Via metabólica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em bioquímica, uma via metabólica é uma série de reações químicas onde uma reação fornece o substrato da reação seguinte sendo a reação seguinte dependente da anterior e em cada via deve haver no mínimo uma reação irreversível, se não houver essa etapa irreversível a via é considerada um ciclo fútil onde só há dissipação de energia. Em cada via, um composto químico é modificado por reações químicas. Estas reações são aceleradas por enzimas. Minerais, vitaminas e outros cofatores são muitas vezes necessários para que a enzima execute a sua atividade. Muitas vias são complexas. Várias vias metabólicas formam uma rede metabólica. As vias são necessárias para que o organismo mantenha a sua homeostase. Toda via possui uma etapa limitante, que é a reação mais lenta do processo.

O metabolismo é a modificação passo a passo da molécula inicial, com vista a modificá-la até um outro produto. O resultado pode ser utilizado de diversas formas:

  • Armazenando na célula.
  • Uso imediato, como produto metabólico.
  • Dar início a outra via metabólica.

As vias metabólica podem ser em cíclicas,quando os produtos são consumidos na própria via e o produto final é o próprio substrato inicial, ou linear, possui um substrato inicial e um produto final diferentes, com produtos e substratos que podem ser utilizados em outras reações. E podem ser divididas quanto sua função em catabólicas (transforma um substrato em um produto por meio de degradação de moléculas,geralmente liberando mais energia do que consumindo) anabólicas (tem como objetivo a síntese de várias biomoléculas, geralmente consumindo mais energia do que liberando) e anfipáticas (funcionam tanto na degradação quanto na síntese das moléculas.

Um exemplo de via metabólica é a Glicólise.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.