"Still Life" (American Concert 1981)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
“Still Life” (American Concert 1981)
Álbum ao vivo de The Rolling Stones
Lançamento 1º de junho de 1982
Gravação novembro a dezembro de 1981
Gênero(s) Rock, Blues Rock
Duração 40:08
Gravadora(s) Rolling Stones Records
Produção The Rolling Stones, Glyn Johns
Cronologia de The Rolling Stones
Tattoo You
(1981)
Undercover
(1983)


'"Still Life" (American Concert 1981)' é o quarto álbum ao vivo da banda britânica de Rock and Roll The Rolling Stones, lançado em 1982. Gravado durante a última parte da excursão americana da banda em 1981, foi lançado durante a turnê européia, no verão seguinte, em 1982..

Lançamento e recepção[editar | editar código-fonte]

“Still Life” foi produzido com o fim de reproduzir os melhores momentos da American Tour 1981, a qual entraria pra história como uma das melhores da história da banda, além de dar início a um novo tipo de shows, com palcos gigantescos, e duração de até 3 horas, algo inovador e que se tornaria um modelo copiado à exaustão pelos grandes músicos pop internacionais a partir de então.

A banda havia atingido o auge novamente, após o enorme sucesso de crítica e público dos recentes álbuns Some Girls, Emotional Rescue e Tattoo You, compostos por sucessos como Miss You, She So Cold e Start Me Up. Nessa enorme turnê, os Stones fizeram dezenas de shows por várias cidades americanas, lotando estádios e arenas, com uma arrecadação milionária,e atingindo novo ápice de prestígio tanto entre os velhos roqueiros como quanto com a nova geração.

As músicas foram gravadas em shows esparsos ocorridos em 5, 6 e 25 de novembro, e em 13, 18 e 19 de dezembro de 1981. A edição de estúdio ocorreu entre março e abril de 1982.

Os shows refletiam o bom momento vivido pelos membros da banda, com Keith Richards controlando enfim seu destrutivo vício em drogas, e Mick Jagger, já quarentão, demonstrando muito vigor físico e absoluto domínio de palco. O sucesso desta turnê também levou o diretor cinematográfico Hal Ashby a gravar durante seus shows e lançar o filme Let's Spend the Night Together, o qual também conseguiu uma boa bilheteria nos cinemas em 1982.

O fim das turnês americana e européia marcaram também o fim da boa fase entre os membros da banda, sendo procedida por uma tensão crescente entre Jagger e Richards a partir daí; o vício em drogas de Charlie Watts, que cresceria em níveis prejudiciais à sua qualidade e produção artística nos próximos anos; e o desejo manifestado a partir de então por Bill Wyman a seus companheiros em se aposentar dos palcos, o qual só cresceria no decorrer da década; foram todos estes fatores os quais iriam prejudicar a criatividade e qualidade das composíções da banda a partir de então, e até, quase levá-la à separação nos anos seguintes.

O álbum foi precedido pelo single "Going to a Go-Go", um cover da banda The Miracles, o qual se tornou um hit Top 30 no Reino Unido e Estados Unidos. O álbum ainda gerou mais um single para tocar nas rádios, "Time Is on My Side".

"Still Life" foi um sucesso comercial, atingindo a 4ª posição entre os álbuns mais vendidos no Reino Unido e a 5ª posição nos Estados Unidos. No entanto, a crítica especializada da época, criticou negativamente o resultado final do álbum, ouvindo nele um som muito polido, limpo, sem arestas e outras características típicas das músicas ao vivo dos Stones. Também foi muito criticada a edição feita na música "Just My Imagination (Running Away with Me)", cortando boa parte da gravação original.

A capa do álbum é uma pintura feita pelo artista japonês Kazuhide Yamazaki, cujo trabalho inspirou a cenografia da turnê. Em 1998, "Still Life" (Concert americana 1981) foi remasterizado e reeditado pela Virgin Records, e novamente, em 2010 pela Universal Music. Foi lançado em SHM-SACD em 2011 pela Universal Music Japan.

Faixas[editar | editar código-fonte]

lado “A”
  1. Intro: "Take the 'A' Train" (Billy Strayhorn) – 0:27 (Performed by Duke Ellington and His Orchestra)
  2. "Under My Thumb" – 4:18
  3. "Let's Spend the Night Together" – 3:51
  4. "Shattered" – 4:11
  5. "Twenty Flight Rock" (Eddie Cochran/Ned Fairchild) – 1:48
  6. "Going to a Go-Go" (William Robinson/Warren Moore/Robert Rogers/Marvin Tarplin) – 3:21
Lado “B”
  1. "Let Me Go" – 3:37
  2. "Time Is on My Side" (Norman Meade) – 3:39
  3. "Just My Imagination (Running Away with Me)" (Norman Whitfield/Barrett Strong) – 5:23
  4. "Start Me Up" – 4:21
  5. "(I Can't Get No) Satisfaction" – 4:24
  6. Outro: "Star Spangled Banner" (tradicional) – 0:48 ( por Jimi Hendrix, em Woodstock)



Paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Parada Posição
1982 UK Albums Chart 4
1982 Billboard Pop Albums 5