Coleção Guilherme Gaensly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Coleção Guilherme Gaensly
Guilherme Gaensly - Lembrança de São Paulo - Avenida Paulista, Acervo do Museu Paulista da USP (cropped).jpg
Tipo
Coleção iconográfica (d), coleção textual (d), coleção (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Retenção
Conservador
Coleção Museu Paulista (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Localização

A Coleção Guilherme Gaensly é um conjunto de fotografias e outros itens de Guilherme Gaensly. O acervo está sob a guarda do Museu do Ipiranga e registra principalmente São Paulo na virada do século XIX para o XX,[1] considerado uma das primeiras leituras visuais da cidade.[2] A coleção é composta por centenas de imagens,[3] inicialmente trazidas para o museu por iniciativa de Hermann von Ihering, em 1911.[4]

Está na coleção a primeira fotografia da Avenida Paulista, Lembrança de São Paulo - Avenida Paulista. As obras de Gaensly que compõem a coleção são muitas vezes disponíveis apenas ou reproduzidas em cartões postais, tendo sido o fotógrafo possivelmente um dos mais publicados nesse tipo de mídia no Brasil.[1]

Sobre a produção da Gaensly, foi dito:[1]

Apesar de nunca ter sido o fotógrafo oficial de São Paulo, como foi Augusto Malta (1864 – 1957) no Rio de Janeiro, Gaensly foi o autor de uma abrangente obra sobre a capital paulista nas primeiras décadas do século XX, o que o coloca nessa posição. Ele e Militão Augusto de Azevedo (1837 – 1905) são considerados os fotógrafos que mais cultuaram São Paulo. Gaensly fotografou a cidade em plena transição para a modernidade, tendo registrado todos os aspectos urbanos da nova metrópole que surgia. Registrou a inauguração dos bondes elétricos que substituíram as carroças, o Jardim da Luz, a agitação do comércio na região do entorno da Praça da Sé, o crescimento da avenida Paulista, além de palacetes, chácaras, edifícios públicos, igrejas, escolas, teatros e hospitais. Essas vistas de São Paulo foram comercializadas em álbuns impressos na Suíça a partir de fotografias em papel albuminado e de colotipias. Fotografou também a chegada de imigrantes italianos em Santos e em São Paulo. Dentre os prêmios que recebeu, está uma medalha de prata conquistada na Exposição Universal de Saint Louis, em 1904.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Galeria[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Coleção Guilherme Gaensly

Referências

  1. a b c «São Paulo sob as lentes do fotógrafo Guilherme Gaensly (1843 – 1928)». Brasiliana Fotográfica. Consultado em 3 de fevereiro de 2019 
  2. Eliza, Linhares Borges, Maria; Manuel, Mínguez Cornelles, Víctor (30 de março de 2010). La fabricación visual del mundo atlántico 1808-1940 (em espanhol). [S.l.]: Publicacions de la Universitat Jaume I. ISBN 9788415443179 
  3. Feijó, Marcelo (1 de junho de 2003). «A Memória de São Paulo nas Fotografias de Militão Augusto de Azevedo e Guilherme Gaensly». CIDADES, Comunidades e Territórios (6). ISSN 2182-3030 
  4. «Correio Paulistano (SP) - 1900 a 1919 - DocReader Web». memoria.bn.br. Consultado em 3 de fevereiro de 2019