Constituição da Dinamarca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
National Coat of arms of Denmark.svg
Parte da série sobre
Política da Dinamarca
Constituição
Portal da Dinamarca

A Constituição da Dinamarca (em dinamarquês: Danmarks Riges Grundlov) é a lei suprema do Reino da Dinamarca, que define todo o sistema político e respetivo funcionamento.

História[editar | editar código-fonte]

A sua primeira versão data de 1849, tendo recebido a última emenda em 1953.[1]

A Constituição da Dinamarca define o país como uma monarquia constitucional, desde 1848, em que o monarca exerce papel cerimonial.

Constituição da Dinamarca de 1849

O texto contem 11 artigos, incluindo 89 parágrafos. [2]

Religião oficial do estado[editar | editar código-fonte]

Alguns países, a exemplo da Dinamarca, tem religião oficial, no caso dinamarquês, o parágrafo 4º do capitulo I da Constituição da Dinamarca diz que: "A Igreja Evangélica Luterana é a igreja nacional dinamarquesa e apoiado como tal pelo Estado".[3]

Referências

  1. «CIA World Factbook: Denmark: Government». Consultado em 14 de dezembro de 2012 
  2. «Danmarks Riges Grundlov (Grundloven)» (em dinamarquês). retsinformation.dk. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  3. Constituição da Dinamarca. Aceso em 9 de julho de 2017 (em dinamarquês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Dinamarca é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.