Vetões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Altar de Ulaca

Os Vetões foram um dos povos celtas pré-romanos da península Ibérica (a romana Hispânia, atualmente Espanha e Portugal), que habitam na parte noroeste da Meseta, a alta planície do planalto central da Península Ibérica, região onde atualmente se situam as províncias espanholas de Ávila e Salamanca, assim como partes de Zamora, Toledo, Cáceres, e também as zonas fronteiriças do moderno território português. Autores romanos reconheceram a coesão das especificidades culturais e as chamada tribo dos Vetões. Alguns de seus legados mais notáveis incluem hoje os berrões, que são marcadores de pedra em forma de animal, de que é exemplo a famosa Porca de Murça, de uso desconhecido; e possivelmente o jogo de calva, que data do momento da sua influência.

Eles não devem ser confundidos com os Vetoneses, nome dado aos habitantes de Vetona (hoje Bettona Úmbria).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre etnologia ou grupos étnicos é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História da península Ibérica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.