Swarovski

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Swarovski AG
Tipo privada
Indústria luxo / joalheria
Fundação 1895
Sede Wattens, Áustria
Pessoas-chave Daniel Swarovski
Produtos cristais
Página oficial www.swarovski.com
Exemplos de cristais Swarovski

Swarovski é o nome dado aos cristais mais conhecidos no mundo da moda por sua delicadeza, precisão e aparência luminescente. Tais cristais são produzidos pela companhia Swarovski AG, a detentora da marca, e que está situada em Wattens, na Áustria.

O grupo Swarovski inclui Tyrolit (produtora de abrasivos e máquinas de corte); Swareflex (refletores e sinais luminosos para estradas); Signity (pedras preciosas sintéticas); e Swarovski Optik (instrumentos óticos).

A companhia gerencia um parque temático sobre cristais chamado Mundo dos Cristais ou, no idioma original, Swarovski Kristallwelten, situado em Wattens, na Áustria.

Swarovski foi também patrocinadora oficial do filme O Fantasma da Ópera (2004), onde além de ter uma cena em que mostrava a vitrine de uma loja Swarovski, tinha também um manequim que era todo composto por cristais Swarovski.

História[editar | editar código-fonte]

Os cristais Swarovski foram criados quando Daniel Swarovski inventou uma máquina de corte automática em 1892. No ano de 1895, a companhia Swarovski foi fundada quando o criador abriu uma fábrica de cortes em Wattens. Naquela cidade, Daniel Swarovski soube tirar vantagem da hidroeletricidade local para utilizar na moenda de alta intensidade elétrica que ele patenteou.

Os cristais Swarovski tão valiosos quanto os cristais Waterford são conhecidos em todo o mundo por seu tamanho, brilho, e delicadeza fornecidos pelo corte . Os produtos dos cristais Swarovski incluem esculturas e miniaturas, jóias e os mais variados produtos para decoração, designados a atender tanto fábricas quanto artistas em geral.

No intuito de criar cristais que permitam a luz refletir as cores do arco-íris, a empresa Swarovski recobre alguns dos seus cristais com metais químicos. Aurora Borealis, ou AB, é uma das mais populares coberturas que dá à superfície uma aparência multicolorida. Outras coberturas incluem Crystal Transmission, Volcano, Aurum e Dorado. As coberturas são aplicadas em 50% dos objetos, no entanto, algumas são recobertas duas vezes e, dessa forma, são designadas AB 2X, Dorado 2X etc.

A logomarca original do Swarovski era uma flor chamada edelweiss, que tem a aparência de uma estrela, mas foi substituída pelo atual cisne estilizado que serve como logo desde 1988. Todas as esculturas são marcadas com esse logo. Um dos recém lançamentos foi em 2004, chamada de Xillion, um novo corte patenteado elaborado para otimizar o brilho dos produtos Roses (componentes de cristais com a parte de trás reta) e os Chatons (cortes no estilo de diamantes).

A Swarovski tem encontrado maneiras de inovar suas produções ao associar-se com estilistas famosos e até produtoras de computadores. Em 7 de junho de 2007, associada com o estilista Hussein Chalayan, a empresa mostrou em desfile de moda na cidade de Tóquio, roupas que emitem luz, na verdade, roupas cravejadas de cristais Swarovski e microlâmpadas (ou Leds) que faziam as roupas reluzirem magnificamente. Outra associação inteligente da empresa de cristais foi associar-se à fabricante de eletrônicos e computadores NECcorp., e lançar um notebook da Hello Kitty decorado com 299 cristais Swarovski. Também é possível encontrar os cristais na coleção de 2008/2009 da famosas sandálias [Melissa] com mais de 400 cristais aplicados sobre plástico.

Dessa forma, a empresa austríaca adentra o século XXI mostrando que a beleza de seus cristais pode ir dos armários das donas-de-casa a acessórios eletroeletônicos das adolescentes.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O figurino do cantor Michael Jackson para a turnê This Is It, tinha ao todo 3 milhões de cristais Swarovski, tendo apenas uma das roupas do figurino quase 1 milhão dos cristais.
  • E muito utilizado no Carnaval Carioca, nos figurinos das rainhas de bateria e até, porta-bandeira.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]