Carnaíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Carnaíba
"A Pérola do Pajeú"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 30 de dezembro
Fundação 30 de dezembro de 1953
Gentílico carnaibano ou carnaibense
Prefeito(a) José Mário Cassiano Bezerra (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Carnaíba
Localização de Carnaíba em Pernambuco
Carnaíba está localizado em: Brasil
Carnaíba
Localização de Carnaíba no Brasil
07° 48' 18" S 37° 47' 38" O07° 48' 18" S 37° 47' 38" O
Unidade federativa  Pernambuco
Mesorregião Sertão Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Pajeú IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes ao norte, Paraíba e Solidão (Pernambuco); ao sul, Custódia; ao leste, Afogados da Ingazeira; e, ao oeste, Flores (Pernambuco) e Quixaba
Distância até a capital 400 km
Características geográficas
Área 436,981 km² [2]
População 19 253 hab. estatísticas IBGE/2014[3]
Densidade 44,06 hab./km²
Altitude 485 m
Clima semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,583 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 94 134 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 5 032 00 IBGE/2012[5]
Página oficial

Carnaíba é um município do estado de Pernambuco, no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

O território do atual município de Carnaíba era habitado pelos índios Cariris. Registros rupestres destes primitivos habitantes foram encontradas nas Serras do Boqueirão e da Matinha.[6]

No século XIX, iniciou-se o povoamento de origem europeia quando o fazendeiro João Gomes dos Reis estabeleceu-se na Fazenda Lagoa da Barroca. Ali, foi construída a capela de Santo Antônio, no entorno da qual cresceu a vila de Carnaíba de Flores. A vila foi criada em 29 de junho de 1823. O distrito foi criado em 29 de julho de 1893, subordinado ao município de Flores.[6]

Foi elevado à categoria de município com a denominação de Carnaíba pela lei estadual nº 1 018, de 29 de dezembro de 1953.[6]

Topônimo[editar | editar código-fonte]

O município deve o seu topônimo à abundância de carnaúbas na região. O topônimo vem dos carnaubais da região. A palavra origina-se do tupi karana'iwa, "planta espinhosa".[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Serra da Matinha 840 metros de altitude ao norte do município de Carnaíba.

Localiza-se a uma latitude 07º48'19" sul e a uma longitude 37º47'38" oeste, no Sertão do Alto Pajeú, estando a uma altitude de 485 metros. Sua população estimada em 2009 era de 19 155 habitantes e uma área de 437 quilômetros quadrados. Fica a 400 quilômetros da capital estadual.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005.[8] Esta delimitação tem, como critérios, o índice pluviométrico inferior a 800 milímetros, o índice de aridez até 0,5 e o risco de seca maior que 60%.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Foi em Carnaíba que nasceu Zé Dantas, grande compositor sertanejo, conhecido por suas belas canções, como "O xote das meninas", "Derramar o Gás", "A Volta da Asa Branca", "O Forró de Mané Vito", "Vozes da Seca", "Vem Morena", "Algodão", "Cintura Fina", "Imbalança", "Mané e Zabé", "Minha Fulô", "Noites Brasileiras", "São João na Roça", "Paulo Afonso", "Riacho do Navio", "Sabiá", "Samarica parteira", "Siri Jogando Bola" etc.

O cantor e compositor Daniel Bueno também é filho de Carnaíba. O músico já gravou com grandes nomes da música popular brasileira em 12 CDs lançados. "Fazenda de Vovô", "O Filme", "As Coisas que Deixei Ali" e "Minha Saudade" (com Geraldo Freire) são músicas de destaque.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Carnaíba

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  6. a b c IBGE. Documentação Territorial do Brasil, acessado em 29 de dezembro de 2009
  7. Homero Fonseca. Pernambucânia, acessado em 29 de dezembro de 2009
  8. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro» .

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.