Cowspiracy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Cowspiracy: The Sustainability Secret
Pôster promocional do filme
Estados Unidos
2014 •  91 minutos min 
Direção Kip Andersen
Keegan Kuhn
Produção Kip Andersen
Keegan Kuhn
Elenco Kip Andersen
Howard Lyman
Richard Oppenlander
Michael Pollan
Michael Klaper
Gênero Documentário
Distribuição A.U.M. Films
First Spark Media
Lançamento 26 de Junho de 2014
Idioma Inglês

Cowspiracy: O Segredo da Sustentabilidade ( Cowspiracy: The Sustainability Secret, em inglês) é um documentário de 2014 dirigido e produzido por Kip Andersen e Keegan Kuhn. O filme examina os impactos da pecuária e da pesca na natureza, e investiga como as organizações ambientais lidam com a questão. As organizações analisadas no documentário incluem o Greenpeace, Sierra Club, Sea Shepherd Conservation Society, Rainforest Action Network, entre outras.[1][2][3][4]

Para ser realizado, o filme contou com um financiamento coletivo no site especializado Indiegogo, e 1.449 contribuidores doaram 117 mil dólares até o final da campanha, superando em 247% o objetivo inicial de arrecadação. Graças ao investimento, o documentário foi dublado em espanhol e alemão, e legendado para outros dez idiomas, incluindo chinês e russo.[5] Para obter os direitos de exibição do filme é necessário negociar com distribuidor ou com o website Tugg.

Uma nova versão do documentário, tendo Leonardo DiCaprio como produtor-executivo, estreou mundialmente na Netflix em 2015.[6]

Pessoas entrevistadas em destaque[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Cowspiracy foi escolhido pelo público como ganhador do South African Eco Film Festival,[7] ganhando também como melhor filme estrangeiro na décima segunda edição do Festival de films pour l'environnement.[8] Foi indicado como melhor filme na edição de 2015 do festival Cinema Politica.

Recepção e críticas[editar | editar código-fonte]

A Union of Concerned Scientists contestou a afirmação do filme de que a maioria dos gases do efeito estufa são produzidos ​​pela agricultura e pela pecuária. O consenso científico é que as mudanças climáticas são causadas por gases de efeito estufa liberados pela queima de combustíveis fósseis.[9]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kanner, Ellen (4 de agosto de 2014). «Meatless Monday -- 'Cowspiracy:' The One Thing No One Talks About». Huffington Post (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2017 
  2. Network, The Real News (12 de novembro de 2015). «Animal Agriculture: A Neglected Agent of Global Warming?». The Real News Network (em inglês) 
  3. «Cowspiracy». Village Magazine (em inglês). 19 de fevereiro de 2015 
  4. Do, Tiffany. «Burgers Are Ending the World, Says Cowspiracy». SF Weekly (em inglês) 
  5. «COWSPIRACY: the sustainability secret». Indiegogo (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2017 
  6. «EXCLUSIVE: Interview With Directors Of 'Cowspiracy: The Sustainability Secret' On Netflix, A Controversial New Documentary». Decider | Where To Stream Movies & Shows on Netflix, Hulu, Amazon Instant, HBO Go. 27 de agosto de 2015. Consultado em 12 de julho de 2017 
  7. http://southafricanecofilmfestival.com/2015/04/09/cowspiracy-wins-audience-choice-award/
  8. «Vote for the 2015 Audience Choice Award!». cinema politica (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2017 
  9. «Movie Review: There's a Vast Cowspiracy about Climate Change». Union of Concerned Scientists (em inglês). 10 de junho de 2016