Campeonato Sul-Americano Sub-23 de Atletismo de 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
4º Campeonato Sul-Americano Sub-23 de Atletismo de 2010
Medellín 2010
Dados
Data(s) 20 de março a 23 de março
Estádio principal Estádio Atanasio Girardot
Nível Continental
Tipo Sub-23
Participação 13 nacionalidades + 1 convidado
Eventos 44
Cronologia da competição
◄◄ Lima 2008 Athletics pictogram.svg São Paulo 2012 ►►

A 4ª edição do Campeonato Sul-Americano Sub-23 de Atletismo de 2010 foi organizado pela CONSUDATLE, para atletas com até 23 anos classificados como Sub-23. As provas foram realizadas no Estádio Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, no período de 20 a 23 de março de 2010. Foram disputadas 44 provas com a presença de 14 nacionalidades sendo uma convidada O Brasil se destacou obtendo 41 medalhas no total, sendo 13 de ouro. O campeonato foi realizado como parte dos Jogos Sul-Americanos de 2010. (ODESUR).

Participantes[editar | editar código-fonte]

13 países participaram do Sul-Americano Sub-23. 12 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela competiram em ambos os Jogos Sul-Americanos e no Sul-Americano Sub-23.[1] Panamá competiu apenas no Sul-Americano Sub-23, mas não se registrou para os Jogos Sul-Americanos.[2] As Antilhas Holandesas são apenas membro da ODESUR, mas não de CONSUDATLE. Seus atletas participaram dos Jogos Sul-Americanos, mas agiu como atletas convidados no Sul-Americano Sub-23.

Sumário de Medalhas[editar | editar código-fonte]

Os resultados detalhados podem ser encontrados no site da Todor Krastev,[3] e no site Tilastopaja.[4]

Masculino[editar | editar código-fonte]

Event Medalha de ouro Ouro Medalha de prata Prata Medalha de bronze Bronze
100 metros
(2.2 m/s)
 Isidro Montoya Valencia (COL) 10.25w  Álvaro Gómez (COL) 10.26w  Diego Rivas (VEN) 10.50w
200 metros
(1.3 m/s)
 Arturo Ramírez (VEN) 20.99  Luis Carlos Nuñez (COL) 21.05  Rubens Quirino (BRA) 21.29
400 metros  Omar Longart (VEN) 46.09  Hederson Estefani (BRA) 46.85  Helder Alves (BRA) 47.40
800 metros  Rafith Rodríguez (COL) 1:47.20 NR CR  Lutimar Paes (BRA) 1:47.52  Diomar de Souza (BRA) 1:50.14
1500 metros  Iván López (CHI) 3:48.04  Marvin Blanco (VEN) 3:49.65  Mauricio González (COL) 3:50.09
5000 metros  Mauricio González (COL) 14:23.35  Javier Peña (COL) 14:27.62  Víctor Aravena (CHI) 14:45.85
10000 metros  Javier Peña (COL) 30:04.78  Daniel Silva (BRA) 31:03.27  Gilberto Lopes (BRA) 31:22.33
3000 m com obstáculos  Marvin Blanco (VEN) 9:11.63  Luis Alberto Orta (VEN) 9:13.54  Mauricio Valdivia (CHI) 9:20.58
110 m com barreiras
(0.7 m/s)
 Jorge McFarlane (PER) 13.75 NR CR  Jolver Lozano (COL) 14.26  Javier McFarlane (PER) 14.29
400 m com barreiras  Juan Pablo Maturana (COL) 50.95  Georni Jaramillo (VEN) 51.50  Brayan Ambuila (COL) 51.79
Salto em altura  Diego Ferrín (ECU) 2.18  Carlos Izquierdo (COL) 2.09  Simón Villa (COL) 2.09
Salto com vara  Augusto Dutra de Oliveira (BRA) 5.00  Cléber Silva (BRA) 4.80  Rubén Benítez (ARG) 4.70
Salto em distância*  Jorge McFarlane (PER) 8.09 CR
(1.8 m/s)
 Jhamal Bowen (PAN) 7.97 SJR
(1.5 m/s)
 Javier McFarlane (PER) 7.62
(1.0 m/s)
Salto triplo  Robin Mosquera (COL) 16.27
(0.3 m/s)
 Jean Rosa (BRA) 16.22
(3.2 m/s)
 José Adrián Sornoza (ECU) 16.02
(1.3 m/s)
Arremesso de peso  Eder César Moreno (COL) 18.46  Nicolás Martina (ARG) 17.67  Michael Putman (PER) 17.48
Lançamento de disco  Andres Rossini (ARG) 56.28  Michael Putman (PER) 51.53  Nicolás Martina (ARG) 50.37
Lançamento de martelo  Allan Wolski (BRA) 61.17  Prinston Quailey (VEN) 58.16  Guillermo Braulio (ECU) 55.93
Lançamento de dardo  Víctor Fatecha (PAR) 73.22  Lucas da Silva (BRA) 65.30  Tomás Guerra (CHI) 63.93
Decatlo  Diego de Araújo (BRA) 7204  Pedro Lima (BRA) 7020  Damián Benedetich (ARG) 6835
Marcha atlética  Mauricio Arteaga (ECU) 1:30:12.1  Omar Sierra (COL) 1:30:58.0  Caio Bonfim (BRA) 1:33:05.1
Revezamento 4x100 metros  Colômbia
Isidro Montoya
Luis Carlos Núñez
Álvaro Gómez
Diego Gallego
39.85  Venezuela
Omar Longart
Arturo Ramírez
Álvaro Cassiani
Diego Rivas
40.22  Brasil
Gustavo dos Santos
Rubens Quirino
Helder Alves
Jonathan Silva
40.60
Revezamento 4x400 metros  Venezuela
Rubén Headly
Georni Jaramillo
Arturo Ramírez
Omar Longart
3:06.53 CR  Brasil
José Oliveira
Hederson Estefani
Henrique Souza
Helder Alves
3:07.11  Colômbia
Juan Pablo Maturana
Brayan Ambuila
Javier Palacios
Rafith Rodriguez
3:09.03

*Jhamal Bowen do Panamá, conquistou a medalha de prata no salto em distância do Sul-Americano Masculino Sub-23.[2] [4] No entanto, ele não se qualificou para a obtenção de uma medalha nos Jogos Sul-americanos, porque Panamá não se inscreveu para a secção de atletismo dos jogos.[2]

Feminino[editar | editar código-fonte]

Event Medalha de ouro Ouro Medalha de prata Prata Medalha de bronze Bronze
100 metros
(1.5 m/s)
 Ana Cláudia Silva (BRA) 11.33  Yomara Hinestroza (COL) 11.63  Nelcy Caicedo (COL) 11.70
200 metros
(-0.7 m/s)
 Erika Chávez (ECU) 23.71  Vanda Gomes (BRA) 23.82  Bárbara Leôncio (BRA) 23.86
400 metros  Bárbara de Oliveira (BRA) 53.38 CR  Yenifer Padilla (COL) 54.09  Yaneth Largacha (COL) 54.22
800 metros  Jessica dos Santos (BRA) 2:09.72  Geisiane de Lima (BRA) 2:10.98  Evangelina Thomas (ARG) 2:11.58
1500 metros  Evangelina Thomas (ARG) 4:38.07  Rocío Huillca (PER) 4:40.39  Jenifer Silva (BRA) 4:40.90
5000 metros**  Tatiele Roberta de Carvalho (BRA) 17:13.53  Aura Rojas (COL) 17:35.45  Charo Inga (PER) 17:49.41
10000 metros† **  Yoni Ninahuamán (PER) 37:09.92  Aura Rojas (COL) 37:36.67
3000 m com obstáculos  Rocío Huillca (PER) 10:48.53  Jovana de la Cruz (PER) 10:52.35  Florencia Borelli (ARG) 11:10.23
100 m com barreiras
(0.6 m/s)
 Agustina Zerboni (ARG) 13.66  Anita Souza (BRA) 13.69  Giuliana Franciosi (PER) 13.87
400 m com barreiras  Magdalena Mendoza (VEN) 59.22  Déborah Rodríguez (URU) 59.76  Elaine Paixão (BRA) 60.89
Salto em altura  Valdiléia Martins (BRA) 1.83  Lais Gabriela da Silva (BRA) 1.77  Sara Muñoz (COL) 1.74
Salto com vara  Sara Pereira (BRA) 3.85  Raíssa Schubert (BRA) 3.80  Diana Leyton (COL) 3.70
Salto em distância  Ana Beatriz Esperança (BRA) 5.99
(1.0 m/s)
 Munich Tovar (VEN) 5.97w
(2.2 m/s)
 Melissa Valencia (COL) 5.96
(1.4 m/s)
Salto triplo  Munich Tovar (VEN) 13.25
(2.0 m/s)
 Bianca dos Santos (BRA) 13.20
(1.2 m/s)
 Feber Hernández (VEN) 12.88
(0.2 m/s)
Arremesso de peso  Natalia Ducó (CHI) 17.71  Ángela Rivas (COL) 16.33  Luz Montaño (COL) 14.54
Lançamento de disco  Fernanda Raquel Borges (BRA) 55.68 CR  Andressa de Morais (BRA) 53.28  Luz Montaño (COL) 49.09
Lançamento de martelo  Andressa de Morais (BRA) 55.95  Carla Michel (BRA) 55.42  Diurkina Freites (VEN) 55.38
Lançamento de dardo  María Lucelly Murillo (COL) 56.08 NJR CR  Katryna Subeldía (PAR) 52.27  Rafaela Gonçalves (BRA) 50.11
Heptatlo  Agustina Zerboni (ARG) 5362  Cynthia Alves (BRA) 5187  Camila Pirelli (PAR) 5118 NR
Marcha atlética  Ingrid Hernández (COL) 1:42:55.9  Anabelli Orjuela (COL) 1:45:29.4  Paola Pérez (ECU) 1:47:09.8
Revezamento 4x100 metros  Brasil
Vanusa dos Santos
Vanda Gomes
Ana Cláudia Silva
Franciela Krasucki
44.47  Colômbia
Nelcy Caicedo
Yenifer Padilla
Alejandra Idrobo
Yomara Hinestroza
44.94  Argentina
María Ayelen Diogo
Florencia Lamboglia
Constanza Eckhart
Agustina Zerboni
46.76
Revezamento 4x400 metros***  Colômbia
Yaneth Largacha
Alejandra Idrobo
Marcela Cuesta
Yenifer Padilla
3:40.09  Brasil
Bárbara Leôncio
Elaine Paixão
Ana Claudia Silva
Bárbara de Oliveira
3:40.68  Argentina
María Ayelen Diogo
Agustina Zerboni
Juliana Menéndez
Florencia Lamboglia
3:51.74

†:No campeonato feminino, 10,000 não fazia parte do Jogos Sul-Americanos, porque o número mínimo de quatro nações participantes não foi atingido.[5]

Doping[editar | editar código-fonte]

** Karina Villazana do Peru que inicialmente foi considerada como vencedora da prova feminina dos 10.000 metros (em 36:48.53) e como medalhista de prata na prova dos 5.000 metros(em 17:24.31) foi desclassificada por violar as regras de doping, por ser positivo para abuso de cocaína.[6][7]

***Alison Sánchez da Bolívia foi positivo para nandrolona. Portanto, a equipe boliviana do revezamento 4x400 metros, onde ela competiu junto com Lindy Carla Cavero Garcia, Romero Arysabel Lea Plaza, e Fernanda Leslie Arnez Rivero, perdeu sua medalha de bronze (em 3:51.04) para a Argentina.[7]

Quadro de Medalhas (não oficial)[editar | editar código-fonte]

  O país anfitrião é destacado em azul
 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Total
1  Brasil 13 18 10 41
2  Colômbia 11 13 11 35
3  Venezuela 6 6 3 15
4  Peru 4 3 5 12
5  Argentina 4 1 7 12
6  Equador 3 0 3 6
7  Chile 2 0 3 5
8  Paraguai 1 1 1 3
9  Panamá 0 1 0 1
 Uruguai 0 1 0 1

Classificação por Pontos[editar | editar código-fonte]

O Brasil ganhou o troféu geral do Campeonato Sul-Americano Sub-23 pela 4ª vez no papel, e, adicionalmente, o troféu de equipe na categoria feminina. A Colômbia venceu o troféu da equipe na categoria masculina, pela primeira vez.[8]O número de pontos da contagem não oficial abaixo com base nos resultados publicados[3] resolvido, isto é, pelas desqualificadas, diferem um pouco das publicadas[8] sem qualquer influência sobre a ordem.

Legenda

Recorde mundial Recorde mundial (World record) Recorde africano Recorde africano (African) Q Classificado por posição (Qualified)
Recorde do campeonato Recorde do campeonato (Championship record) Recorde da América Recorde da América (Americas) q Classificado por melhor tempo (Qualified)
Melhor marca do ano Melhor marca do ano (World leading) Recorde asiático Recorde asiático (Asian) DNS Não largou (Did not start)
Recorde nacional Recorde nacional (National record) Recorde europeu Recorde europeu (European) DNF Não terminou (Did not finish)
Recorde pessoal Recorde pessoal do atleta (Personal best) Recorde da Oceania Recorde da Oceania (Oceania) DSQ / DQ Desclassificado (Disqualified)
Recorde da temporada Recorde da temporada do atleta (Season best) Recorde sul-americano Recorde sul-americano (South America) NM Sem marca (No mark)

Referências

  1. Venezuela suma oro junto a Brasil y Colombia en el atletismo de Odesur 2010 (em espanhol), Comunicas.org, 27 Março 2010, consultado em Janeiro 14, 2012 
  2. a b c Weeks D., Reinaldo A (23 Março 2010), Subcampeón suramericano sub-23 Bowen retorna mañana (em espanhol), Corporación La Prensa S.A., Panamá, República de Panamá., consultado em Janeiro 15, 2012 
  3. a b Krastev, Todor, Athletics ODESUR Games 2010 Medellin (COL), consultado em Janeiro 14, 2012 
  4. a b SAmG Medellín COL 20–23 March, Tilastopaja Oy, consultado em Janeiro 14, 2012 
  5. Brown, Bienvenido (12 Março 2010), No van 8 eventos en Juegos ODESUR: "El fútbol y 72 kgs. lucha femenina, los 10 mil metros en atletismo etc., al no contar con cuatro (4) países inscriptos" (em espanhol), Panama Star S.A., La Estrella., consultado em Janeiro 15, 2012 
  6. Paz, Carolina (27 Março 2010), Juegos Odesur 2010: Peruana pierde el oro por dar positivo en cocaína (em espanhol), Netjoven S.A.C., consultado em Janeiro 14, 2012 
  7. a b Sudamericanos: Peruana y boliviana pierden medallas por dopaje (em espanhol), Univision Communications Inc., 27 Março 2010, consultado em Janeiro 14, 2012 
  8. a b Brasil, campeón del atletismo en los Juegos Suramericanos (em espanhol), Sincelejo Herald, 24 Março 2010, consultado em Janeiro 15, 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]