1500 metros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
1500 metros
Prova feminina dos 1500 m em Londres 2012.
Olímpico desde 1896 H / 1972 M
Desporto Atletismo
Praticado por Ambos os sexos
Campeões Olímpicos
Tóquio 2020
Homens Jakob Ingebrigtsen
 Noruega
Mulheres Faith Kipyegon
 Quênia
Campeões Mundiais
Eugene 2022
Homens Jake Wightman
 Grã-Bretanha
Mulheres Faith Kipyegon
 Quênia

1500 metros é a principal corrida de meio-fundo em pista do atletismo, disputada desde os primeiros Jogos Olímpicos da Era Moderna em Atenas 1896. Os requisitos para a corrida são similares aos dos 800 metros, com uma maior ênfase na resistência aeróbica e menor na velocidade pura. É uma prova essencialmente aeróbica mas condições físicas anaeróbicas são também necessárias. Ela consiste de três voltas e +3/4 de volta numa pista de atletismo padrão de 400 metros. Os atletas largam um ao lado do outro na extensão lateral total da pista e são autorizados a correr após a largada sem respeitar raias pré-estabelecidas.

O primeiro campeão olímpico foi Edwin Flack, da Austrália, que também ganhou a medalha de ouro nos 800 metros. Introduzida para as mulheres em Munique 1972, a primeira campeã foi a soviética Lyudmila Bragina. O recordista mundial da prova é o marroquino Hicham El Guerrouj, com a marca de 3:26.00, conquistada em Roma em 1998; entre as mulheres o recorde é da etíope Genzebe Dibaba, 3:50.07, em Mônaco, 2015.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Não há registros da disputa desta prova na Antiguidade. Ela começou a ser disputada na França, no final do século XIX, como a distância métrica correspondente à clássica corrida da milha (1609 m). O primeiro recorde registrado foi do francês Julin Borel, 4.24.6, que a conseguiu em Paris em 22 de maio de 1892, poucos anos da ressurreição dos antigos Jogos Olímpicos feita pelo barão Pierre de Coubertin.[3]

A primeira marca reconhecida pela Federação Internacional de AtletismoIAAF é a do norte-americano Abel Kiviat, em Cambridge, Estados Unidos – 3.55.8 – em 8 de junho de 1912, durante a seletiva norte-americana para os Jogos de Estocolmo 1912.[3]

Grã-Bretanha e Estados Unidos tem uma grande tradição histórica de vitórias e medalhas olímpicas nesta prova mas nas últimas décadas ela vem sendo completamente dominada por atletas africanos, especialmente do Quênia e da África do Norte. No feminino, a disputa mais acirrada é entre a Rússia e atletas da Europa Oriental e as africanas.[4]

Recordes[editar | editar código-fonte]

De acordo com a Federação Internacional de Atletismo – IAAF.[1][2]

Homens
Recorde Tempo Atleta País Data Local
Recorde mundial 3:26.00 Hicham El Guerrouj Marrocos 14 julho 1998 Roma
Recorde olímpico 3:28.32 Jakob Ingebrigtsen Noruega 7 agosto 2021 Tóquio 2020
Mulheres
Recorde Tempo Atleta País Data Local
Recorde mundial 3:50.07 Genzebe Dibaba Etiópia 17 julho 2015 Mônaco
Recorde olímpico 3:53.11 Faith Kipyegon Quénia 6 agosto 2021 Tóquio 2020

Melhores marcas mundiais[editar | editar código-fonte]

As marcas abaixo são de acordo com a World Athletics.[5][6]

Homens[editar | editar código-fonte]

Posição Tempo Atleta País Data Local
1 3:26.00 Hicham El Guerrouj Marrocos 14 julho 1998 Roma
2 3:26.12 Hicham El Guerrouj Marrocos 24 agosto 2001 Bruxelas
3 3:26.34 Bernard Lagat Quénia 24 agosto 2001 Bruxelas
4 3:26.45 Hicham El Guerrouj Marrocos 12 agosto 1998 Zurique
5 3:26.69 Asbel Kiprop Quénia 17 julho 2015 Mônaco
6 3:26.89 Hicham El Guerrouj Marrocos 16 agosto 2002 Zurique
7 3:26.96 Hicham El Guerrouj Marrocos 8 setembro 2002 Rieti
8 3:27.21 Hicham El Guerrouj Marrocos 11 agosto 2000 Zurique
9 3:27.34 Hicham El Guerrouj Marrocos 19 julho 2002 Mônaco
10 3:27.37 Noureddine Morceli Argélia 12 julho 1995 Nice

Mulheres[editar | editar código-fonte]

Posição Tempo Atleta País Data Local
1 3:50.07 Genzebe Dibaba Etiópia 17 julho 2015 Mônaco
2 3:50.37 Faith Kipyegon Quénia 10 agosto 2022 Mônaco
3 3:50.46 Qu Yunxia China 11 setembro 1993 Pequim
4 3:50.98 Jiang Bo China 18 outubro 1997 Xangai
5 3:51.07 Faith Kipyegon Quénia 9 julho 2021 Mônaco
6 3:51.34 Lang Yinglai China 18 outubro 1997 Xangai
7 3:51.92 Wang Junxia China 11 setembro 1993 Pequim
8 3:51.95 Sifan Hassan Países Baixos 5 outubro 2019 Doha
9 3:52.47 Tatyana Kazankina União das Repúblicas Socialistas Soviéticas 13 agosto 1980 Zurique
10 3:52.59 Faith Kipyegon Quénia 28 maio 2022 Eugene

Melhores marcas olímpicas[editar | editar código-fonte]

As marcas abaixo são de acordo com o Comitê Olímpico Internacional – COI.[7]

Homens[editar | editar código-fonte]

Posição Tempo Atleta País Medalha Local
1 3:28.32 Jakob Ingebrigtsen Noruega ouro Tóquio 2020
2 3:29.01 Timothy Cheruiyot Quénia prata Tóquio 2020
3 3:29.05 Josh Kerr Reino Unido bronze Tóquio 2020
4 3:29.56 Abel Kipsang Quénia Tóquio 2020
5 3:30.77 Adel Mechaal Espanha Tóquio 2020
6 3:31.40 Cole Hocker Estados Unidos Tóquio 2020
7 3:31.65 Abel Kipsang Quénia Tóquio 2020
8 3:31.91 Stewart McSweyn Quénia Tóquio 2020
9 3:32.07 Noah Ngeny Quénia ouro Sydney 2000
10 3:32.13 Jakob Ingebrigtsen Noruega Tóquio 2020

* As marcas de Abel Kipsang (3:31.65) e Jakob Ingebrigtsen (3:32.13) foram conseguidas na semifinal 2 de Tóquio 2020, a mais rápida semifinal dos 1500 m da história olímpica. [8] A final também foi a mais rápida da história; após ela, apenas a marca que deu o ouro ao queniano Noah Ngeny em Sydney 2000 sobreviveu entre as dez mais rápidas em Jogos.

Mulheres[editar | editar código-fonte]

Posição Tempo Atleta País Medalha Local
1 3:53.11 Faith Kipyegon Quénia ouro Tóquio 2020
2 3:53.96 Paula Ivan Romênia ouro Seul 1988
3 3:54.50 Laura Muir Reino Unido prata Tóquio 2020
4 3:55.30 Hassiba Boulmerka Argélia ouro Barcelona 1992
5 3:55.86 Sifan Hassan Países Baixos bronze Tóquio 2020
6 3:56.56 Tatyana Kazankina União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ouro Moscou 1980
7 3:56.91 Lyudmila Rogachova Equipa Unificada nos Jogos Olímpicos prata Barcelona 1992
8 3:57.08 Qu Yunxia China bronze Barcelona 1992
9 3:57.60 Freweyni Gebreezibeher Etiópia Tóquio 2020
10 3:57.71 Christiane Wartenberg Alemanha Oriental prata Moscou 1980

* A russa Lyudmila Rogachova competiu em Barcelona 1992 pela Equipe Unificada da Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

Marcas da lusofonia[editar | editar código-fonte]

País
Masculino
Atleta
Ano
Local
Feminino
Atleta
Ano
Local
Portugal
3:30.07
Rui Silva
2002
Mônaco
3:57.71
Carla Sacramento
1998
Mônaco
[9]
Brasil
3:33.25
Hudson de Souza
2005
Rieti
4:07.30
Juliana dos Santos
2010
San Fernando
[10]
Moçambique
3:39.41
Flávio Shoule
2013
Stellenbosch
4:01.50
Maria Mutola
2002
Roma
[11][12]
Angola
3:39.54
João Ntiyamba
1992
Barcelona
4:17.35
Neide Dias
2019
Braga
[13][14]
Cabo Verde
3:45.94
Samuel Freire
2017
Bilbao
4:16.06
Carla Mendes
2019
Huelva
[15]:588,760
Guiné-Bissau
4:00.41
Alfabah Bah
2077
Uster
4:59.15
Suaila Sá
2014
Trento
[16]:621,760
São Tomé e Príncipe
4:02.3
António Paraiso
1984
Luanda
4:30.87
Eurídice Borges
2000
Barcelona
[17]:621,761

Referências

  1. a b «MIDDLE/LONG - 1500 METRES W». IAAF. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  2. a b «MIDDLE/LONG - 1500 METRES M». IAAF. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  3. a b «Histórico das Provas - Masculino». CBat. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  4. «1500 METRES». IAAF. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  5. «1500 Metres Men All time list». World Athletics. Consultado em 27 julho 2022 
  6. «1500 Metres Women All time list». World Athletics. Consultado em 27 julho 2022 
  7. «48 PAST OLYMPIC GAMES». OIC. Consultado em 24 de abril de 2013 
  8. «1500 METRES MEN Summary» (em inglês). World Athletics. Consultado em 5 agosto 2020 
  9. «Recordes de Portugal». FPA. Consultado em 26 julho 2022 
  10. «Recordes Brasileiros». CBAt. Consultado em 26 julho 2022 
  11. «1500 meter Sen Men ; Official result». ASA. Consultado em 2 de setembro de 2015. Arquivado do original em 18 de junho de 2013 
  12. «profile». IAAF. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  13. «estatisticas». FAA. Consultado em 1 de setembro de 2015 
  14. «Recordes Femininos». FAA. Consultado em 10 julho 2021 
  15. «National Records 1500 m» (PDF). IAAF Statistics Book. Consultado em 27 julho 2022 
  16. «National Records 1500 m» (PDF). IAAF Statistics Book. Consultado em 27 julho 2022 
  17. «National Records 1500 m» (PDF). IAAF Statistics Book. Consultado em 27 julho 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]