Ah fei zing zyun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de A Fei Zheng Chuan)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde março de 2018).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição.

Este artigo está para revisão desde março de 2018.

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ah fei zing zyun
País Hong Kong
Lançamento 1991, 4 de junho de 1998
Diretor(a) Wong Kar-Wai
Prêmios recebidos Prêmio Cinematográfico de Hong Kong para Melhor Filme


Ah fei zing zyun (阿飛正傳, Āfēi zhèngzhuàn em mandarim; br: Dias Selvagens}}) é um filme honconguês, dirigido e escrito por Wong Kar-Wai e lançado em 1990.

Estrelado por alguns dos mais conhecidos atores e atrizes de Hong Kong, includindo Leslie Cheung, Andy Lau, Maggie Cheung, Carina Lau, Jacky Cheung e Tony Leung Chiu-Wai, o filme marcou também a primeira colaboração entre o realizador Wong Kar-Wai e o diretor de fotografia Christopher Doyle.

Segundo longa-metragem de Kar-Wai, é também visto de certa forma como a primeira parte de uma trilogia informal que ainda inclui Amor à Flor da Pele e 2046[1] e inspirado livremente no romance Boquinhas Pintadas, do escritor Manuel Puig.[2]

Foi premiado no Festival de Cinema de Hong Kong de 1991 nas categorias Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator (Leslie Cheung), Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ambientado na década de 1960, Yuddy (Leslie Cheung) é um jovem que descobriu recentemente que a mulher que o criou, uma prostituta, não é sua mãe biológica.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.
Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. Bruno Yutaka Saito (13 de setembro de 2009). «No universo onírico de Kar-wai». Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
  2. Cássio Starling Carlos (5 de janeiro de 2007). «Estréia a "pedra fundamental" de Kar-wai». Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de fevereiro de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme de Hong Kong é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Under construction icon-yellow.svg
Este artigo carece de caixa informativa ou a usada não é a mais adequada. Foi sugerido que adicionasse esta.