Teresa Madruga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Teresa Madruga (Ilha do Faial, 18 de Março de 1953), de seu nome completo Teresa Maria Madruga Carvalho[1] , é uma atriz portuguesa.

Estreia-se como atriz em 1976 com a peça Amantes Pueris de Fernand Crommenlynk, sob a direção de Gastão Cruz no Teatro da Trindade. Posteriormente, trabalhou com encenadores como Ricardo Pais, Osório Mateus, Carlos Fernando, Mário Feliciano ou João Lourenço.

Iniciou no final da década de 80 uma colaboração regular com o Teatro da Cornucópia e aí foi dirigida por Luís Miguel Cintra (1988 - Auto da Feira de Gil Vicente, Rei Bamba de Lope de Vega; 1989 - O Público de García Lorca, Céu de Papel montagem de textos de Pirandello e Samuel Beckett; 1990 - Um Poeta Afinado de Manuel de Figueiredo, Muito Barulho Para Nada de Shakespeare) e Rui Mendes (1988 - Três Irmãs de Tchekov). Recentemente interpretou Laramie de Moises Kaufman, com Diogo Infante no Teatro Maria Matos (2006).

Dos diversos prémios recebidos em teatro destaca-se o Prémio Garret (1988), pela interpretação em Rei Bamba de Lope de Vega, encenado por Luís Miguel Cintra (Teatro da Cornucópia).

Com uma filmografia de quase trinta e cinco títulos, salienta o trabalho com realizadores como António Pedro Vasconcelos, Manoel de Oliveira, João César Monteiro, João Canijo, José Álvaro de Morais, João Pedro Rodrigues, João Mário Grilo, Fernando Vendrell, João Botelho, Fernando Matos Silva, Fernando Lopes ou António da Cunha Telles.

O seu papel de protagonista no filme do suíço Alain Tanner Dans la Ville Blanche (1983) valeu-lhe o reconhecimento internacional e a participação em produções estrangeiras, nomeadamente em Espanha, França, Itália. Em 1995 apareceu ao lado de Marcello Mastroianni no filme Afirma Pereira de Roberto Faenza.

Integrou o júri de diversos festivais de cinema, nomeadamente, no Festival du Court Metrage de Clermont-Ferrand (1988); em 1990 na 11ª Mostra de Valência – Cinema del Mediterrani; na Seleção Nacional para o European Film Awards; nas seleções do filme português candidato ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro.

No cinema é de salientar o Prémio de Melhor Atriz no Festival du Court Metrage de Clermont–Ferrand, pela sua interpretação em D' Aprés Maria de Jean Claude Robert, filme também nomeado para os British Academy Awards e Prémios César do Cinema Francês; o Sete de Cinema para a melhor interpretação feminina em Dans La Ville Blanche.

Participou na série O Testamento para a RTP no papel de Adelina e no telefilme Matar Saudades. Dobrou mais de oitenta desenhos animados, dando a sua voz às mais diversas personagens infantis. Os seus trabalhos mais famosos no mundo das dobragens são o papel das vilãs Rita Repulsa e Divatox nos Power Rangers e o papel de Jessie nas seis primeiras séries de Pokémon excepto na terceira.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lista de associados da Audiogest (em português). Actividades Culturais / Ministério da Cultura (25 de Julho de 2007). Página visitada em 23 de Dezembro de 2013.