Beriev Be-30

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Be-30
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião comercial regional
País de origem  União Soviética
Fabricante Beriev
Período de produção 1968-1976
Quantidade produzida 8
Primeiro voo em 3 de março de 1967 (51 anos)
Tripulação 2
Passageiros 14 a 16 passageiro(s)
Carga útil 1 500 kg (3 310 lb)
Especificações (Modelo: Be-30)
Dimensões
Comprimento 15,7 m (51,5 ft)
Envergadura 17 m (55,8 ft)
Altura 5,52 m (18,1 ft)
Área das asas 32  (344 ft²)
Alongamento 9
Peso(s)
Peso vazio 3 607 kg (7 950 lb)
Peso máx. de decolagem 5 860 kg (12 900 lb)
Propulsão
Motor(es) 2x turboélices Glushenkov TVD-10
Potência (por motor) 950 hp (708 kW)
Performance
Velocidade máxima 480 km/h (259 kn)
Velocidade de cruzeiro 460 km/h (248 kn)
Alcance (MTOW) 1 300 km (808 mi)

O Beriev Be-30 (designação OTAN "Cuff"[1]) é um avião comercial e de transporte utilitário russo projetado pela Beriev. Foi desenvolvido especificamente para voos domésticos da Aeroflot utilizando pistas de grama. Também foi projetado para ser utilizado como aeronave de transporte leve, observação aérea e voos aeromédicos. Competia diretamente com o Antonov An-28 e o checoslovaco LET L-410.

Projeto e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O projeto original possuía motores interconectados, para que no caso da falha de um destes, o motor remanescente girasse ambas as hélices. Entretanto, esta característica não foi implantada na versão de produção.

O primeiro protótipo voou pela primeira vez em 3 de Março de 1967, equipado com motores a pistão Shvetsov ASh-21, enquanto que o primeiro modelo de produção voou em 18 de Julho de 1968, usando o motor turboélice mais potente Glushenkov TVD-10. As primeiras entregas para a Aeroflot foram no meio do ano de 1969.[2]

O Be-30 foi projetado para dois tripulantes e com assentos que variavam de 14 (no Be-30) até o máximo de 17 (no Be-32) em duas fileiras. Os modelos executivos possuíam sete assentos. A configuração para voos aeromédicos podia acomodar nove macas, seis pacientes sentados e um médico.

Três Be-30 e cinco Be-32 foram produzidos no final da década de 1960 antes do programa ser concluído. No início dos anos 1990 um dos Be-32 originais foi convertido para um Be-32K e apresentou-se nos shows aéreos de Paris e de Dubai em 1993. Foi pintado nas cores da agora inexistente Moscow Airways que havia pedido 50 aeronaves mas encerrou as operações antes de qualquer um deles ser construído ou entregue.

Em Setembro de 1996 foi anunciado que o Be-32 seria produzido pela IAR na Romênia, mas estes planos foram negados posteriormente. Em 1998 foi dito que o Be-32K seria construído pela Taganrog Aviation, mas os testes ainda ocorriam em 1999. Aparentemente não houve progresso, e até onde se sabe, nenhuma aeronave foi fabricada desde os anos 1970.

Versões[editar | editar código-fonte]

  • Be-30 Protótipo, voou pela primeira vez em 3 de Março de 1967, motorizado com dois motores radiais a pistão com 550 kW (740 hp) modelo ASh-21. Capacidade de combustível 1,000 kg (2,204 lb).
  • Be-30: Modelo de produção
  • Be-30A: Versão de 'alta-densidade', com 21 a 23 assentos
  • Be-32: Versão melhorada apresentada pela primeira vez em 1993. Dois motores turboélice 754 kW (1011shp) Glushenkov (Omsk) TVD-10B.
  • Be-32K: Versão 'ocidentalizada' com dois motores turboélice de 820 kW (1100shp) modelo Pratt & Whitney PT6A-65B, com hélices Hartzell de passo variável. Capacidade de combustível 2250 L (594 USG)

Operadores[editar | editar código-fonte]

 União Soviética

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Parsch, Andreas; Aleksey V. Martynov (2008). «Designations of Soviet and Russian Military Aircraft and Missiles». Designation-Systems.net. Consultado em 13 de Abril de 2010 
  2. Green, William, The Observers Book of Aircraft, Frederick Warne & Co. Ltd, 1970. ISBN 0-7232-0087-4
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Beriev Be-30