Benito Gama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Benito da Gama Santos (Ituaçu, 29 de agosto de 1948) é um político brasileiro e deputado federal por quatro legislaturas até 2002.[1][2] É o atual presidente nacional (em exercício) do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB).[3] Em 2013, foi nomeado vice-presidente de Governo do Banco do Brasil.[4]

Em abril de 2017 votou a favor da Reforma Trabalhista.[5] Em agosto de 2017 votou a favor do presidente Michel Temer, no processo em que se pedia abertura de investigação, e que poderia afastá-lo da presidência da república. O voto do deputado ajudou a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[6]

Referências

  1. «Benito Gama exalta espírito democrático da Câmara». Jornal da Câmara dos Deputados. 19 de dezembro de 2002. Consultado em 23 de janeiro de 2012 
  2. Diêgo Gomes (14 de abril de 2010). «Com riscos de não ser eleito Benito Gama pede apoio». Tribuna da Conquista. Consultado em 23 de janeiro de 2012 
  3. Executiva Nacional do PTB - Partido Trabalhista Brasileiro - 14
  4. «O baiano Benito Gama toma posse como novo vice-presidente de Governo do Banco do Brasil»  acessado em 11 de junho de 2013.
  5. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  6. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.