Brandon Boyd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde março de 2008)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Brandon Boyd
Incubus - Rock in Rio Madrid 2012 - 29.jpg
Brandon Boyd em uma performance ao vivo
Informação geral
Nome completo Brandon Charles Boyd
Também conhecido(a) como The Invisible Floating Torso Man (Make Yourself)
Happy Knappy (Fungus Amongus)
Brandon of the Jungle (Enjoy Incubus)
Cornelius (S.C.I.E.N.C.E.)
Nascimento 15 de fevereiro de 1976 (42 anos)
Origem Van Nuys, California
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rock Alternativo
Metal Alternativo
Nu Metal
Indie Rock[1]
Instrumento(s) Vocal
Guitarra
Percussão
Didjeridu
Período em atividade 1991 - atualmente
Gravadora(s) Epic Records
Immortal Records
Sony Records
Afiliação(ões) Incubus
Sons of the Sea
Página oficial www.enjoyincubus.com

Brandon Charles Boyd (nascido a 15 de Fevereiro de 1976 em Van Nuys, Califórnia) é o vocalista da banda de rock alternativo Incubus.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Boyd se graduou na Calabasas High School em 1994, até se dedicar, integralmente, à banda.

Ele cresceu em Calabasas, Califórnia. Seus pais, Dolly e Charles, que também sempre foram ligados à área do entretenimento, notaram o seu lado artístico quando ele era ainda criança. Em sua família há muitas pessoas ligadas ao mundo da música, como seu irmão, Jason Boyd, vocalista da banda Audiovent.

Durante o colégio, juntou-se com Jose Pasillas, Mike Einziger e Alex Katunich para formar a banda Incubus. Quanto mais canções escreviam, mais reconhecida a banda se tornava pela vizinhança.

Mike Einziger deu a idéia de Incubus, palavra desconhecida tirada de um dicionário. Foi escolhida pois tinha a palavra sexo na definição.

Antes de ser o vocalista da banda Incubus, ele e José Pasillas, estudaram Arte, o que continua a ser um importante aspecto nas suas vidas.

Em 2003, Boyd escreveu seu primeiro livro chamado White Fluffy Clouds. Nele há mostras de seu trabalho relativo à Arte, à fotografia, letras de músicas da banda, além de escritas e pensamentos.

Sua publicação mais recente, From the Murks of the Sultry Abyss, atingiu as prateleiras em 2007.[3]

Boyd em 2012.

Literatura e arte[editar | editar código-fonte]

Brandon Boyd escreveu três livros. O primeiro, escrito em 2003, foi White Fluffy Clouds: Inspiração encontrada em frente. Foi publicado pela Endophasia Publications e é constituído principalmente por sua obra de arte, fotografias, letras de músicas do Incubus, e pensamentos adicionais. Suas publicações mais recentes incluem, From the Murks of the Sultry Abyss, também foi publicado pela Endophasia em 2007 e "So The Echo"[4] que foi publicado em janeiro de 2013 e consiste em sua arte a partir dos últimos 5 anos.

"So The Echo" tece visualmente os últimos cinco anos que Boyd passou aprimorando sua arte e talento, tanto em sua música e arte. Ele participou de diversos shows de grupos de arte, e assim usou sua arte como um meio para o ativismo ambiental

Nos últimos anos, Brandon Boyd tem focado em fazer fine art, especificamente pintura, e em 08 de setembro de 2008 celebrou a abertura da sua primeira exposição individual, intitulado "Ectoplasm", pelo Mr. MusicHead Gallery, em Los Angeles, Califórnia.

Caridade e ativismo[editar | editar código-fonte]

Na Primavera de 2011, Boyd usou sua criatividade e habilidades artísticas para fazer um grande mural, na Galeria Espaço Hurley, a fim de aumentar a consciência sobre plásticos de uso único e os seus efeitos nocivos sobre os oceanos do mundo.

Um crente firme em a oportunidade de "dar a volta", Brandon está envolvido com muitas organizações e causas de caridade, e em 2003, juntamente com seus companheiros de banda Incubus, fundou a 501(c)(3) organização sem fins lucrativos, 'The Make Yourself Foundtaion", que tem levantado mais de 1,4 milhões de dólares para várias causas filantrópicas tanto local como globalmente. Através desta organização, a banda tem levantado mais de US$ 2.000.000 com a ajuda de seus fãs doando dinheiro do mundo todo, e com esse dinheiro a organização concedeu financiamento da concessão para mais de 60 organizações sem fins lucrativos. Outra coisa que esta organização costuma fazer, é que vai proporcionar aos seus fãs chances de ter experiências maravilhosas, e de outra forma inatingíveis, e para conhecer e passar o tempo com Incubus. Mais recentemente, dois fãs foram levados para as antigas ruínas maias de Tikal National Park e foram capazes de fazer isso com a banda. A lista das organizações que 'The Make Yourself Foundation' deu subsídios para pode ser encontrada aqui. Brandon citou no website do "The Make Yourself Foundation' dizendo: "Às vezes eu tenho que me beliscar que estamos na posição em que estamos, para ser capaz de empurrar a mudança através da música e os sorrisos não forçados ou intimidados em ação, mas bem-vindos e convidados. abençoado!"[5]

Tatuagens[editar | editar código-fonte]

Brandon Boyd é conhecido também por suas inúmeras tatuagens. No braço, o conhecido mantra budista "Om Mani Padme Hum". Em seu antebraço, há um peixe desenhado pelo seu companheiro de banda José Pasillas. Nas costas, o All Seeing-Eye (O olho que tudo vê), inserido numa pirâmide.[6]

Antes disso, já havia tatuado um olho no tornozelo. Outras tatuagens incluem: o nome de seus pais, uma coruja nas costas e uma lágrima, no dedo indicador das duas mãos.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Com o Incubus[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

  • The Wild Trapeze (2010)[7]

Com Sons of the Sea[8][editar | editar código-fonte]

  • Compass (EP) (2013)
  • Sons of the Sea álbum (2013)[9]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://www.allmusic.com/album/the-wild-trapeze-mw0002023369
  2. «Brandon Boyd | Album Discography | AllMusic». AllMusic. Consultado em 11 de março de 2016. 
  3. «Brandon Boyd». Jango Radio (em inglês). Consultado em 11 de março de 2016. 
  4. http://brandonboyd.me/about_ste.html#.VuKwjX1v_IV
  5. «Who We Are». The Make Yourself Foundation. Consultado em 11 de março de 2016. 
  6. «Image Page - Click to see more photos». ImageShack. Consultado em 11 de março de 2016. 
  7. «In the love cubus – Enjoy the love». www.enjoyincubus.com. Consultado em 11 de março de 2016. 
  8. «Sons of the Sea | Biography, Albums, & Streaming Radio | AllMusic». AllMusic. Consultado em 11 de março de 2016. 
  9. «Amazon.co.uk: Sons Of The Sea: Albums, Songs, Biogs, Photos». www.amazon.co.uk. Consultado em 11 de março de 2016.