Tratado de Rastatt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O tratado de Rastatt ( ou de Radstadt) assinado em 6 de março de 1714 termina a Guerra da Sucessão Espanhola. Foi assinado entre a França e a Áustria depois de negociações efetuadas desde 1713 entre o príncipe Eugênio de Savoia para a Áustria e o duque de Villars para a França. Este tratado, complemento do tratado de Utrecht, é o reconhecimento pela França da autoridade pela Áustria sobre o Ducado de Milão, a Sardenha e os Países Baixos. O tratado de Rastatt é o primeiro que foi redigido em francês ao invés do latim.