Akşehir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Turquia Akşehir

Filomélio, Filomélion, Philomelium, Ak-Shehr

 
—  Distrito (ilçe)  —
Türbe (mausoléu) de Nasrudin em Akşehir
Türbe (mausoléu) de Nasrudin em Akşehir
Distritos da província de Konya
Distritos da província de Konya
Akşehir está localizado em: Turquia
Akşehir
Localização de Akşehir na Turquia
Coordenadas 38° 21' N 31° 25' E
Região Anatólia Central
Província Konya
Administração
 - Governador (kaymakam) Ahmet Katırcı
 - Prefeito (belediye başkanı) Mustafa Baloğlu (AKP, 2007)[1]
Área [2]
 - Distrito (ilçe) 816 km²
População (2009)[3]
 - Distrito (ilçe) 95 889
    • Densidade 117,51/km2 
 - Urbana 61 196
Fuso horário EET (UTC+2)
 - Horário de verão EEST (UTC+3)
Código postal 42xxx
Prefixo telefónico 0332
Sítio Governo distrital: www.aksehir.gov.tr
Prefeitura: www.aksehir.bel.tr

Akşehir, a antiga Filomélio (em latim: Philomelium, em grego: Φιλομήλιο, Filomélion) é uma cidade e distrito (em turco: iller) da Turquia que faz parte da província (ilçe) de Konya e da região de Anatólia Central (İç Anadolu Bölgesi). Em 2009, a população do distrito era de 95 889 habitantes, dos quais 61 196 residiam na capital.[3]

A cidade encontra-se nos limites de uma planície fértil, no lado norte da cordilheira Sultandağ.[4]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Akşehir significa cidade (şehir) branca (ak) em turco. Şehir deriva da palavra persa shahr que significa igualmente cidade. Além dos nomes de origem grega e latina Filomélion, Philomelium e Filomélio, são ou foram usadas as seguintes grafias ou transliterações para além da oficial: Ak-Shehr, Ak-Shahr, Akshehr, Akshahr, Akshehir e Aqshahr.

História[editar | editar código-fonte]

Filomélio foi provavelmente fundada por gente de Pérgamo, na importante estrada que ligava Éfeso ao oriente.[4] O martírio de São Policarpo de Esmirna é descrito numa carta enviada pela Igreja de Esmirna à Igreja de Filomélio.[5] Alguma da correspondência de Cícero foi escrita em Filomélio, quando ele viajava para a Cilícia.[4]

A partir do século XII, aquando da expansão do Império Seljúcida, a cidade teve um papel importante nas guerras fronteiriças entre o Império Bizantino e o Sultanato de Rum, tornando-se uma importante cidade seljúcida. No século XIV foi integrada no Império Otomano. Segundo Ali de Yazd, o sultão Bayezid I morreu na cidade em 1403, depois de ter sido derrotado em Angorá.[4]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Entre os locais mais famosos da cidade destacam-se o alegado túmulo de Nasrudin (ou Nasreddin Hodja),[6] figura humorística popular de histórias medievais ligadas ao Sufismo, o edifício que serviu de quartel-general do Exército Turco durante a última fase da Guerra Greco-Turca de 1919-1922.[7] A cidade conserva numerosas casas de arquitetura tradicional otomana, o que, juntamente com outros monumentos constituem o rico património arquitetónico que justifica Akşehir fazer parte da Associação Europeia de Cidades e Regiões Históricas (EAHTR), uma organização sedeada em Norwich, Inglaterra, fundada pelo Congresso dos poderes locais e regionais do Conselho da Europa.[8]

Todos os anos, entre 5 e 10 de julho, decorrem comemorações em honra do residente mais famoso de Akşehir, Nasrudin Hodja, que incluem concertos e outras atividades culturais e sociais.

Personalidades de Akşehir[editar | editar código-fonte]

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Akşehir Belediyesi». www.yerelnet.org.tr (em turco). YerelNET. Consultado em 2010-07-03. 
  2. «Districts of Turkey». www.statoids.com (em inglês). Administrative Divisions of Countries ("Statoids"). 2 de fevereiro de 2008. Arquivado desde o original em 26 de maio de 2010. Consultado em 26 de maio de 2010. }
  3. a b «Address based population registration system (ABPRS) database (2009)». www.tuik.gov.tr (em inglês). TURKSTAT. Consultado em 2010-07-03. 
  4. a b c d «Ak-Shehr». www.1911encyclopedia.org (em inglês). LoveToKnow Classic Encyclopedia baseada na Encyclopædia Britannica (edição de 1911). Arquivado desde o original em 2010-03-07. Consultado em 2010-03-07. 
  5. Knight, Kevin (2009). «Philomelium». www.newadvent.org (em inglês). Nova Iorque: Robert Appleton Company, New Advent Catholic Encyclopedia. Arquivado desde o original em 2010-03-07. Consultado em 2010-03-07. 
  6. a b «Life of Nasreddin Hoca» (em inglês). Ministério do Turismo da Turquia. www.kultur.gov.tr. Consultado em 2010-07-03. 
  7. «Konya - Akşehir Museums» (em inglês). Ministério do Turismo da Turquia. www.kultur.gov.tr. Consultado em 2010-07-03. 
  8. «Association of Historic Towns of Turkey» (DOC). www.historic-towns.org (em inglês). European Association of Historic Towns and Regions. Consultado em 2010-06-20. 
  9. Site oficial de Lütfi Kibiroğlu (em turco)


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Turquia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Akşehir