Veneno AntiMonotonia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Veneno AntiMonotonia
Álbum de estúdio de Cássia Eller
Lançamento 1997
Gravação 1997
Gênero(s) Rock
Formato(s) CD
Gravadora(s) PolyGram
Produção Waly Salomão
Cronologia de Cássia Eller
Último
Último
Cássia Eller ao Vivo
(1996)
Minha História
(1997)
Próximo
Próximo
Singles de Veneno AntiMonotonia
  1. "Todo Amor Que Houver Nessa Vida"
    Lançamento: 1997

Veneno AntiMonotonia é um álbum de Cássia Eller, lançado em 1997. O álbum é uma homenagem ao cantor e compositor brasileiro Cazuza, com regravações de algumas de suas canções.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

O álbum surgiu da admiração da cantora pelo compositor, posta ainda mais em voga após o sucesso de "Malandragem", música do disco Cássia Eller. Este disco repetiu o sucesso dos anteriores, sendo considerado o "auge da fase roqueira de Cássia Eller".

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Brasil"   Cazuza/George Israel/Nilo Romero 4:10
2. "Blues Da Piedade"   Frejat/Cazuza 4:14
3. "Obrigado (Por Ter Se Mandado)"   Zé Luiz/Cazuza 2:49
4. "Menina Mimada"   Barros/Cazuza 2:13
5. "Todo Amor Que Houver Nessa Vida"   Frejat/Cazuza 3:47
6. "Billy Negão"   Guto Goffi/Barros/Cazuza 4:07
7. "Bete Balanço"   Frejat/Cazuza 4:07
8. "A Orelha De Eurídice"   Cazuza 1:51
9. "Só As Mães São Felizes"   Frejat/Cazuza 3:41
10. "Ponto Fraco"   Frejat/Cazuza 2:14
11. "Por Que A Gente É Assim?"   Frejat/Ezequiel Neves/Cazuza 3:06
12. "Preciso Dizer Que Te Amo"   /Cazuza/Bebel Gilberto 4:00
13. "Mal Nenhum"   Cazuza/Lobão 4:34
14. "Pro Dia Nascer Feliz"   Frejat/Cazuza 4:10

Referências

  1. VENENO ANTIMONOTONIA (em português). UOL CliqueMusic. Página visitada em 12 de janeiro de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Cássia Eller é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.