Cristiana Arcangeli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cristiana Arcangeli
Nome completo Cristiana Arcangeli
Nascimento 18 de março
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade brasileira
Ocupação empresária
Principais trabalhos Phytoervas
Shark Tank Brasil
Página oficial
crisarcangeli.com

Cristiana Arcangeli (São Paulo, 18 de março)[1][nota 1] é uma empresária brasileira, conhecida por ter organizado os primeiros eventos de moda do Brasil e por suas participações nos reality shows Aprendiz Universitário, Extreme Makeover Social e no game show Shark Tank Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Cristiana Arcangeli formou-se em odontologia em 1981[2] e atuou nessa profissão[3] até ingressar no ramo de cosméticos em 1985, quando criou a empresa Phytoervas através de um investimento de 1 milhão de dólares. Apesar da crise econômica provocada pelo Plano Cruzado, a empresa sobreviveu e passou a faturar 200 mil dólares por mês no final da década de 1980.[4] Cinco anos depois, a Phytoervas inaugurou uma nova fábrica e investiu 2,5 milhões de dólares em uma nova linha de produtos.[5] Posteriormente, Arcangeli diversificou seus negócios, investindo na representação de marcas estrangeiras de cosméticos (Chanel, Clarins, Puig) e no mercado da moda, criando o "Phytoervas Fashion" em parceria Paulo Borges (em 1996 Arcangeli e Borges encerram sua parceria e Borges lançou o Morumbi Fashion[6]).[7][8][9] Em 1998, Arcangeli vendeu a marca Phytoervas para o grupo Bristol-Myers Squibb.[10]

Atualmente possui participação em cinco empresas dos ramos cosméticos, eventos (BVolt)[11], investimentos (Fundo Phenix), moda e tecnologia (Lysa).[12][13] além de ser CEO da Beauty'in.[14]

Na Mídia[editar | editar código-fonte]

Sua primeira incursão na mídia ocorreu em 1998, quando participou de programas na Rede Manchete.[15] Arcangeli iniciou sua carreira como apresentadora na Rede TV! em 2003, com o programa Manual,[16] que depois passou a ser transmitido pela rádio Alpha FM no formato de boletins diários.[17] Ela também foi conselheira de João Doria Júnior no reality show Aprendiz Universitário, exibido na Rede Record em 2010. Também na Rede Record e foi apresentadora do reality show Extreme Makeover Social.[18] Em setembro de 2016, passou a integrar a equipe de "tubarões" do game show Shark Tank Brasil no Canal Sony.[17][19]

Notas

  1. O ano de nascimento não é mencionado, conforme discussão, que concluiu por consenso que tal citação é controversa e sem fontes adequadas.

Referências

  1. Vidigal, Marina (26 de novembro de 2012). Para ser grande: As histórias de sucesso de 20 empreendedores brasileiros. [S.l.]: Panda Books 
  2. Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (30 de julho de 1981). «Aprovação de pedidos de inscrições» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo, Caderno Executivo I, 4ª Coluna, página 44 
  3. Fernado Zerlottini (20 de novembro de 1998). «Acontece». Jornal do Commércio, ano CLXII,edição 12, página A19/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 12 de junho de 2020 
  4. «Empresa usa substâncias naturais em seus cosméticos». Folha de S.Paulo, ano 68, edição 21686, Caderno Negócios, página F2. 17 de agosto de 1988. Consultado em 12 de junho de 2020 
  5. «Indústria de Cosméticos produz mais em 91». Folha de S.Paulo, ano 71, edição 22815, Caderno Dinheiro, página 3-10. 20 de setembro de 1991. Consultado em 12 de junho de 2020 
  6. Luciana Cabral (14 de julho de 2001). «Luta para voltar ao glamour dos anos 1970». Jornal do Brasil, ano CXI, edição 96, página 18/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 12 de junho de 2020 
  7. Expressas (18 de julho de 1992). «Lançamento de cosméticos franceses no Brasil». Manchete, ano 41, edição 2102, página 74/ republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 12 de junho de 2020 
  8. «Empresa traz ao brasil cosméticos anti-poluição». Folha de S.Paulo, ano 73, edição 23535, Caderno São Paulo, página 3-2. 9 de setembro de 1993. Consultado em 12 de junho de 2020 
  9. Vera Dantas (21 de fevereiro de 1996). «Aquecido, mercado da moda faturou R$ 4,5 bilhões em 95». Jornal do Commercio, ano CLXIX, edição 115, página A3/ republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 12 de junho de 2020 
  10. «Clairol fica com a Phytoervas». Jornal do Brasil, ano CVIII, edição 28, Seção Economia, página 12/ republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 6 de maio de 1998. Consultado em 12 de junho de 2020 
  11. Ana Carolina Soares (9 de março de 2018). «Cristiana Arcangeli lança agência de eventos». Veja-SP. Consultado em 12 de junho de 2020 
  12. «Lysa, o robô cão-guia para cegos, passa a ser comercializado». Criativa. 21 de julho de 2017. Consultado em 12 de julho de 2020 
  13. «Empresas». Cristiana Arcangeli (site oficial). Consultado em 12 de junho de 2020 
  14. «Cristiana Arcangeli expande beauty'in com divisão cosmética e lança esmaltes com colágeno». Vogue Brasil. 10 de agosto de 2013. Consultado em 12 de junho de 2020 
  15. «Anúncio publicitário do programa A Magazine». Manchete, ano 47, edição 2397, página 23/republicado pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. 14 de março de 1998. Consultado em 12 de junho de 2020 
  16. Cohen, Vivianne; Mendes, Daniela (9 de junho de 2003). «Ela faz a beleza na tevê». IstoÉ Gente. Cópia arquivada em 21 de novembro de 2016 
  17. a b Canal Sony anuncia Cristiana Arcangeli para o elenco de "Shark Tank Brasil"
  18. Folha Online. Cristiana Arcangeli reforma creches e a própria vida em 2010
  19. Shark Tank Brasil

Ligações externas[editar | editar código-fonte]