Santo Antônio do Amparo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Santo Antônio do Amparo
Santo Antonio do Amparo.jpg

Bandeira de Santo Antônio do Amparo
Brasão de Santo Antônio do Amparo
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 12 de Junho
Fundação Entre 17 e 31 de Dezembro de 1939
Gentílico amparense
Prefeito(a) Jorge Otaviano Costa Lopes (PMN)
(2013–2016)
Localização
Localização de Santo Antônio do Amparo
Localização de Santo Antônio do Amparo em Minas Gerais
Santo Antônio do Amparo está localizado em: Brasil
Santo Antônio do Amparo
Localização de Santo Antônio do Amparo no Brasil
20° 56' 45" S 44° 55' 08" O20° 56' 45" S 44° 55' 08" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Oeste de Minas IBGE/2008[1]
Microrregião Oliveira IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Oliveira, Santana do Jacaré, Perdões, Bom Sucesso
Distância até a capital 172 km
Características geográficas
Área 491,725 km² [2]
População 17 349 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 35,28 hab./km²
Altitude 990 m
Clima Tropical de Altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,726 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 123 911,999 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 6 902,79 IBGE/2008[5]
Página oficial

Santo Antônio do Amparo é um município brasileiro do estado de Minas Gerais.

História[editar | editar código-fonte]

A história de Santo Antônio do Amparo é muito rica. Conta-se que um homem de origem portuguesa, chamado Manoel Ferreira Carneiro, popularmente chamado "Jangada", ao passar pelas terras e ver que eram de grande beleza e com capacidades produtivas negociou com o então dono das terras uma troca. E o mais curioso dessa história foi que o objeto de troca fora um capote, pois o então dono sofria muito com o frio. Ali nas terras adquiridas "Jangada" instalou uma fazenda com numerosos escravos.

Ao passar dos anos um escravo desapareceu. Assim, seu filho José fez uma promessa a Santo Antônio, tão popular entre os portugueses, que se ele trouxesse de volta o escravo uma capela em sua honra seria construída no lugar mais alto das terras. Assim então, aconteceu e o escravo apareceu contando que Santo Antônio o havia guiado. A capela fora construída no ponto mais alto, conforme a promessa feita, e em torno dela foi crescendo o povoado que mais tarde se tornou município.

Seu nome, Santo Antônio, deve-se ao milagre, e Amparo ao fato de que os viajantes se instalavam embaixo de coqueiros, que lá existem até hoje.

Personalidades ilustres[editar | editar código-fonte]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A população está em torno de 20 mil habitantes. É conhecida como "cidade hospitaleira", por acolher desde o início de sua história, os viajantes que ali se acomodavam.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rio do Amparo

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Câmara Municipal[editar | editar código-fonte]

PRESIDENTE: Márcio Antônio Lopes Martins
Vice: Júlio César de Carvalho
1ª Secretária: Quênia Souza Melo
2º Secretário: Luiz Fernando Silvestre
Antônio Marques de Oliveira
Jaqueline Nogueira Machado
Joaquim Antônio dos Santos Izidro
José Dias Neto
Josimar Ribeiro de Avelar
Marcelo Carrara
Salviano Alves de Avelar

Exposição Agropecuária[editar | editar código-fonte]

Santo Antônio do Amparo possui, segundo visitantes e moradores, a melhor exposição agropecuária da região. Atrações como Victor e Léo, Araketu, Sérgio Reis, Michel Teló, Maria Cecília e Rodolfo, Teodoro e Sampaio, Alexandre Peixe já marcaram presença no festival.
Este ano a EXPOSAN vai ter excelentes atrações:
dia 25/07: Marcelinho de Lima e Camargo
dia 26/07: Guilherme e Santiago
dia 27/07: Thaeme e Thiago
dia 28/07: Emílio e Eduardo

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.