Silent Hill (jogo eletrônico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Silent Hill
Capa da versão norte-americana.
Desenvolvedora Konami
Team Silent
Publicadora(s) Konami
Designer Keiichiro Toyama
Compositor(es) Akira Yamaoka
Plataforma(s) PlayStation
Série Silent Hill
Data(s) de lançamento
Gênero(s) Survival Horror
Terror Psicológico
Modos de jogo Single Player
Número de jogadores 1 jogador
Classificação Permitido para maiores de 15 anos BBFC (Reino Unido)
Inadequado para menores de 17 anos i ESRB (América do Norte)
Inadequado para menores de 18 anos i USK (Alemanha)
Permitido para maiores de 15 anos, especialmente a faixa de 15-17 anos ELSPA (Reino Unido)
Média CD-ROM
Controles Dual Shock gamepad
Último
Último
Silent Hill: Origins
Silent Hill 2
Próximo
Próximo

Silent Hill (サイレントヒル, Sairento Hīru?) é um jogo eletrônico, o primeiro da série de jogos Silent Hill. No momento, seis jogos integram a saga do gênero de survival horror, sendo os últimos dois produzidos por outras equipes.

O jogo foi lançado no mercado nos Estados Unidos da América em 31 de Janeiro de 1999, no Japão em 4 de março de 1999 e na Europa em primeiro de agosto de 1999. Foi lançando exclusivamente para o PlayStation da Sony.

O jogo pertence ao gênero survival horror. Isto significa que durante o jogo controlaremos Harry para defendê-lo do ataque de todo tipo de criaturas, encontraremos com quebra-cabeças que desafiam nossa mente para resolvê-los. Silent Hill é o pioneiro no estilo de jogo chamado de terror psicológico.

Um Remake do jogo, intitulado Silent Hill: Shattered Memories, que foi desenvolvido pelo Climax Group e foi também publicado pela Konami. Foi lançado em dezembro de 2009.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Sete anos atrás Harry Mason e sua esposa encontraram um bebê numa estrada e o adotaram como se fosse sua filha, eles deram o nome de Cheryl a ela. Mesmo depois que sua esposa faleceu, Harry continuou a amar Cheryl como sua própria filha.

No começo do jogo, nós encontramos Harry Mason e Cheryl, de férias, indo para Silent Hill. Estranhos eventos ocorrem antes que eles entrem na cidade. Uma policial, numa moto, passa à frente deles. Momentos depois, Harry vê a moto caída na beira da estrada e a policial não está em parte alguma. Logo depois, uma figura de uma garota subitamente aparece na estrada. Harry tenta desviar,derrapa o carro e desmaia.Quando retorna a consciência, Harry descobre que Cheryl se perdeu e ele se percebe no meio de um mal que devagar envolve Silent Hill, sem saber que a única maneira de sair dali é pelo sacrifício da própria filha.

A cidade de Silent Hill é dividida em três partes distintas: a Silent Hill normal, a Silent Hill escura e a Silent Hill alternativa. As leis da física parecem não existir na realidade alternativa, na qual a cidade mergulha de vez em quando. O chão é feito de grade sem nenhum tipo de sustentação visível (como se a cidade flutuasse, talvez para mostrar que aquela realidade não é física nem real), portas levam a lugares distantes (às vezes, separados até mesmo por quilômetros), mesmo sem energia elétrica, aparente, TVs e sons se ligam quando bem entendem e a lanterna e o rádio de Harry, apesar de portáteis, não conseguem acabar com as baterias.

Em Silent Hill, a personagem Alessa Gillespie e sua mãe Dahlia Gillespie são mostradas juntamente com outros personagens, tentando reviver o antigo culto da cidade. Dahlia tenta queimar sua filha, que tem poderes psíquicos e é chamada de bruxa no colégio, dentro de casa em sacrifício ao antigo deus do culto, Samael. Com quase 100% do corpo queimado e dominada por ódio, Alessa é levada ao Hospital Alchemilla, onde é colocada em um quarto obscuro de uma ala subterrânea para ser "tratada" e oferecida novamente em sacrifício. Mas, com seus poderes, Alessa divide sua alma em dois. Uma metade fica no hospital, dormente, sofrendo e tendo pesadelos constantes, e a outra metade é entregue nas mãos de Harry Mason e sua esposa.

Sua enfermeira pessoal, Lisa Garland, diz em um registro em video que não entende como o corpo de Alessa consegue se manter vivo com tantas queimaduras. Esta por outro lado, tem sua memória afetada durante a época de cuidado intensivo de Alessa por terem lhe sido administradas drogas pelo diretor do hospital, Dr. Michael Kauffman, que tem uma ligação de benefícios com Dahlia Gillespie.

Quando Cheryl é levada a cidade de Silent Hill, já com sete anos de idade, estranhos acontecimentos ocorrem. Alessa, já com 14 anos, acorda e sai do hospital para encontrar a sua metade. Isso ocorre quando Harry entra em um beco e é atacado por pequenos monstros chamados "Mumblers". Perdendo a consciência, ele é encontrado por Cybil Benett, a policial que ultrapassou o carro de Harry no início do jogo. Ai se inicia uma busca por sua filha perdida, que não tendo sucumbido totalmente a vontade de Alessa, deixa bilhetes para o pai, para que ele consiga seguí-la.

O Flauros é um objeto que pode acabar com os poderes de Alessa, assim como o Aglaophotis, que é apenas uma mistura de ervas sem valor no mundo real, mas que Alessa acredita ser fatal (juntamente com o Flauros, que ela acredita trazer os poderes de Metraton) e sendo criadora do submundo (devido aos pesadelos constantes que viveu durante tantos anos e que agora foram externados com a ajuda da sua outra metade), estas ervas e o Flauros são realmente fatais para os monstros.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Influências[editar | editar código-fonte]

Nomes das ruas[editar | editar código-fonte]

Os nomes das ruas são inspirados nos seguintes autores de livros de horror:

Portas de Nowhere[editar | editar código-fonte]

Os nomes das portas de Nowhere são inspirados em nomes de espíritos olímpicos:

Nomes dos personagens[editar | editar código-fonte]

  • Harry Mason,- A origem de seu nome vem de "Humbert Mason", referência ao protagonista do filme Lolita de Stanley Kubrick. Entretanto o nome foi alterado pela equipe inglesa por ser um nome incomum, sendo Harry o apelido de quem nomeou o personagem.
  • Cheryl Mason - Originalmente seu nome seria Dolores, pela mesma razão do nome do Harry, mas foi fortemente criticado e rejeitado. O nome provém da atriz americana Sheryl Lee, mas não tem um significado em particular.
  • Dahlia Gillespie - Ela é nomeada a partir do nome da esposa do diretor de cinema Dario Argento que fez muitos filmes de Terror sendo um especialista no gênero.
  • Alessa Gillespie - Inicialmente seu nome seria Asia, que é o nome da atriz Asia Argento, filha do diretor de filme italiano Dario Argento, mas por ser um nome incomum foi alterado.
  • Lisa Garland - Seu primeiro nome vêm da atriz que interpretou uma enfermeira e é uma assassina no filme Sanguelia. Seu sobrenome deriva de Judy Garland, que fez a Dorothy no filme O Mágico de Oz
  • Michael Kaufmann - Seu nome é a combinação dos nomes Lloyd Kaufman e Michael Herz, dois produtores do Estúdio Troma, conhecidos por vários filmes como "The Toxic Avenger". Não tem nenhum significado profundo.
  • Cybil Benett - Seu nome é uma alusão entre a modelo Sybil Bucky e a atriz Sybil Danning. O sobrenome vem de uma policial real que foi assassinada, Lawrencia Bembenek. Foi ligeiramente alterado para soar mais comum.

Créditos da produção[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora original de Silent Hill composta por Akira Yamaoka, foi lançada no Japão no dia 5 de Março de 1999 e foi catalogada com o número KICA-7950.

Referências

  1. "Silent Hill: Shattered Memories Re-Does Wii, PS2, And PSP", 2009-04-06. Página visitada em 2009-04-06.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]