Trajetória hiperbólica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido (desde abril de 2013). Ajude e colabore com a tradução.
O caminho em azul é um exemplo de trajetória hiperbólica.

Trajetória hiperbólica é um tipo de trajetória com o formato de hipérbole. É objeto de estudo da astrofísica por descrever o movimento de diversos corpos celestes.[1]

Trajetória hiperbólica radial[editar | editar código-fonte]

Uma trajetória hiperbólica radial, é uma trajetória em linha reta não periódica onde a velocidade relativa dos dois objetos, sempre excedem a velocidade de escape. Existem dois casos: os corpos se movem se aproximando ou se afastando um do outro. Esta é uma órbita hiperbólica com eixo semi menor = 0 e excentricidade = 1. Apesar da excentricidade ser 1, esta não é uma órbita parabólica.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Vallado, David A.; Wayne D. McClain. Fundamentals of Astrodynamics and Applications (em Inglês). 2, illustrated ed. [S.l.]: Springer, 2001. ISBN 0792369033, 9780792369035 Página visitada em 18/04/2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.