Atlético Clube Izabelense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Izabelense
ACIzabelense.png
Nome Atlético Clube Izabelense
Alcunhas Frangão da Estrada
Torcedor/Adepto Colorado
Mascote Frango
Fundação 26 de abril de 1924 (95 anos)
Estádio Edilson Abreu
Capacidade 3.400
Localização Santa Izabel do Pará, PA
Presidente Milton Takumi Yamada
Treinador Lecheva [1]
Patrocinador Prefeitura Municipal de Santa Izabel do Pará
Tratopeças
Americano
Supermercados Paraense
Agrohouse
Competição Campeonato Paraense
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Atlético Clube Izabelense é um clube brasileiro de futebol, da cidade de Santa Izabel do Pará, no estado do Pará. Foi fundado em 26 de abril de 1924. As suas partidas são mandadas no Estádio Edilson Abreu.[2]

História[editar | editar código-fonte]

O Izabelense foi fundado em 26 de abril de 1924 em Santa Izabel do Pará, por um grupo de amigos que praticavam suas peladas em um campinho ao lado da capela, hoje a Igreja Matriz. Um dos incentivadores para a fundação foi Manoel Ernestino da Silva, o mestre Silva, que também fora atleta, diretor e treinador. O clube possui estádio próprio, sendo este o Edilson Abreu (conhecido como "Abrelzão"), construído em uma área consignada ainda no período de sua criação, junto à prefeitura de Belém (à época, Santa Izabel era um distrito da capital paraense).[2]

O clube teve grandes beneméritos em toda a sua existência, como José Pedro de Almeida Campos, Lisis Bittencourt, Bento Lima, Jairo Pereira e Edilson Abreu, que deixaram a marca de zelo e dedicação às cores alvirrubras. Com o desaparecimento e afastamento de muitos desses abnegados, o clube hoje se ressente de uma boa organização administrativa, para que volte a fazer boas campanhas na elite do estadual como outrora. Ainda em sua fase amadora, foi o primeiro campeão da Copa do Interior, em 1964, torneio promovido pela então Federação Paraense de Desportos.[2]

Nas décadas de 1980 e de 1990, o Izabelense fez suas melhores campanhas no estadual (em 1981 foi o segundo colocado no quadrangular final e quarto colocado na classificação geral, somando-se todas as fases em disputa),[3][4] incluindo a sua primeira participação no Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão (à época conhecida como Taça de Bronze),[5] se colocando em sexto lugar dos 24 participantes, com nove pontos ganhos, figurando a frente de clubes mais tradicionais como Figueirense e o Moto Clube.[6]

Participou novamente da Terceira Divisão Nacional em 1992, ficando com a 24ª posição dentre os trinta e um participantes. No certame estadual do mesmo ano, o Izabelense ficou com a terceira colocação, atrás apenas dos dois grandes times do estado (Paysandu e Remo), igualando a sua melhor campanha na história do Campeonato Paraense (tal como ocorrera em 1982).[7][8]

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Depois de anos afastado da fase principal do estadual, em 2005 o Izabelense foi vice campeão da "segundinha" (apelido dado à Segunda Divisão do Campeonato Paraense), sendo promovido para disputar a fase inicial da elite estadual e assim concorrer por uma das vagas na mesma (que não disputava desde 1993).[9] Na temporada seguinte, a equipe adentrou na fase preliminar da Primeira Divisão local (no total de dez participantes), que valia continuidade na disputa da competição para os quatro primeiros colocados. Entretanto, a última posição rebaixou o clube.[10]

No ano de 2010, a torcida compareceu em peso aos jogos do clube, período no qual criaram o movimento "Vamos Voltar Frangão". Entretanto, o clube acabou sendo eliminado pelo Parauapebas na disputa da Segunda Divisão Paraense do referido ano.[11]

Em 2015, a equipe acabou tendo uma fraca campanha, a qual não acabou passando da primeira fase.[12] Na temporada de 2017, o Izabelense esteve próximo do retorno para a elite paraense após 24 anos, quando chegou às semi-finais da Segunda Divisão estadual e acabou eliminado pelo Parauapebas.[13]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Participações[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Temporadas do Izabelense
Participações em 2019
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Pará Primeira Divisão 16 3º colocado (1982 e 1992)[7][8] 1980 2015 2
Segunda Divisão 21 Vice-campeão (2005) 1997 2018 2
Brasil Série C 2 6º colocado (1981)[6] 1981 1992

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Atlético Clube Izabelense
Torneio Campeão Vice-campeão Terceiro colocado Quarto colocado
Pará Campeonato Paraense 0 (não possui) 0 (não possui) 2 vezes (1982) e (1992) 5 vezes (1980), (1981), (1983), (1984) e (1991)
Pará Segunda Divisão 0 (não possui) 1 vez (2005) 2 vezes (2006) e (2012) 2 vezes (2009) e (2014)

Títulos[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Estaduais de base
Competição Títulos Temporadas
Pará Campeonato Paraense Sub-20 1 2010
Pará Campeonato Paraense Sub-15 1 2016[14]

Futsal[editar | editar código-fonte]

Estaduais de Futsal
Competição Títulos Temporadas
Pará Campeonato Paraense de Futsal 1 2008

Outras competições[editar | editar código-fonte]

  • Campeão Municipal: 1964, 1965 e 1966.

Ranking da CBF[editar | editar código-fonte]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol que pontua todos os times do Brasil.

  • Posição: 215º
  • Pontuação: 11 pontos
  • Região Norte: 18º
  • Estadual: 7º

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Lecreva é anunciado como treinador do Izabelense para a Segundinha». Diário Online. 16 de agosto de 2018. Consultado em 6 de setembro de 2018 
  2. a b c Rodrigues, Gerson (25 de setembro de 2013). «Equipes | Izabelense/PA [BRA]». futebolnacional.com.br. Futebol nacional. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  3. Alexander Rivera, Guillermo (11 de abril de 2010). «Pará State League 1981». www.rsssfbrasil.com (em inglês). Consultado em 12 de outubro de 2018 
  4. Rodrigues, Gerson (24 de junho de 2010). «Campeonato Paraense 1981». futebolnacional.com.br. Futebol Nacional. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  5. «Série C 1981 - Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol». www.quadrodemedalhas.com. Quadro de Medalhas | O site dos esportes. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  6. a b «Campeonato Brasileiro - Série C 1981». www.bolanaarea.com. Bola na Área. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  7. a b Alexander Rivera, Guillermo (11 de abril de 2010). «Pará State League 1982». www.rsssfbrasil.com (em inglês). RSSSF Brazil. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  8. a b Alexander Rivera, Guillermo (12 de junho de 2011). «Pará State Championship 1992». www.rsssfbrasil.com (em inglês). RSSSF Brazil. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  9. R. Andrade Silva, André Luiz (12 de abril de 2006). «Pará State League (2nd Level) 2005». www.rsssfbrasil.com (em inglês). RSSSF Brazil. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  10. Andrade Silva, André Luiz (22 de novembro de 2008). «Pará State 2006». www.rsssfbrasil.com (em inglês). RSSSF Brazil. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  11. «Campeonato Paraense - Segunda Divisão 2010». www.bolanaarea.com. Bola na Área. Consultado em 16 de janeiro de 2019 
  12. Rodrigues Magalhães, Gerson (3 de maio de 2015). «Pará State League 2015». www.rsssfbrasil.com (em inglês). RSSSF Brazil. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  13. «Após 24 anos, Izabelense tem chance de voltar à elite do Parazão». Globoesporte. GE - Paraense Segunda Divisão. 24 de novembro de 2017. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  14. «CAMPEONATO PARAENSE DE FUTEBOL SUB-15/2016». Federação Paraense de Futebol. 8 de abril de 2016. Consultado em 30 de dezembro de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.