38628 Huya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Huya
38628 Huya.png
Concepção artística de 38628 Huya
Número 38628
Data da descoberta 10 de março de 2000
Descoberto por Ignacio Ferrin
Categoria Transnetuniano
Plutino[1]
Elementos orbitais[3]
Semieixo maior 39,557 UA
Perélio 28,533 UA
Afélio 50,581 UA
Excentricidade 0,279
Período orbital 89892,60 d (246,11 a)
Anomalia média 354,820°
Inclinação 15,5º
Longitude do nó ascendente 169,392°
Argumento do periastro 68,006°
Satélites S/2012 (38628) 1 (210±30 km)[2]
Características físicas
Dimensões 438,7+26,5−25,2[4] km ou 466[5] km
Massa ~8×1019 kg
Densidade média 2,0 g/cm3
Gravidade à superfície ~0,11 m/s2
Velocidade de escape ~~0,22 km/s
Período de rotação 0,563[3] d
Classe espectral B-V=0,95 ± 0,05; V-R=0,57 ± 0,09[4]
Magnitude absoluta 4,9 ou 5,14 ± 0,07[4]
Albedo 0,081 ± 0,011[4]

38628 Huya (designação provisória 2000 EB173) é um objeto transnetuniano da classe plutino.[1] Ele possui uma magnitude absoluta de 4,9[6] ou 5,14 ± 0,07[4] e tem um diâmetro estimado com 466 quilômetros.[5] Porém, em 2007 o Telescópio Espacial Spitzer estimou um diâmetro de 532 ± 25 km.[7] Em 2012 observações com o Observatório Espacial Herschel estimaram um tamanho menor de 438,7+26,5−25,2 km.[4] O astrônomo Mike Brown lista este corpo celeste em sua página na internet como um candidato a possível planeta anão.[8]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

38628 Huya foi descoberto no dia 10 de março de 2000 pelo astrônomo Ignacio Ferrin.[6][3]

Órbita[editar | editar código-fonte]

A órbita de 38628 Huya tem uma excentricidade de 0,279 e possui um semieixo maior de 39,557 UA. O seu periélio leva o mesmo a uma distância de 28,533 UA em relação ao Sol e seu afélio a 50,581 UA.[6]

Satélite[editar | editar código-fonte]

Em 12 de julho de 2012 foi anunciada na IAUC 9253 a descoberta de um satélite orbitando Huya. Que foi descoberto por K. S. Noll, W. M. Grundy, H. Schlichting, R. Murray-Clay, and S. D. Benecchi a partir de observações realizadas pelo Telescópio Espacial Hubble obtidos em 6 de maio de 2012, confirmado em outras imagens feitas pelo Telescópio Espacial Hubble a partir de 30 de junho - 1 de julho de 2012. Ele, o S/2012 (38628) 1, tem um diâmetro estimado de 210 ± 30 km e uma separação de 1800 km do primário.[2]

Referências

  1. a b «MPEC 2009-C70 :Distant Minor Planets (2009 FEB. 28.0 TT)». Minor Planet Center. 10/02/2009. Consultado em 24/03/2009. 
  2. a b «ohnstonsarchive» (em inglês). Consultado em 13 de maio de 2014. 
  3. a b c «JPL Small-Body Database Browser: 38628 Huya (2000 EB173)». Jet Propulsion Laboratory. Consultado em 27 de agosto de 2011. 
  4. a b c d e f Mommert, M.; Harris, A. W.; Kiss, C.; Pál, A.; Santos-Sanz, P.; Stansberry, J.; Delsanti, A.; Vilenius, E.; et al. (2012). «TNOs are cool: A survey of the trans-Neptunian region V. Physical characterization of 18 Plutinos using Herschel-PACS observations». Astronomy & Astrophysics [S.l.: s.n.] 541: A93. arXiv:1202.3657. Bibcode:2012A&A...541A..93M. doi:10.1051/0004-6361/201118562. 
  5. a b «List of Known Trans-Neptunian Objects» (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2015. 
  6. a b c «List Of Transneptunian Objects» (em inglês). Minor Planet Center. Consultado em 29 de maio de 2015. 
  7. John Stansberry, Will Grundy, Mike Brown, Dale Cruikshank, John Spencer, David Trilling, Jean-Luc Margot (2007). «Physical Properties of Kuiper Belt and Centaur Objects: Constraints from Spitzer Space Telescope». University of Arizona, Lowell Observatory, California Institute of Technology, NASA Ames Research Center, Southwest Research Institute, Cornell University [S.l.: s.n.] arXiv:astro-ph/0702538. 
  8. «How many dwarf planets are there in the outer solar system? (updates daily)» (em inglês). Consultado em 29 de maio de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


38626 2000 EZ97 | 38627 2000 EV119 | 38628 Huya | 38629 2000 ER173 | 38630 2000 GA93