Cássia Eller (álbum 1994)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cássia Eller
Álbum de estúdio de Cássia Eller
Lançamento 1994
Gênero(s) Rock
Duração 48:58
Formato(s) LP, CD
Gravadora(s) PolyGram
Cronologia de Cássia Eller
Último
Último
O Marginal
(1992)
Cássia Eller Ao Vivo
(1996)
Próximo
Próximo
Singles de Cássia Eller
  1. "Malandragem"
    Lançamento: 1994
  2. "ECT"
    Lançamento: 1994
  3. "Coroné Antonio Bento"
    Lançamento: 1994
  4. "Lanterna dos Afogados"
    Lançamento: 1994
  5. "1º de Julho"
    Lançamento: 1994

Cássia Eller é um álbum da cantora brasileira Cássia Eller, lançado em 1994.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Cássia Eller foi gravado no estúdio pessoal de Guto Graça Mello, sem que a PolyGram soubesse. Isso aconteceu porque a cantora, após o pouco sucesso comercial de seus dois primeiros trabalhos (Cássia Eller e O Marginal), estava decidida a pedir demissão, desanimada com tal situação. O disco foi o primeiro gravado após o nascimento de Chicão, filho de Cássia. Segundo Guto, "ela parava as gravações pra amamentar o filho, até que o álbum ficou pronto". A influência de Chicão, porém, foi enorme. Segundo Maria Eugênia, companheira de Cássia, ele gostava de ouvir o disco Verde, Anil, Amarelo, Cor-de-Rosa e Carvão, da cantora Marisa Monte, o que acabou por inspirar Cássia na seleção do repertório e na gravação. Uma vez apresentado à gravadora, Cássia Eller foi imediatamente aprovado. [2]

Este foi, segundo Cássia, seu primeiro disco com um trabalho de pré-produção. Inicialmente, a pretensão era de que o novo álbum tivesse apenas regravações, mas algumas faixas inéditas (como os grandes sucessos "Malandragem" e "ECT") acabaram fazendo parte do repertório final. Destaca-se a canção inicial, "Partners", que entrou na trilha sonora da telenovela Pátria Minha, e apresentava diferenças na letra e no ritmo com relação à versão original, gravada pelo grupo RPM nos anos 1980.

Foi o primeiro disco de Cássia Eller a ultrapassar as 100 mil cópias vendidas, além de ser o último lançado em LP, com uma tiragem limitada. Hoje em dia, é difícil encontrar tais unidades, se comparado aos discos anteriores da cantora, que tiveram maior difusão neste formato.

Faixas[editar | editar código-fonte]

LP/K7/CD
Lado A
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Partners"   Paulo Ricardo/Paulo P.A. Pagni/Luiz Schiavon 4:25
2. "Malandragem"   Cazuza/Roberto Frejat 4:10
3. "E.C.T."   Nando Reis/Marisa Monte/Carlinhos Brown 3:48
4. "Try A Little Tenderness"   Harry Woods/Jimmy Campbell/Reg Conelly 4:18
5. "1º de Julho"   Renato Russo 4:30
6. "Na Cadência do Samba"   Ataulfo Alves/Paulo Gesta 3:15
Lado B
N.º Título Compositor(es) Duração
7. "Lanterna dos Afogados"   Herbert Vianna 3:25
8. "Coroné Antonio Bento"   Luiz Wanderley/João do Vale 3:19
9. "Metrô Linha 743"   Raul Seixas 2:52
10. "Socorro"   Arnaldo Antunes/Alice Ruiz 4:20
11. "Blues do Iniciante"   Roberto Frejat//Guto Goffi/Maurício Barros/Cazuza 4:01
12. "Música Urbana 2"   Renato Russo 3:14
13. "Pétala"   Djavan 3:09
Duração total:
48:58

Partipações Especiais[editar | editar código-fonte]

Banda[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. CÁSSIA ELLER (em português) UOL CliqueMusic.. Página visitada em 12 de janeiro de 2012.
  2. Tímida, Rebelde, Inimitável (em português) Rolling Stone.. Página visitada em 11 de fevereiro de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Cássia Eller é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.