por uma questão de fato ... alguém tinha colocado um relatório que o primeiro estado que está saindo da recessão vai ser o estado do Texas ... eu disse: 'Nós estamos em uma recessão?'"[39]

Paul Burka, editor executivo sênior da Texas Monthly, criticou as observações de Perry, dizendo: "Você não pode ser insensível e arrogante, quando as pessoas estão perdendo seus empregos e suas casas."[40] [41]

Em agosto de 2011, o Texas tinha uma taxa de desemprego de 8,2%,[42] em comparação aos 4,2%, quando Perry tomou posse em janeiro de 2001. Em comparação, a taxa nacional de desemprego foi de 4,2% em janeiro de 2001, e 9,1% em agosto de 2011.[43] [44] Vinte e cinco estados têm uma taxa de desemprego inferior Texas, e outros vinte e cinco estados (incluindo o Distrito de Columbia) têm uma taxa de desemprego maior, o que significa que o Texas tem o desemprego médio entre os estados dos EUA.[45]

Questões fiscais[editar | editar código-fonte]

Perry, proclamou sendo um conservador fiscal, muitas vezes fez campanha com a reforma tributária e o crescimento do emprego. Perry foi contra a criação de imposto de renda e aumentando impostos no Texas sobre vendas taxas, optando por aumentar as taxas de utilização e da dívida, acrescentando 2 bilhões para títulos,[46] [47] a tomar emprestado do Fundo Federal de Desemprego[48] e acrescentando sobretaxas para infrações de trânsito, protegendo do Estado do "fundo de Rainy Day", equilibrado o orçamento o Estado, conforme exigido por lei estadual, e foi reeleito em uma plataforma para reduzir impostos sobre a propriedade que levantou-se com a inflação dos valores de propriedade no final de 1990 e no século 21. No início de 2006, Perry assinou uma lei que entregou uma redução de 15,7 bilhões em impostos.[49] [50]

No início de 2006, Perry irritou alguns conservadores fiscais em seu próprio partido, apoiando um aumento de imposto de franquia ao lado de um projeto de reforma da contribuição predial. Muitas organizações dentro do próprio Partido Republicano condenaram Perry sobre sua conduta.[51] Perry afirmou que o projeto de lei permitiria poupar o contribuinte em média 2.000 em impostos de propriedade. Críticos afirmaram que esses números foram inflacionados por Perry. A poupança fiscal real, algumas fontes disseram que, seriam em média de apenas 1.350 dólares por família.[52]

Em 2003, Perry assinou uma lei que criou o Texas Enterprise Fund para melhorar o desenvolvimento da economia do Texas.[53] Em 2004, ele autorizou a a doação de 20 milhões para a Countrywide Financial, em troca de uma promessa de criar 7.500 novos empregos no estado até 2010. Os críticos argumentam os postos de trabalho teriam sido criadas com ou sem dinheiro dos contribuintes. A concessão (todos os que são aprovados pelo Governador, o vice-governador e presidente da Câmara) é um dos maiores feitos do fundo em termos de tamanho e do número de empregos prometido. No outono de 2007, enquanto estava cortando empregos e com o preço de suas ações em queda livre, a Countrywide assegurou a Perry que acredita que iria cumprir o seu compromisso para 2010[54] apenas para ser adquirido em uma venda, dois meses depois pelo Bank of America. Graças ao "claw-back" disposto no programa, os beneficiados devolveram os fundos ao estado e os empregos não foram criados.

Como vice-governador, ele inicialmente patrocinou um plano chamado "Robin Hood" na área da educação. Em 2004, Perry atacou o plano "Robin Hood" como prejudicial para o sistema educacional e tentou fazer com que o legislativo substituí-lo por que, segundo ele, incentivaria uma maior equidade, custam menos, e para manter a propriedade e impostos sobre vendas. Perry opôs-se à legalização de terminais de vídeo e loteria em pistas e em reservas indígenas, bem como aumentos nos impostos sobre os cigarros.[55]

Em 2003, Perry chamou três vezes consecutivas a sessões legislativas especiais para adquirir um plano de redistritamento dos distritos da Câmara dos Representantes.[56] O plano aprovado definitivamente suportado pelo então líder da maioria Câmara dos EUA, Tom DeLay, trouxe um ganho de cinco lugares republicanos na delegação do Texas. Em 2006, no entanto, a vantagem de cinco lugares foi reduzida para três assentos. Depois disso, os republicanos ganharam um assento em 2008 e mais três cadeiras na eleição de 2010, eles agora possuem uma maioria de 23 representantes republicanos e 9 democratas.

A primeira sessão especial da legislatura foi convocada em 21 de junho de 2005, para tratar questões de educação, mas com a resistência do presidente da casa Tom Craddick, um republicano de Midland. A proposta de Perry foi atacada por membros de propriedade dos pobres distritos e foi rejeitada. Durante a sessão, Perry se envolveu em um acalorado debate com a controladora Carole Strayhorn sobre os méritos da sua proposta financeira na educação. Strayhorn inicialmente estava previsto que iria se candidatar contra Perry na primária republicana de 2006, mas ela em vez disso ela concorreu como uma independente nas eleições gerais.[57] Outra sessão especial foi convocada em 21 de julho de 2005, depois de Perry vetou todo o financiamento para as escolas públicas para o 2007 - 2008 biênio. Ele prometeu não "aprovar um orçamento para a educação que enganava os aumentos salariais dos professores, livros didáticos, educação, tecnologia e reformas educacionais. E eu não posso deixar 2 bilhões em alguma conta bancária, quando ele pode ir diretamente para a sala de aula."[58]

Durante a campanha de 2006, a campanha de Perry na Tv e rádio declararam, sem a sessão especial, alguns "2 bilhões que haviam sido destinados ao aumento dos salários professores, as reformas da educação, e as prioridades das escolas teria ido sem uso porque não passou na Câmara."[59] O projeto não conseguiu passar na primeira sessão, e foi em uma segunda sessão, na qual o projeto não foi aprovado por 62 a favor e 79 contra, depois de 50 emendas foram acrescentadas sem discussão ou debate.[60]

No final de 2005, para maximizar o impacto de um plano de educação bipartidário, Perry pediu a seu ex-rival na eleição para vice-governador, John Sharp e para o membro da Comissão do Texas, para que fizessem uma força-tarefa no senado e na câmara estadual, divulgando um plano bipartidário. Sharp aceitou a oferta de Perry e retirou-se como um potencial candidato a governador em 2006. A força-tarefa emitiu seu plano final de vários meses mais tarde, e do legislador adotou.[61] Por seus esforços bem sucedidos, Sharp mais tarde foi nomeado por The Dallas Morning News como o "texano do Ano".[62]

Apesar dos esforços de Rick Perry o Texas ainda se classifica em muitos indicadores educacionais nas últimas posições. O Texas é 50 na nação em crianças com um diploma de segundo grau aos 25 anos. O Texas tem também a menor taxa de formatura. [63] Texas está na 49º posição em inglês e em 46º posição em matemática. Embora essas diferenças nos indicadores educacionais parecem refletir diferenças na composição étnica (os afro-americanos tem notas inferioriores e têm maior taxa de abandono). Por exemplo, os brancos, hispânicos, e estudantes negros pontuam significativamente melhor do que os seus homólogos de Wisconsin. Além disso, o Texas White-Black gap resultado do teste é menor.[64] Os aumentos salariais para os professores do Texas não acompanhou a média nacional, mas os indicadores educacionais não mostram quaisquer impactos negativos sobre os salários mais baixos.[65]

Viagens internacionais[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2010, Perry foi em uma missão comercial de 12 dias para a Ásia Oriental. A segurança do governador custou 129.000 dólares para o Estado. O Governo Texas tentaram bloquear escrutínio da mídia sobre o uso dos fundos, que continham informações que poderiam comprometer a segurança futura do executivo sênior do estado. Um membro da campanha para governador de Bill White afirmou que Perry deveria "parar de esconder os fatos sobre questões fiscais, como o que ele está cobrando dos contribuintes para a viagem". A campanha de Perry respondeu que a viagem levou a maior exposição de oportunidades de negócios do Texas na Ásia.[66] [67] Ao todo, Perry fez 23 viagens ao exterior entre 2004 a 2010, incluindo um período de férias em Grand Cayman e um retiro de política de educação no Bahamas. O Estado pagou apenas 1% das despesas de viagem para estes passeios, mas os detalhes de segurança para todas as viagens combinadas custaram mais de 1 milhão para o Estado. O chefe da equipe de Perry observou que as viagens eram um "bom negócio", como eles melhoraram o perfil de bens e serviços texano em mercados estrangeiros. a Campanha de White, no entanto, acusou Perry de encenar as viagens para a auto-promoção.[68]

Crítica sobre alterações constitucionais[editar | editar código-fonte]

No livro lançado por Perry em 2010, o Fed Up!, ele critica o direito do governo Federal para recolher o imposto de renda, dizendo "se você quiser saber quando Washington começou realmente fora da pista, a Emenda 16, dando-lhes a oportunidade de ter o seu dinheiro com um imposto de renda pessoal."[69] Ele também critica a Emenda 17, que permite a eleição direta para senador dos EUA. De acordo com Perry, as emendas 16 e 17 causaram aos estados pedaços significativos da sua soberania e riqueza para o governo federal.[70]

Políticas sociais[editar | editar código-fonte]

Perry se opõe a todo o reconhecimento legal das uniões do mesmo sexo. Em 2002, ele descreveu a lei sobre o casamento de pessoas do mesmo sexo no Texas como "apropriado". O Supremo Tribunal dos Estados Unidos na decisão do juiz Lawrence versus Texas derrubou a lei no ano seguinte.[71] [72] [73] [74] No entanto, ele é a favor de uma emenda federal sobre a união de pessoas do mesmo sexo.[75]

Perry é pró-vida e opõe-se ao financiamento do governo para eletiva de aborto. Em 2003, Perry assinou a Lei de Protecção de pré-natal, que explicitamente incluía fetos em sua definição da vida humana.[76]

Em 2005, Perry, assinou uma lei que limitava abortos tardios e meninas requerida sob a idade de 18 anos. Perry assinou a lei no ginásio do Calvário Christian Academy, em Fort Worth. Em 2005, o governador Perry assinou uma lei sobre o consentimento dos pais sobre o aborto de seus filhos menores de idade.[76] Perry assinou a legislação que proíbe o aborto no terceiro trimestre da gravidez, e também assinou uma lei que as clínicas que fazem abortos devem oferecer folhetos informativos para as mulheres que queiram fazer o aborto.[76]

Em maio de 2011, Perry assinou um a "Mandatory Ultrasound Bill", que estipula que, antes de cada aborto, o médico ultra-sonografista de um certificado para realizar um ultra-som antes de qualquer sedativo ou anestesia. Antes de cada aborto, o praticante do aborto deve dar uma explicação sobre as imagens ultra-sonografia do feto. A mulher pode renunciar a esse direito apenas em casos de estupro, incesto, anormalidade fetal, e a menores de idade. O praticante do aborto também deve permitir que a mulher para ver as imagens da ultra-sonografia do nascituro e ouvir os batimentos cardíacos, juntamente com uma explicação verbal do batimento cardíaco antes de um aborto pode ser feito.[77]

Também em 2011, Perry assinou uma lei, sobre o financiamento do contribuinte, que a partir da nova lei seria proibido para o Planned Parenthood,[78] juntamente com um projeto de lei chamado "Choose Life" que promove a adoção de crianças no Texas.[79]

Pena de morte[editar | editar código-fonte]

Perry apóia a pena de morte.[80] Em 2 de junho de 2009, o Texas realizou desde 200 execuções, desde o início do mandato de Perry.[81] Em 10 de agosto de 2011, o Texas tinha realizado 234 execuções desde o início do mandato de Rick Perry.[82]

Eleição para governador do Texas em 2010[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2008, Perry anunciou sua intenção de disputar a reeleição.[83] Perry derrotou a senadora Kay Bailey Hutchison e Debra Medina em 2 de março de 2010, na eleição primária, tornando-se o candidato republicano na eleição geral. Ele enfrentou o candidato democrata Bill White, ex-prefeito de Houston. Durante a campanha das eleições gerais, Perry se recusou a debater com White até que White divulgou sua declaração de seu imposto de 1995, seu último ano como vice-secretário de Energia na administração Clinton. White divulgou sua declaração de seu imposto para seus seis anos como prefeito de Houston. De acordo com seu porta-voz, White tinha impostos retidos do seu salário de 133.000 em 1995, cujo montante foi compensado por perdas no início de um negócio de energia.[84]

Em 2 de novembro de 2010, Perry venceu com folga a reeleição para um quarto mandato de quatro anos na eleição geral, com 2.733.784 votos (54,97 por cento) e White recebeu 2.102.606 votos (42,28 por cento). Perry venceu em 226 condados de um total 254 condados, resultando em ser o primeiro governador a ser eleito para três mandatos de quatro anos e o quarto governador a exercer quatro mandatos, Shivers, Daniel Price, e John Connally. O terceiro mandato Perry começou em 18 de janeiro de 2011.[85]

Histórico eleitoral[editar | editar código-fonte]

Eleição para representante do 64º distrito do Texas em 1984[86]
Partido Candidato Votos %
Democrata Rick Perry 100%
Eleição para representante do 64º distrito do Texas em 1986[87]
Partido Candidato Votos %
Democrata Rick Perry 100%
Eleição para representante do 64º distrito do Texas em 1988[88]
Partido Candidato Votos %
Democrata Rick Perry 100%
Eleição para comissário de agricultura do Texas em 1990[89]
Partido Candidato Votos %
Republicano Rick Perry 1.855.587 49,11%
Democrata Jim Hightower 1.810.950 47,93%
Libertário Karen Tegtmeyer 112.028 2,97%
Eleição para comissário de agricultura do Texas em 1994[90]
Partido Candidato Votos %
Republicano Rick Perry 2.546.287 61,92%
Democrata Jim Hightower 1.479.692 35,98%
Libertário Clyde L. Garland 85.836 2,08%
Eleição para vice-governador do Texas em 1998
Partido Candidato Votos %
Republicano Rick Perry 1.858.837 50,04%
Democrata John Sharp 1.790.106 48,19%
Libertário Anthony Garcia 65.150 1,75%

Referências

  1. RGA Announces New Leadership (em inglês)
  2. Slater, Wayne (2008-12-04). "Hutchison signals she's ready for a showdown with Perry in 2010" The Dallas Morning News. 30 de dezembro de 2010 (em inglês)
  3. Hoff, Jenny (02 Mar 2009) "Tom Schieffer to make gubernatorial run" (em inglês)
  4. Barbee, Chris (28 Mar 2009). "County GOP Chair considers run for governor's post" leader-news.com (em inglês)
  5. "TX Governor Race - Nov 02, 2010" . Our Campaigns (em inglês)
  6. Texas Gov. Perry jumps into 2012 Republican race latimes.com (August 13, 2011). Visitado em 2011-08-14.
  7. Rick Perry é candidato à presidência dos EUA Band (13 de agosto de 2011). Visitado em 13 de agosto de 2011.
  8. Perry esquece nome de ministério em debate republicano nos EUA G1 (10 de novembro de 2011). Visitado em 10 de novembro de 2011.
  9. An ‘Oops’ From Perry in G.O.P. Presidential Debate The New York Times (10 de novembro de 2011). Visitado em 10 de novembro de 2011.
  10. Texas Governor Rick Perry Office of the Governor. Visitado em 2006-11-08.
  11. Lucas, Fred (February 11, 2008). Texas Governor Urges Protection for Boy Scouts of America Cybercast News Service. Visitado em August 12, 2011. Cópia arquivada em May 18, 2008.
  12. Distinguished Eagle Scout Award Boy Scouts of America. Visitado em 2010-11-04.
  13. Hylton, Hilary. "Bush Returns to a Divided Texas Republican Party", Time, 2009-01-25. Página visitada em 2011-08-07.
  14. Wood, E. Thomas (2009-02-27). Dortch Oldham dies at 89 NashvillePost.com. Visitado em 2010-12-02.
  15. Cherkis, Jason (August 5, 2011). "Rick Perry's College Transcript: A Lot Of Cs and Ds". The Huffington Post.
  16. The Left Leaks Perry's College Transcript ... Still Waiting on Obama's - Rick Perry - Fox Nation Nation.foxnews.com (2011-08-05). Visitado em 2011-08-14.
  17. Hooks, Chris. "Texas A&M Years Launched Perry — and a Rivalry", The Texas Tribune, August 2, 2011. Página visitada em 2011-08-07.
  18. Rick Perry Was Al Gore’s Texas Campaign Chairman in 1988 Enviroknow.com (2011-06-23). Visitado em 2011-08-07.
  19. PolitiFact Texas | Debra Medina claims Rick Perry was a Democrat and Al Gore's campaign manager Politifact.com. Visitado em 2011-08-07.
  20. "50 Things You need to Know about Governor Rick Perry" Dallas Morning News February 19, 2010
  21. 71st Legislature, 6th C.S., HR63. Legislative Reference Library of Texas (1990). Visitado em August 13, 2011.
  22. Resolution Legislative Reference Library of Texas (1990). Visitado em August 13, 2011.
  23. Three ex-aides to Hightower are sentenced Houston Chronicle. November 11, 1993
  24. New Faces Replace Washington-Bound Governors Stateline.org (2001-01-05). Visitado em 2011-08-07.
  25. a b c http://elections.sos.state.tx.us/
  26. Texas Governor Rick Perry Texas.gov. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  27. State Races: Texas CNN. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  28. Election Map TX Político. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  29. Embry, Jason. "Perry campaign paid Bell $426,000 to settle suit", July 16, 2010. Página visitada em 2010-07-10.
  30. Slater, Wayne. "Perry campaign settles lawsuit charging he hid $1 million contribution", July 16, 2010. Página visitada em 2010-07-17.
  31. "Texas Governor Rick Perry", July 16, 2010. Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  32. "Governors > TX - Rick Perry". Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  33. "Meet Rick Perry". Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  34. "Rick Perry". Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  35. Duggan, Paul. "Tex. Ban on Executing Retarded Is Rejected", 18 de junho de 2001. Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  36. Blumenthal, Ralph. "Malpractice Suits Capped at $750,000 in Texas Vote" New York Times September 15, 2003
  37. Blumenthal, Ralph. "More Doctors in Texas After Malpractice Caps", New York Times, 2007-10-05. Página visitada em 2011-08-07.
  38. TAB Applauds Governor Perry’s Decision to Kill Job Tax[ligação inativa]
  39. Perry on Recession: "We're in one?" Political Wire, September 19, 2009
  40. Let them eat chili Texas Monthly, September 18, 2009
  41. "Gov. Perry on recession: ‘We’re in one?’", The Texas Fred Blog. Página visitada em 15 de agosto de 2011.
  42. Current Unemployment Rates for States and Historical Highs/Lows United States Departament of Labor. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  43. Bureau of Labor Statistics Data Data.bls.gov (2010-12-01). Visitado em 2011-08-14.
  44. Bureau of Labor Statistics Data Data.bls.gov (2010-12-01). Visitado em 2011-08-14.
  45. Unemployment Rates for States Bls.gov (2011-07-22). Visitado em 2011-08-14.
  46. Perry Joins Call for Road Bonds (PDF). Visitado em 2011-08-07.
  47. Proposition 12 (General Obligation Bond Projects) Texas Department of Transportation (State of Texas) (2009-11-19). Visitado em 2011-03-26.
  48. Jeanne Mejeur. State Unemployment Trust Fund Loans Ncsl.org. Visitado em 2011-03-26.
  49. Gov. Perry Signs Landmark Business Tax Reform Office of the Governor Rick Perry - Governor.state.tx.us. Visitado em 2011-08-07.
  50. "Should Texas governor Rick Perry run against Obama in 2012?", Soda Head. Página visitada em 14 de agosto de 2011.
  51. Harris County GOP Passes Resolution Against HB3 « Right Of Texas[ligação inativa]
  52. Rick Perry Airs Misleading Ad Lonestarproject.net. Visitado em 2011-08-07.
  53. Rick Perry and the Texas Enterprise Fund New American. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  54. Austin American-Statesman, November 9, 2007, page D1
  55. Gov. Rick Perry says he has a track record of not raising taxes PolitiFact Texas. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  56. The "Killer Ds": The 2003 Texas Redistricting Farce. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  57. Yahoo! Search - Web Search[ligação inativa]
  58. Gov. Perry Says Legislators Must Come Back, Get School Funding Right Governo do Texas. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  59. [1][ligação inativa]
  60. [2][ligação inativa]
  61. Gov. Perry's Principles For A Stronger Texas Office of the Governor - Rick Perry - Governor.state.tx.us. Visitado em 2011-08-07.
  62. Dallas Morning News | Opinion: DMN 2005 Texan of the Year Dallasnews.com. Visitado em 2011-08-07.
  63. Blakemore, Allen (2011-06-09). Guest Column: Why Perry Shouldn't Run for President — 2012 Presidential Election The Texas Tribune. Visitado em 2011-08-14.
  64. Burge, David (2011-03-03). Longhorns 17, Badgers 1 IowaHawk. Visitado em 2011-08-14.
  65. Texas Where We Stand: Education Window.state.tx.us. Visitado em 2011-08-14.
  66. Shannon, Kelley (20 September 2010). Perry's 12-day Asia trip cost $129,000 for security Houston Chronicle Jack Sweeney. Visitado em 29 September 2010.
  67. Wesp, Michael (20 September 2010). Security for Perry's Asia trip topped $129,000 KWKT-TV News. Visitado em 29 September 2010.
  68. Fikac, Peggy (15 October 2010). $1 million for Perrys' security over 7 years Houston Chronicle Jack Sweeney. Visitado em 19 October 2010.
  69. Ashford-Grooms, Meghan (December 20, 2010). Following Perry, we dive into income tax history PolitiFact.com. Visitado em June 16, 2011.
  70. Perry, Rick. "Fed Up" [3]
  71. Perry Calls Sodomy Law 'Appropriate' Sodomylaws.org. Visitado em 2011-08-07.
  72. Perry says sodomy law is 'appropriatePredefinição:'- Amarillo Globe-News (2002-12-04). Visitado em 2011-08-07.
  73. Jarboe, Jan (2002-12-05). Texas law makes being gay a crime Seattle Post-Intelligencer. Visitado em 2011-08-07.
  74. Rick Perry: Gay Marriage Should Be Left to States |Gay News|Gay Blog Towleroad Towleroad.com (2011-07-23). Visitado em 2011-08-14.
  75. http://articles.latimes.com/2011/jul/28/news/la-pn-perry-gay-marriage-20110728 Barabak, Mark Z. LA Times accessed August 15, 2011
  76. a b c Rick Perry Gets A Grade on Abortion From Texas Pro-Life Groups LifeNews.com (2011-06-10). Visitado em 2011-08-07.
  77. Texas Gov. Rick Perry Signs Ultrasound Before Abortion Bill Lifenews.com (2011-05-20). Visitado em 2011-08-29.
  78. July 21st, 2011 (2011-07-21). Texas Gov. Rick Perry Signs Bill De-Funding Planned Parenthood Catholic Tide. Visitado em 2011-08-07.
  79. Texas Governor Rick Perry Signs Choose Life Plate Bill Dallas Morning News. Visitado em 2011-08-07.
  80. Thomas, Evan; Martha Brant (2007-11-10). Injection of Reflection Newsweek. Visitado em 2008-06-22.
  81. Sanders, Bob Ray (2009-06-06). Sanders: Texas does lots of things on a grand scale, including executing people Fort Worth Star-Telegram. Visitado em 2009-08-29. [ligação inativa]
  82. Texas Set Today to Execute 234th person under Governor Rick Perry Texas Moratorium Network (2011-08-10). Visitado em 2011-08-11.
  83. Batheja, Aman (2008-04-17). Gov. Perry says he'll run again in 2010 Fort Worth Star-Telegram. Visitado em 2008-12-02. [ligação inativa]
  84. Slater,Wayne (2010-09-07). Rick Perry: Why did Bill White have no taxable income in 1995? Dallas Morning News. Visitado em 2010-09-07.
  85. Robbie Owens. Rick Perry Sworn In For Unprecedented 3rd Term CBS. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  86. TX State House 064 1984 Our Campaigns. Visitado em 13 de agosto de 2011.
  87. TX State House 064 1986 Our Campaigns. Visitado em 13 de agosto de 2011.
  88. TX State House 064 1988 Our Campaigns. Visitado em 13 de agosto de 2011.
  89. TX Agriculture Commissioner 1990 Our Campaigns. Visitado em 14 de agosto de 2011.
  90. TX Agriculture Commissioner 1994 Our Campaigns. Visitado em 14 de agosto de 2011.
Precedido por
George W. Bush
Governador do Texas
2000 — atualmente
Sucedido por
Incumbente