Silent Hill (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Para outros significados ver Silent Hill e Silent Hill (jogo)
Silent Hill
A Maldição do Vale (PT)
Terror em Silent Hill (BR)
 Estados Unidos
 Canadá
 França

2006 • cor • 125 min 
Direção Christophe Gans
Produção Samuel Hadida
Don Carmody
Konami
Team Silent
Roteiro Roger Avary
Christophe Gans
Nicolas Boukhrief
Elenco Radha Mitchell
Sean Bean
Jodelle Ferland
Laurie Holden
Deborah Kara Unger
Alice Krige
Tanya Allen
Kim Coates
Género terror
Idioma inglês
Música Jeff Danna
Akira Yamaoka
Cinematografia Dan Laustsen
Edição Sébastien Prangère
Lançamento Estados Unidos 21 de abril de 2006
Brasil 18 de agosto de 2006[1]
Cronologia
Último
Último
Silent Hill: Revelation 3D
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)
Classificação
Alemanha:  16
Austrália:  MA
Brasil:  18
Canadá:  18
Estados Unidos:  R
Filipinas:  R-13
Finlândia:  K-15
França:  -12
Hong Kong:  IIB
Hungria:  18
Irlanda:  15
Itália:  T
Japão:  PG-12
México:  C
Noruega:  15
Nova Zelândia:  R16
Reino Unido:  15
Romênia:  I.M.-18
Singapura:  NC-16
Suécia:  15
Suíça:  16

Silent Hill (no Brasil, Terror em Silent Hill), é um filme de terror lançado em 18 de agosto de 2006, dirigido por Christophe Gans, que conta a história de uma misteriosa doença de uma criança, uma mãe desesperada e uma cidade sinistra e deserta, envolvida em névoa, contaminada por segredos. O filme é baseado nos jogos Silent Hill da Konami, o orçamento do filme foi de $50 milhões e o filme lucrou $97,607,453 dólares [2] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme começa com Roseflinda perseguindo desesperadamente sua filha Sharon que aparentemente sofre de pintonismo, correndo pela mata adjacente a uma movimentada estrada nas proximidades da casa onde mora. Nesse aparente pesadelo Rose consegue alcançar a filha na borda de um despenhadeiro onde tem a primeira visão da Silent Hill degradada pela escuridão. Nos braços da mãe, Sharon grita de forma desconexa as palavras "casa" e "Silent Hill". No final dessa primeira cena uma cruz iluminada contra o céu escuro fica bem a mostra para que durante o restante do filme se perceba a diferença entre essa cruz e os outros crucifixos da religião de Silent Hill. Sem saber que na verdade está sendo atraída para aquele lugar maldito, Rose decide levar Sharon à Silent Hill na tentativa de descobrir a solução para o problema da filha. Ao revelar os motivos da viagem à filha, Sharon diz a mãe não se lembrar do que fala enquanto "caminha dormindo" deixando a mãe entender que aquele nome da cidade não faz nenhum sentido para ela. Enquanto as duas vão para o carro que espera no acostamento, um outdoor no formato de um livro traz a seguinte mensagem: "Você sabia que julgaremos os anjos? Você sabia que os santos julgarão esse mundo?".

Sua viagem inclui parte da noite, quando uma suspeita policial começa a segui-la. Com medo, Rose sai correndo e acaba chegando em seu destino mais rápido do que o esperado, com sua filha dormindo no carro. E enquanto está dirigindo muito rápido quase chegando à cidade, Rose vê uma menina no meio da rua e desvia, então desmaia. Quando acorda, percebe que Sharon sumiu. Desesperada, ela começa a procurar a menina por toda a cidade aparentemente desabitada. Rose, sai correndo e encontra com a policial, que tenta prendê-la. Aos poucos, as duas vão se conectando por conta do terror que envolve a cidade e, também, por causa da busca pela menina. Rose descobre cada vez mais coisas sobre si mesma, sobre a cidade e sobre sua filha.

O som de uma sirene recorrente é tocado durante o filme. Quando soa, as trevas aparecem e então todos os "monstros" de lá começam a ter vida. Essa sirene dura alguns minutos depois da entrada no "mundo das trevas".


Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Monstros[editar | editar código-fonte]

  • Gray Child - São aquelas criaturas que atacam Rose quando ela encontra o Homem pendurado na grade no começo do filme
  • Lying Figure - É uma criatura sem braços, sem dedos, sem rosto. Ela joga ácido por um buraco na barriga, é a única criatura que não surge da escuridão, ela mora em Silent Hill e ronda a cidade
  • Colin, O Zelador - Um homem que tem os pés amarrados atrás da cabeça, amarrado com arame farpado que fica no banheiro da escola
  • Baratas - São baratas com cerca de 10 centímetros de comprimento, milhares delas aparecem com o Pyramid Head
  • Pyramid Head (Cabeça de Pirâmide) - O demônio da cidade, o guardião de Alessa. Ele usa um capacete de metal em forma de pirâmide com uma longa ponta para a frente em formato de triângulo, e está sempre com um facão muito grande que carrega arrastando no chão fazendo um som de metal extremamente perturbador.
  • The Nurses (Enfermeiras) - São enfermeiras zumbis que ficam no subterrâneo do hospital, elas não tem rosto e não enxergam, elas apenas se guiam pelos barulhos e seguem sempre a luz
  • Dark Alessa ou The One With Many Names - Uma entidade sobrenatural sem nome. Em certas culturas poderia ser chamado de Anjo da Morte ou até o próprio demônio. Assume a forma de Alessa para ajudá-la em sua vingança contra os moradores de Silent Hill.

Lugares[editar | editar código-fonte]

  • Entrada de Silent Hill
  • Midwich Elementary School
  • Grand Hotel
  • Igreja Balkan
  • Hospital BrookHeaven

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Silent Hill tem recepção geralmente desfavorável por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 29% em base de 90 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: "Silent Hill é visualmente impressionante, mas como acontece com muitas adaptações de videogame, é atormentado por diálogo inane". Tem 63% de aprovação, por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[3]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora do filme é quase toda constituída por músicas dos jogos Silent Hill, Silent Hill 2, Silent Hill 3 e algumas de Silent Hill 4: The Room, todas compostas por Akira Yamaoka. Elas foram arranjadas pelo compositor de filmes Jeff Danna, com algumas trilhas modificadas e outras completamente recriadas. Akira Yamaoka também supervisionou o arranjo e a remixagem das trilhas. Atualmente não há nenhum anúncio oficial sobre um lançamento de uma trilha sonora original do filme. Um álbum, conhecido como Silent Hell, é disponível no iTunes e contém 38 faixas. As outras músicas usadas no filme que não estão nesse álbum também estão disponíveis. A única música na trilha sonora que não foi retirada dos jogos e nem composta por Yamaoka é "Ring of Fire" de Johnny Cash.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Ator (Personagem) Brasil Dubladores
Radha Mitchell (Rose Da Silva) Eleonora Prado
Sean Bean (Christopher Da Silva) Armando Tiraboschi
Jodelle Ferland (Sharon Da Silva) Flora Paulita
Laurie Holden (Cybil Bennett) Fátima Noya
Deborah Kara Unger (Dahlia Gillespie) Adriana Pissardini
Alice Krige (Christabella) Rosa Baroli
Kim Coates (Inspetor Thomas Gucci) Ronaldo Artinic
Tanya Allen (Anna) Márcia Regina
Ron Gabriel (Mecânico) Gilberto Baroli
Amanda Hiebert (Atendente do Posto de Gasolina) Silvia Suzy

Referências

  1. InterFilmes - Terror em Silent Hill
  2. Silent Hill (2006) (em inglês) Box Office Mojo. Visitado em 30 de maio de 2010.
  3. Silent Hill (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 27 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]