Tuiuti (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Tuiuti
Bandeira de Tuiuti
Brasão de Tuiuti
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 19 de maio
Fundação 20 de janeiro de 1890 (124 anos)
Gentílico tuiutiense
Prefeito(a) Jair Fernandes Gonçalves (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Tuiuti
Localização de Tuiuti em São Paulo
Tuiuti está localizado em: Brasil
Tuiuti
Localização de Tuiuti no Brasil
22° 48' 57" S 46° 41' 38" O22° 48' 57" S 46° 41' 38" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Macro Metropolitana Paulista IBGE/2008[1]
Microrregião Bragança Paulista IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Bragança Paulista, Amparo, Morungaba, Monte Alegre do Sul, Pinhalzinho
Distância até a capital 100 km
Características geográficas
Área 126,465 km² [2]
População 5 935 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 46,93 hab./km²
Altitude 790 m
Clima tropical de altitude Cwb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,763 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 53 613,892 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 696,50 IBGE/2008[5]
Página oficial

Tuiuti é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 22º48'59" sul e a uma longitude 46º41'37" oeste, estando a uma altitude de 790 metros. Sua população, segundo o Censo do IBGE em 2010 era de 5.935 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Tuiuti" é uma palavra de origem tupi-guarani significando "rio do lamaçal", através da junção de tuîuka (lamaçal)[6] e ty (rio)[7] , ou "brejo branco"[8] . É uma referência à Batalha de Tuiuti, na Guerra do Paraguai[8] .

História[editar | editar código-fonte]

Seus primeiros habitantes conhecidos de modo mais preciso foram os bandeirantes, que aí chegaram em busca de ouro, pedras preciosas e índios para escravizar, e os agricultores, que buscavam o valor econômico da terra para estabelecer um comércio entre o sertão e o litoral.

Em 1890, em terreno doado por Januário Pinto, foi construída uma capela em homenagem a São Sebastião. Foi elevado a distrito do município de Bragança Paulista pela Lei Estadual 858, de 5 de dezembro de 1902. Na ocasião, teve seu nome mudado de "Pântano" para "Tuiuti", em homenagem à batalha homônima na Guerra do Paraguai[8] . Em 19 de maio de 1991 foi realizado plebiscito sobre a emancipação do distrito, o que foi aceito pela ampla maioria. Foi elevado a município pela Lei Estadual 7 664, de 30 de dezembro de 1991, com a instalação efetivamente em 1 de janeiro de 1993.

Principais Eventos[editar | editar código-fonte]

  • Festa em Louvor a São Sebastião (JANEIRO)
  • Carnaval (FEVEREIRO/MARÇO)
  • Encenação da Paixão de Cristo do Grupo Oração e Missão (ABRIL)
  • Aniversário de Emancipação (MAIO)
  • Festa em Louvor a Santo Antônio (JUNHO)
  • Festa Junina do Grupo Oração e Missão (JUNHO/JULHO)
  • Festa em Louvor a Nossa Senhora dos Remédios (AGOSTO)
  • Festa do Divino Espírito Santo (SETEMBRO)
  • Dia das Crianças (OUTUBRO)
  • Festas de Fim de Ano (DEZEMBRO)

Ex-Prefeitos[editar | editar código-fonte]

  • 1993-1996: José Mauricio Garcia Berthold
  • 1997-2000 e 2001-2004: Amarildo Antônio de Lima
  • 2005-2008: Paulo Henrique de Alvarenga
  • 2009-2012: Almir Benedito Antônio de Lima

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Estadual:

  • SP-095 - (acesso às cidades de Amparo e Bragança Paulista)

Municipais Pavimentadas:

  • Estr. Mun. Lucio Roque Flaibam - (acesso à cidade de Morungaba).
  • Estr. Mun. Eloy de Camargo Bueno - (liga o Bairro Passa Três à SP-95, no km 12,100, na divisa dos municípios de Tuiuti e Bragança Paulista).

Municipais Não-pavimentadas de maior destaque:

  • Estradas Municipais que dão acesso às cidades de Pinhalzinho e Monte Alegre do Sul.

Ônibus intermunicipais[editar | editar código-fonte]

Administração[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 143.
  7. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. Terceira edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 118.
  8. a b c Site da Prefeitura Municipal de Tuiuti. Histórico. Disponível em http://www.tuiuti.sp.gov.br/novo_site/index.php?exibir=secoes&ID=51. Acesso em 29 de janeiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]