Andreas Mogensen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Andreas Mogensen

Astronauta da ESA
Nacionalidade Dinamarca dinamarquês
Nascimento 1 de abril de 1973 (43 anos)
Copenhague, Dinamarca
Tempo no espaço 9d 20h 14min
Missões Soyuz TMA-18M
Insígnia da missão Soyuz-TMA-18M-Mission-Patch.png

Andreas Enevold Mogensen (Copenhague, 1 de abril de 1973) é um astronauta dinamarquês, o primeiro de seu país, formado pela Agência Espacial Europeia, como parte do programa IRISS – Iris, deusa mensageira dos deuses + ISS, o acrônimo em inglês da estação espacial internacional.[1] um programa de dez dias no espaço para estudos científicos programados por cientistas europeus, centrados em tecnologia de ponta.[1]

Após completar os estudos na Escola Internacional de Copenhague, em 1995, Mogensen mudou-se para o Reino Unido, onde fez um mestrado em engenharia aeronáutica no Colégio Imperial de Londres, em 1999. Em 2007 recebeu o título de Ph.D. em engenharia aeroespacial pela Universidade do Texas, em Austin. Ali, defendeu uma tese sobre técnicas de navegação para se chegar ao planeta Marte [2] .

Ao longo de sua vida, chegou a morar em diferentes lugares como Tailândia, Cingapura, Reino Unido, Portugal, trabalhando para um instituto de robótica, Alemanha, Congo, trabalhando para a Schlumberger, uma indústria petrolífera, Califórnia e Texas. [2] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Mogensen foi selecionado como astronauta em 20 de maio de 2009, tornando-se membro da terceira turma de astronautas da ESA, turma esta composta por seis membros, sendo dois da Itália (Luca Parmitano e Samantha Cristoforetti), um do Reino Unido (Timothy Peake), um da França (Thomas Pesquet), um da Alemanha (Alexander Gerst) e ele próprio, o primeiro da Dinamarca. Como todos os demais membros da turma, Mogensen iniciou em 1 de setembro de 2009 os treinos básicos.[3] Em novembro de 2010 foi qualificado como astronauta, o primeiro de seu país, integrante da "Classe de 2009". [2]

Cinco anos depois foi lançado em sua primeira missão ao espaço, em 2 de setembro de 2015, a bordo da nave Soyuz TMA-18M, do Cosmódromo de Baikonur, no Casaquistão, junto dos cosmonautas Sergei Volkov e Aidyn Aimbetov, este também o primeiro cosmonauta do Casaquistão, para os dez dias da missão IRISS, na ISS.[4] Retornou em 11 de setembro, depois de realizar várias experiências científicas, a bordo da Soyuz TMA-16M, acoplada na ISS desde 28 de março, pousando às 00:51 UTC de 12 de setembro (06:51 hora local) a sudeste da remota cidade de Dzhezkazgan, no Casaquistão, onde ele e os demais tripulantes, o comandante Gennady Padalka e o cosmonauta casaque Aimbetov, foram recolhidos pela equipe de apoio em terra.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Iriss data». ESA. Consultado em 3 September 2015. 
  2. a b c Lightsey. [1]
  3. «ESA Group 3». Spacefacts. Consultado em 3 September 2015. 
  4. «Three Space Station Crews to Answer Media Questions from Orbit». NASA. Consultado em 2 September 2015. 
  5. «Three Soyuz Crew Members Wrap Up Mission on Space Station». NASA. Consultado em 14 September 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]