Steve Guttenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Steve em maio de 2005

Steven Robert Guttenberg (Nova Iorque, 24 de agosto de 1958) é um ator norte-americano, famoso por seus papéis no cinema, em filmes como Loucademia de Polícia, Cocoon e Três Homens e um Bebê.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no Brooklyn, cidade de Nova Iorque, Steve Guttenberg foi criado em meio a uma família de fortes tradições judaicas. Após encerrar o ensino médio, frequentou a Juilliard School, a Universidade do Estado de Nova Iorque e a UCLA.

Início de carreira[editar | editar código-fonte]

Antes de começar sua carreira, Guttenberg dedicou-se aos estudos, tendo sido aluno de Herbert Berghof, com quem teve aulas de teatro. Além disso, integrou uma trupe de comediantes, denominada The Groundlings, na intenção de desenvolver técnicas de improvisação.

Talvez por isso, apesar de vir a se tornar um grande astro de cinema, seus primeiros trabalhos, de fato, aconteceram no teatro. Por essa época, também fez trabalhos na televisão, com destaques para a série de televisão Billy e o controverso filme O Dia Seguinte.

Fama no cinema[editar | editar código-fonte]

Entre os primeiros filme de Guttenberg no cinema estão Crônicas Colegiais, Os Meninos do Brasil, O Dia Seguinte e Quando os Jovens se Tornam Adultos. Contudo, foi somente a partir de 1984, após o estrondoso sucesso de Academia de Polícia, que sua carreira realmente começou a decolar.

Nos anos seguintes, Guttenberg seguiu emplacando sucessos como Cocoon e Três Homens e um Bebê, além de mais três sequências da franquia Academia de Polícia.

Por sua vez, Cocoon e Três Homens e um Bebê também viriam a dar origem as suas próprias continuações, menos badaladas que os originais, mas ainda assim rentáveis.

Anos 90[editar | editar código-fonte]

Após o apogeu da década de 80, Guttenberg passou ao ostracismo nos anos 90, quando teve em As Namoradas do Papai seu trabalho mais proeminente.

Outros filmes desse período incluem Pisando na Bola, Feriados em Família e Um Time de Rebeldes.

Outras atuações[editar | editar código-fonte]

Além de seu trabalho como ator, desde 1988, Guttenberg também passou a ser um produtor. Sua companhia, a Mr. Kirby Productions, produziu alguns programas para televisão e filmes.

Em 1993, Steve fez sua estréia como diretor, em um episódio do show de tv CBS Scholl Break Special. Anos mais tarde, em 2002, dirigiu, produziu e escreveu o filme PS: Seu Gato Morreu.

Pequenas aparições[editar | editar código-fonte]

Longe dos holofotes por um longo período, Guttenberg somente voltou a aparecer nos anos de 2005 e 2006, quando foi incorporado à série Veronica Mars. Ainda em 2005, chegou a estrelar em Poseidon, uma refilmagem, para televisão, do clássico de 1972.

Em 2008, apareceu na 6ª edição americana da série Dancing with the Stars, quando terminou em décimo lugar.

Trabalhos Comunitários[editar | editar código-fonte]

Guttenberg possui importantes trabalhos comunitários, em prol das pessoas desabrigadas, sempre buscando ajudá-los a conseguirem um emprego. Ele também fundou a Guttenhouse, um complexo de apartamentos para acomodar e assistir crianças desamparadas. E, além disso, juntamente com a Altair Eyeglasses, ele ajuda a prover óculos para crianças em idade escolar.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]