Confederação Brasileira do Desporto Universitário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Confederação Brasileira do Desporto Universitário
Fundação 9 de agosto de 1939 (77 anos)
Tipo Desportiva
Sede Brasília,  Distrito Federal
Membros 27 membros
Presidente Luciano Cabral
Organização Alim Rachid Maluf Neto (Secretário-geral)
Sítio oficial cbdu.org.br

A Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) é uma entidade que regulamenta o desporto universitário no Brasil. A entidade organiza o evento esportivo universitário mais importante do Brasil, os Jogos Universitários Brasileiros.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada em 9 de agosto de 1939, a CBDU só foi oficializada dois anos depois pelo decreto nº 3.617, de 15 de setembro de 1941, assinado pelo presidente Getúlio Vargas.[1] É filiada e membro fundador da Federação Internacional do Esporte Universitário (FISU).[2]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A CBDU possui 27 membros, as Federações Desportivas Universitárias Estaduais. Elas formam a Assembléia Geral, órgão máximo, que elege, para um mandato de quatro anos, o presidente e o vice-presidente. Estes nomeiam seus assessores, formando o Conselho Diretivo da entidade.[3]

Atualmente, é presidida por Luciano Cabral e o secretário-geral é Alim Rachid Maluf Neto.[4] O período eletivo desta gestão é de 2009 a 2013.[5]

Universíada no Brasil[editar | editar código-fonte]

A CBDU organizou a Universíada de Verão de 1963 em Porto Alegre entre 30 de agosto e 8 de setembro de 1963. A edição contou com 27 países participantes e 713 atletas.

Em 18 de março de 2010, Luciano Cabral e o então ministro dos Esportes, Orlando Silva, se reuniram com o objetivo de fechar a "década de ouro" do esporte brasileiro, com a realização de uma nova edição da Universíada de Verão em 2017 ou 2019.[6]

Em 29 de novembro de 2011, a FISU anunciou o resultado de escolha para a edição de 2017: Taipei. A candidatura brasileira foi derrotada por 13 votos a nove.[7]

Uma nova candidatura foi proposta para a edição de 2019. Em dezembro de 2012, o presidente, Claude-Louis Gallien, e o secretário-geral da FISU, Eric Saintrand, visitaram Brasília para conhecer a cidade e obter das autoridades brasileiras as garantias e apoio para a realização da edição.[8] O anúncio da sede da edição, segundo o calendário da FISU, só acontecerá em 9 de novembro de 2013, durante a reunião do Comitê Executivo da entidade.[9]

Competições Organizadas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Histórico». CBDU. Consultado em 12 de abril de 2010 
  2. «Objetivos». CBDU. Consultado em 12 de abril de 2010 
  3. «Federações Universitárias». CBDU. Consultado em 12 de abril de 2010 
  4. «Brazil (BRA)» (em inglês). FISU. Consultado em 26 de janeiro de 2013 
  5. «Luciano Cabral e Waldir Frazão são reeleitos na CBDU». CBDU. 11 de fevereiro de 2009. Consultado em 26 de janeiro de 2013 
  6. a b «Brasil quer receber Universíada para fechar 'ciclo de ouro'». CBDU. 22 de março de 2010. Consultado em 12 de abril de 2010 
  7. Pádua, Pollyanna (29 de novembro de 2011). «Taipei vence disputa por Universiade 2017». CBDU. Consultado em 26 de janeiro de 2013 
  8. «Presidente da FISU chega ao Brasil para visita». CBDU. 5 de dezembro de 2012. Consultado em 26 de janeiro de 2013 
  9. «FISU opens Bidding Procedure for 2019 Universiades» (em inglês). FISU. 31 de agosto de 2012. Consultado em 26 de janeiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.