Christine Daaé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Christine Daaé é uma personagem fictícia do romance O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux.

Artista de origem humilde, ganhava a vida cantando junto com seu pai, um violinista, nas ruas da Suécia (seu país natal). Mudam-se para a França junto com o sr. Valérius, uma espécie de protetor dos dois.

Cantora talentosa na infância, Christine perde o interesse pela música após a morte do pai, já na adolescência. Mas ainda mantém um pouco de seu talento natural, e consegue entrar no conservatório em Paris, mas não tem muito progresso nos estudos. Seu entusiasmo voltou ao escutar uma voz em seu camarim, a qual ela acredita ser do Anjo da Música, que seu pai dizia que mandaria para ela quando morresse. O Anjo, na verdade, era Erik, gênio deformado que vive nos porões da Ópera, que se apaixona por Christine e só encontra essa maneira de se aproximar dela. Ele lhe dá aulas de canto e, em três meses, ela torna-se uma soprano excepcional.

Christine ama desde a adolescência o visconde Raoul de Chagny, a quem reencontra na Ópera. Erik decide então se mostrar para ela, e a leva para sua casa no subterrâneo. Christine sente os mais variados sentimentos em relação a Erik, mas o que mais cresce é o de horror, graças a obsessão que se tornou o amor dele para com ela.


No filme O Fantasma da Ópera, de 2004, a personagem é interpretada por Emmy Rossum, e nos palcos do Brasil, por Kiara Sasso e Sara Sarres.

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.