The Golden Bough

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde março de 2015).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Golden bough.jpg

O Ramo de Ouro (The Golden Bough, em inglês) é uma obra[1] escrita pelo antropólogo escocês Sir James George Frazer e que teve sua primeira publicação em 1890, em dois volumes.

Seguiram-se sucessivas edições, onde novo material foi adicionado por Frazer e, em 1935, seu décimo terceiro volume saiu com o título de Aftermath.

O ramo de ouro é uma das obras fundamentais da antropologia, onde temas centrais da disciplina são abordados. Sem nunca ter feito pesquisa de campo, Frazer reúne uma enorme diversidade de mitos, lendas e relatos de magia e religião dos mais diferentes povos do mundo, debatendo a questão principal do "deus imolado".

Seu estilo literário e a erudição da obra levaram The Golden Bough a influenciar mitólogos, antropólogos, filósofos e escritores, como Freud, Wittgenstein e James Joyce.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Menções ao livro[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Wikisource-logo.svg The Golden Bough no Wikisource em inglês.

Links externos[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource possui esta obra:
The Golden Bough


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.