The Rasmus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
The Rasmus
The Rasmus.
The Rasmus, (da esquerda pra direita): Pauli Rantasalmi, Lauri Ylönen, Aki Hakala e Eero Heinonen
Informação geral
Origem Helsinque
País  Finlândia
Gênero(s) Rock alternativo
Funk rock (começo)
Período em atividade 1994-atualmente
Gravadora(s) Playground Music
DRT Entertainment
Página oficial www.therasmus.com
Integrantes Lauri Ylönen
Pauli Rantasalmi
Aki Hakala
Eero Heinonen
Ex-integrantes Janne Heiskanen

The Rasmus é uma banda de rock alternativo da Finlândia, formada por um quarteto de jovens em 1994. Eles tocavam em festas escolares. Atualmente, o The Rasmus tem oito álbuns e duas coletâneas, é uma das bandas finlandesas mais conhecidas. Somente a partir do quinto álbum, Dead Letters, que a banda ganhou reconhecimento mundial. [1] [2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formação[editar | editar código-fonte]

O Rasmus era inicialmente formado por Lauri Ylönen (vocal/violão), Pauli Rantasalmi (guitarra), Eero Heinonen (baixo) e Janne Heiskanen (bateria). Depois de uma "era underground" fazendo shows em festas escolares, os jovens integrantes de apenas 16 anos assinam com a Warner Music Finland, onde lançam o primeiro álbum. [3]

Primeiros álbuns[editar | editar código-fonte]

O álbum de estreia do Rasmus foi lançado em fevereiro de 1996, intitulado Peep. Neste mesmo ano, a banda faturaria o disco de ouro com o álbum. Naquele ano, a banda fez cerca de 100 shows, incluindo em festivais na Finlândia, Rússia e Estônia. [4]

As músicas deste e dos dois próximos álbuns não têm absolutamente nada a ver com o atual estilo musical da banda. Trata-se de um pop rock bem animado, divertido e "bobo", até mesmo na maioria das traduções. Na música "Postman", por exemplo, Lauri fala de um carteiro e da dupla Batman & Robin ao mesmo tempo. Já na canção "Shame", ele faz uma crítica às drogas. Alguns destaques do álbum — "Life 705", "Myself", "Shame" e "Funky Jam", que fora o único videoclipe deste primeiro álbum.

Em 1997, o segundo álbum do Rasmus, Playboys, é lançado. Este que lhes rendeu um "Emma" de revelação, o Grammy finlandês.[5] O álbum segue o mesmo estilo do anterior. Destaques do álbum para: "Blue", "Sophia", "Sold" e "Playboys", a única que ganhou videoclipe no álbum. O Playboys hoje é considerado, na opinião da maioria dos fãs, o pior da carreira da banda. [6]

The Rasmus em Bochum, 2005

O terceiro álbum de estúdio Hell of a Tester, que é uma "continuação" dos álbuns anteriores, é lançado em 1998. A música "Liquid", o único clipe do álbum, fora escolhida como o single do ano na Finlândia. Principais faixas: "Liquid", "Every Day" e "City of Dead". No ano seguinte, em 1999, o Rasmus sofria uma baixa: o baterista Janne resolvera deixar a banda para seguir projetos paralelos. Fora substituído por Aki Hakala e, a partir de então o Rasmus começaria uma nova fase na sua carreira.

A partir do lançamento do álbum Hell of a Collection, em 2001, o Rasmus ganha um "The" e passa a se chamar The Rasmus. O disco trata-se de uma coletânea lançada pela banda para marcar a fase da banda com o antigo baterista e com o estilo "pop" da banda, que perto da virada do século já estava amadurecendo. A coletânea conta com as principais músicas entre os anos 96 e 98 e com duas faixas extras: "Rakkauslaulu" e "Liquid" (versão demo). A versão de 2004 conta com algumas faixas diferentes, como por exemplo a substituição de Rakkauslaulu e Liquid demo por "F-F-F-Falling" e "Chill", presentes no álbum Into.

O quarto álbum da banda, Into, lançado em 2001, marca o início de uma nova fase do grupo. A banda agora assina com a Playground Music Scandinavia. Logo o novo trabalho renderia discos de ouro e platina para a banda, que não desapontou com a nova fase e o novo baterista. O The Rasmus trabalhou duro fazendo shows na Suécia, Alemanha, Finlândia e Noruega. A banda também acompanhou o HIM e o Roxette em suas turnês na Europa. Em 2002, ganham mais reconhecimento e fazem inúmeros shows por toda Europa. As faixas do álbum contém letras mais melancólicas e mais inspiradas, fruto do amadurecimento dos integrantes. Algo muito diferente dos álbuns antigos, que mostravam o lado "moleque" dos Rasmus. O The Rasmus também lançou o "Into Special Edition", que conta com quatro faixas extras: "Can't Stop Me", "Days", "Used to Feel Before" e "Play Dead", esta última um cover de Björk.

Dead Letters, Hide From the Sun e Black Roses — reconhecimento mundial[editar | editar código-fonte]

O quinto álbum da banda, Dead Letters, é lançado em 2003, em que abriu as portas para o reconhecimento mundial da mesma. Depois de quatro álbuns sendo lançados na Finlândia e na Europa, finalmente chegara a hora do mundo descobrir o The Rasmus. Dead Letters fora lançado no mundo inteiro, e o primeiro single "In the Shadows" obteve um excelente desempenho.[7] Com canções melodiosas e letras fortes, o The Rasmus faz um estilo diferente do álbum anterior e mais ainda em relação aos três primeiros álbuns. Cinco singles foram lançados, "In The Shadows" tendo sido lançado três versões diferentes de videoclipe, "In My Life", "First Day of My Life", "Funeral Song" e "Guilty". Há algumas faixas extras em outras versões do álbum, como "Everything You Say" e "If You Ever".[8]

No ano de 2005 é lançado o sexto álbum da banda, Hide from the Sun. Canções melancólicas, melodiosas, e fortes letras fazem este álbum, que agora se firma em um estilo alternativo. Houve uma turnê do álbum em várias partes do mundo, inclusive no Brasil, em novembro de 2006. Três singles foram lançados, "No Fear", "Sail Away" e "Shot", sendo lançado ainda o videoclipe de "Immortal", filmado pelo baixista Eero Heinonen, mostrava toda a energia do The Rasmus em apresentações ao vivo pelo mundo e outras locações, entretanto o videoclipe foi menos comercial uma vez que foi filmado em 36mm, formato incompatível para a maioria das emissoras. Algumas das faixas extras presentes em versões especiais: "Trigger", "Open My Eyes" e "Dancer in the Dark".

O álbum Black Roses foi lançado no dia 26 de setembro de 2008 após adiamentos. Foi lançado também outras versões trazendo as faixas bônus: "Yesterday You Threw Away Tomorrow", "Livin 'in a World Without You (Acoustic)" e um DVD com os bastidores da gravação deste álbum. O primeiro single foi "Livin' in a World Without You", que foi lançado no dia 10 de setembro, o segundo single "Justify", lançado no dia 30 de janeiro de 2009. A banda lançou a canção "Ghost of Love" em 8 de junho, terceiro single do álbum Black Roses, mas esta foi apenas para as estações de rádio finlandesas, como aconteceu com "Keep Your Heart Broken" em 2005. O próximo single seria "Your Forgiveness", que tinha até videoclipe gravado, mais não foi o que aconteceu. A banda lançou uma coletânea intitulada Best of 2001-2009 no dia 25 de novembro de 2009 para comemorar seus 15 anos. Este álbum conta com 17 faixas, entre elas, uma com a participação especial de Anette Olzon da banda Nightwish na canção "October & April" em dueto com Lauri Ylönen. O single foi lançado oficialmente no dia 11 de novembro enquanto que o videoclipe estreou no dia 23 de outubro. Depois de muita espera, finalmente é lançado o videoclipe de "Your Forgivness" em 23 de dezembro de 2009. A banda passou um tempo sem gravadora, visto que o contrato com a Universal Music foi encerrado no final de 2009, mesmo assim produziram seu próximo álbum através da Dynasty Recordings (Gravadora de propriedade de Lauri Ylonen e Pauli Rantasalmi). A banda trabalhou com o compositor e letrista americano Jonathan Kabir.

2011 — atualmente[editar | editar código-fonte]

O vocalista Lauri Ylönen lançou um álbum solo, intitulado New World, em março de 2011. Ele afirmou que queria várias músicas, que não se encaixam tanto no estilo musical do The Rasmus, e que este disco será lançado como um registro importante do que uma demo ou algo parecido. O álbum foi auto-produzido com sua gravadora Dynasty Recordings. [9]

Após uma pequena turnê solo, Lauri e o grupo retomam os trabalhos, e lançam novo álbum da banda como nome homônimo, em abril de 2012. [10] Em maio de 2012 a banda inicia nova turnê para promover este novo disco. A primeira parte da turnê teve suas passagens no continente europeu e Rússia. O primeiro show foi em Estocolmo, no dia 7 de maio e o último em 15 de dezembro no Reino Unido, totalizando 56 concertos em 21 países. Em março de 2013 a banda retoma aos concertos com a primeira passagem em 2 cidades no México em Abril. [11] [12] [13]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ao longo do tempo[editar | editar código-fonte]

(1994–1998)
(1998–presente)
  • Lauri Ylönen – vocal
  • Eero Heinonen – baixo
  • Pauli Rantasalmi – guitarra
  • Aki Hakala – bateria

Discografia[editar | editar código-fonte]

Lauri Ylönen em concerto em Milão, 2005

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

Vídeo[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Título Melhor Posição Certificações Álbum
FIN
[14]
AUS
[15]
FRA
[16]
GER
[17]
IRE
[18]
ITA
[19]
NLD
[20]
SWI
[21]
SWE
[22]
GER
[23]
1995 "1st" 1st
1996 "2nd" 2nd
"3rd" 8 3rd
1997 "Blue" 3 Playboys
"Kola"
"Playboys"
1998 "Ice" 2
"Liquid" 2 Hell of a Tester
1999 "Swimming with the Kids" 16
2001 "F-F-F-Falling" 1 5 Into
"Chill" 2
"Madness" 2
2002 "Heartbreaker/Days" 1
2003 "In The Shadows" 1 2 6 1 1 2 6 2 2 3 Dead Letters
"In My Life" 2 10 51 50 31
"First Day of My Life" 4 9 6 4 12 28 20 31 50
2004 "Funeral Song" 2 32 24 12 44 54
"Guilty" 2 32 20 1 39 58 43 15
2005 "No Fear" 1 16 41 13 1 19 17 44 23 43 Hide from the Sun
"Sail Away" 2 53 34 6 46 74 51 58
2006 "Shot" 6 49 46 8 91
2008 "Livin' in a World Without You" 1 39 14 78 Black Roses
2009 "Justify" 61 56
"October & April" (part. Anette Olzon) 3 79 Best of 2001–2009
2012 "I'm a Mess" The Rasmus
"Stranger"
"Mysteria"
"—" Não entrou na tabela musical ou não foi lançado no país

Vídeos Musicais[editar | editar código-fonte]

Ano Título Diretor(es) Álbum
1996 Funky Jam The Rasmus & Teja Kotilainen Peep
1997 Playboys The Rasmus & Illka Herkman Playboys
1998 Liquid The Rasmus & The Nose Hell of a Tester
2001 F-F-F-Falling Miikka Lommi Into
Chill (song)|Chill The Rasmus
2003 In the Shadows ("Bandit" version) Finn Andersson for Film Magica Oy Dead Letters
In My Life Niclas Fronda & Fredrik Löfberg, Baranga Film/Topaz
In the Shadows (Europe "Crow" version) Niclas Fronda & Fredrik Löfberg, Baranga Film
First Day of My Life Sven Bollinger
2004 In the Shadows (USA/UK "Mirror" version) Philipp Stöltzl
Funeral Song Niclas Fronda & Fredrik Löfberg, Baranga Film
Guilty Nathan "Karma" Cox
2005 No Fear Jörn Heitmann Hide from the Sun
Sail Away Mathias Vielsäcker & Christoph Mangler
2006 Shot Sandra Marschner
2007 Immortal The Rasmus
2008 Livin' In A World Without You Niclas Fronda Black Roses
Justify Owe Lingvall (Pauli Rantasalmi's idea)
2009 October & April (Nightwish part. The Rasmus e Anette Olzon) Owe Lingvall Best of 2001–2009
Your Forgiveness The Rasmus Black Roses
2012 I'm a Mess Jopsu Ramu - Timo Ramu The Rasmus
Somewhere The Rasmus
Stranger Aku Louhimies
Mysteria


Turnês[editar | editar código-fonte]

Anos Turnê Países Cidades Concertos
2003 Dead Letters Tour 29 107 296
2005—2006 Hide from the Sun Tour 36 110 249
2009 Black Roses Tour
2012—2013 The Rasmus 22 58

No Brasil[editar | editar código-fonte]

A banda passou pelo Brasil em novembro de 2006 com a turnê do álbum Hide From the Sun. Foram quatro shows, que passaram nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Curitiba. [28]

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

A banda passou com o início da turnê Hide from the Sun em Portugal, em novembro de 2005, pelas cidades de Lisboa e Gaia. [29]

Referências

  1. Rasmus mostra seu "death pop" finlandês. UOL. Página visitada em 18 de março de 2013.
  2. Rasmus Biography (em en). MTV US. Página visitada em 18 de março de 2013.
  3. Rasmus Biography (em en). MTV US. Página visitada em 18 de março de 2013.
  4. Biography of The Rasmus (em en). Billboard. Página visitada em 18 de março de 2013.
  5. Histoty of The Rasmus (em en). Pledge Music. Página visitada em 18 de março de 2013.
  6. Histoty of The Rasmus (em en). Pledge Music. Página visitada em 18 de março de 2013.
  7. RASMUS: Behind- The-Scenes Footage From 'October and April' Video (em en). Metal From Filand. Página visitada em 18 de março de 2013.
  8. +Sibelius+in+foreign+music+royalties/1135219646427 Rock piece by The Rasmus overtakes Sibelius in foreign music royalties (em en). Helsing Sanomat. Página visitada em 18 de março de 2013.
  9. Histoty of The Rasmus (em en). Pledge Music. Página visitada em 18 de março de 2013.
  10. The Rock City archives (em en). Rock City. Página visitada em 18 de março de 2013.
  11. city.co.uk/gig-guide/311/the-rasmus The Rock City archives (em en). Rock City. Página visitada em 18 de março de 2013.
  12. NewsID=288&CategoryName=The%20Rasmus%20-%20Autumn%20Tour%20dates%20+%20new %20vid&PageType=whatsup&MenuId=4 The Rasmus - Autumn Tour dates (em en). Pearl Europe. Página visitada em 18 de março de 2013.
  13. Concierto de The Rasmus en Ciudad de México (em es). Starmedia. Página visitada em 18 de março de 2013.
  14. Filandia Chart. IFPI. Página visitada em 16 de março de 2013.
  15. AURIA Chart. ARIA. Página visitada em 16 de março de 2013.
  16. France Chart. Página visitada em 16 de março de 2013.
  17. German Chart. IFPI German. Página visitada em 16 de março de 2013.
  18. Irish Chart. Página visitada em 16 de março de 2013.
  19. italian charts. Bpi.co.uk. Página visitada em 2013.
  20. Top 40. Dutch Top 40. Stichting Nederlandse Top 40. Página visitada em 2013.
  21. Veckolista Singlar – Vecka 29, 22 juli 2011 (em swedish). Sverigetopplistan. GLF (July 22, 2011). Página visitada em July 22, 2011.
  22. Veckolista Singlar – Vecka 29, 22 juli 2011 (em swedish). Sverigetopplistan. GLF (July 22, 2011). Página visitada em July 22, 2011.
  23. http://www.bpi.co.uk/certifiedawards/search.aspx/ BPI Certifications Search Engine] Retrieved June 4, 2011.
  24. a b c Filandia Chart. IFPI. Página visitada em 16 de março de 2013.
  25. German Chart. IFPI German. Página visitada em 16 de março de 2013.
  26. Veckolista Singlar – Vecka 29, 22 juli 2011 (em swedish). Sverigetopplistan. GLF (July 22, 2011). Página visitada em July 22, 2011.
  27. RIANZ. Página visitada em 2012-11-11.
  28. Rasmus mostra seu "death pop" finlandês em SP. UOL. Página visitada em 18 de março de 2013.
  29. por Neb. Concertos The Rasmus em Portugal Site. The Rasmus Portugal. Página visitada em 18 de março de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre The Rasmus