Stanley G. Weinbaum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Stanley G. Weinbaum
Stanley G. Weinbaum.jpg
Nacionalidade  Estados Unidos
Data de nascimento 4 de abril de 1902
Data de falecimento 14 de dezembro de 1935 (33 anos)
Gênero(s) Ficção científica
Magnum opus Uma Odisséia Marciana
Influências H.G. Wells, Jules Verne, Edgar Allan Poe, Mary Shelley, Edgar Rice Burroughs
Influenciados Isaac Asimov, Stephen King, H. P. Lovecraft, Jack Williamson, Ray Bradbury, Arthur C. Clarke, Robert A. Heinlein, Richard Matheson

Stanley Grauman Weinbaum (Louisville, 4 de abril de 190214 de dezembro de 1935) foi um escritor estadunidense de ficção científica. Sua carreira na ficção científica foi curta, mas influente. Seu primeiro conto, "Uma Odisséia Marciana", foi publicada em julho de 1934, dezoito meses antes de sua morte de câncer no pulmão.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Louisville em Kentucky, Estados Unidos e frequentou a escola em Milwaukee, Wisconsin. Foi para o Universidade de Wisconsin-Madison em Madison. Iniciou seus estudos em Engenharia química, mas depois mudou para o curso de Língua inglesa, mas não se formou e deixou a universidade em 1923.

Uma cratera em Marte foi nomeada em sua homenagem.

Em 18 de julho de 2008, ganhou o Prêmio Redescoberta Cordwainer Smith.[2]

Capa da revista Avon Fantasy Reader #15 de 1951 com o conto de Weinbaum "A Man, A Maid, and Saturn's Temptation"

Obra principal[editar | editar código-fonte]

Weinbaum é mais conhecido em ficção científica por causa da sua obra inovadora, "Uma Odisséia Marciana", que apresentou um alienígena simpático, mas decididamente não-humano, "Tweel". O que foi ainda mais notável foi o fato de ter sido sua primeira história de ficção científica - em 1933 ele tinha vendido um romance, "The Lady Dances", para a King Features Syndicate que foi publicada nos jornais em uma série em 1934). Isaac Asimov descreveu a obra como "uma história de ficção científica de Campbell antes de John W. Campbell. Na verdade, "Tweel" pode ser a primeira criatura de ficção científica a cumprir a máxima de Campbell: descreva-me uma criatura que pensa como um homem, ou melhor do que um homem, mas não como um homem". Asimov passou a descrevê-lo como uma das únicas três histórias que mudaram a maneira como todos as subsequentes no gênero da ficção científica foram escritas. É a história mais antiga (e uma das mais votadas), selecionados pela Science Fiction and Fantasy Writers of America para a inclusão no "Science Fiction Hall of Fame - Volume um: de 1929-1964".

A versão cinematográfica do conto "The Ultimate Adaptive" foi lançado em 1957 sob o título "She Devil", estrelado por Mari Blanchard, Jack Kelly e Albert Dekker. A história também foi filmada para televisão, pelo Westinghouse Studio One, como título de "Kyra Zelas" (o nome da personagem-título) e exibido em 12 de setembro de 1949.[3] A dramatização de rádio do conto foi feito no antológico show Escape em 1950, mas por algum motivo Weinbaum não foi creditado como o autor.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

  • The Lady Dances (King-Features Syndicate, 1933) – Foi publicado (com o pseudônimo de "Marge Stanley") como uma série em um jornal no início de 1934 e está disponível apenas como uma publicação sob demanda
  • The New Adam (Ziff Davis, 1939), publicado no Brasil como O Novo Adão pela editora Galeria Panorama, em 1970.
  • The Black Flame (Fantasy Press, 1948)
  • The Black Flame (Edição completa e restaurada) (Tachyon Publishing, 1997; ISBN 0-9648320-0-3)
  • The Dark Other ou The Mad Brain (Fantasy Publishing Company, 1950)

Contos[editar | editar código-fonte]

  • "A Martian Odyssey" (julho de 1934), publicado no Brasil como Uma odisseia marciana na coletânea Ficção de Polpa, vol.2, pela Não Editora, em 2008[4] .
  • "Valley of Dreams" (novembro de 1934)
  • "Flight on Titan" (janeiro de 1935)
  • "Parasite Planet" (fevereiro de 1935)
  • "The Lotus Eaters" (abril de 1935)
  • "Pygmalion's Spectacles" (junho de 1935)
  • "The Worlds of If" (agosto de 1935)
  • "The Challenge From Beyond" (setembro de 1935) Fantasy Magazine (Weinbaum escreveu a abertura com mais de 800 palavras desta história feita por vários autores)
  • "The Ideal" (setembro de 1935)
  • "The Planet of Doubt" (outubro de 1935)
  • "The Adaptive Ultimate" (novembro de 1935) (com o pseudônimo de "John Jessel")
  • "The Red Peri" (novembro de 1935)
  • "The Mad Moon" (dezembro de 1935)

Publicações póstumas[editar | editar código-fonte]

Coleção de histórias e poesias[editar | editar código-fonte]

  • Dawn of Flame: The Stanley G. Weinbaum Memorial Volume (Conrad H. Ruppert, 1936)
  • A Martian Odyssey and Others (Fantasy Press, 1949)
  • The Red Peri (Fantasy Press, 1952)
  • A Martian Odyssey and Other Classics of Science Fiction (Lancer Books, 1962)
  • The Best of Stanley G. Weinbaum (Ballantine Books, 1974)
  • A Martian Odyssey and Other Science Fiction Tales (Hyperion Press, 1974)
  • Lunaria and Other Poems (The Strange Publishing Company, 1988)
  • The Black Heart (Leonaur Publishing, 2006)
  • Interplanetary Odysseys (Leonaur Publishing, 2006)
  • Other Earths (Leonaur Publishing, 2006)
  • Strange Genius (Leonaur Publishing, 2006)

Referências

  1. CAUSO, Roberto de Sousa, UFMG, Ficção científica, fantasia e horror no Brasil, 1875 a 1950, 249, 250, 251 e 261, 2003. ISBN 8570413556
  2. The Cordwainer Smith Rediscovery Award (em inglês) The Cordwainer Smith. Página visitada em 19 de maio de 2010.
  3. Stanley G. Weinbaum Internet Movie Database. Página visitada em 20 de maio de 2010.
  4. Nina Ramos (03 de junho de 2008). 'Ficção de Polpa' ganha segunda edição e retorna às livrarias O Estado de São Paulo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]