O Aprendiz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros significados, veja Aprendiz.
O Aprendiz
Informação geral
Formato reality show
Gênero Empreendedorismo
Duração 60 minutos
Criador(es) Mark Burnett
Baseado em The Apprentice
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Apresentador(es) Roberto Justus
João Dória (2010–11)
Tema de abertura "For the Love of Money", The O'Jays
Empresa(s) produtora(s) FremantleMedia
Exibição
Emissora original RecordTV (2004–14)

Band (2019)

Transmissão original Primeira fase:
4 de novembro de 2004 – 3 de julho de 2014
Segunda fase:
18 de março – 1 de julho de 2019
Temporadas 12
Episódios 163
Ligações externas
Site oficial

O Aprendiz é um reality show de empreendedorismo brasileiro produzido e exibido originalmente pela RecordTV entre 4 de novembro de 2004 e 3 de julho de 2014 em dez temporadas. É a versão brasileiro do programa estadunidense The Apprentice, exibido pela NBC e distribuído como franquia mundialmente pela FremantleMedia.

As seis primeiras temporadas foram apresentadas por Roberto Justus, sendo as duas seguintes comandadas por João Doria quando o primeiro deixou a emissora. Em 2013 Justus retornou para mais duas temporadas antes do programa ser encerrado. Em 2018 Justus assinou contrato com a Band e decidiu reviver o O Aprendiz no novo canal.[1]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2004, Ricardo Bellino, sócio brasileiro de Donald Trump, que na época era o apresentador da versão original do programa, começou a conversar com algumas emissoras para fazer uma versão brasileira do programa The Apprentice.[2] Em agosto de 2004, a Record contratou o administrador Roberto Justus para apresentar o programa.[3] Antes da estreia do programa, Roberto Justus viajou aos Estados Unidos para conversar com Donald Trump, pois a versão americana estava fazendo muito sucesso.[4] O programa estreou sua primeira temporada no dia 4 de novembro de 2004, às 22:00, sob o comando de Roberto Justus. Para esta temporada foram mais de 30 mil inscritos.[5]

Justus apresentou as 6 primeiras temporadas do programa. Ele deixou a atração em 2009, quando deixou a Record.[6] Em agosto de 2009, o empresário João Doria Júnior, presidente do grupo Doria Associados assinou contrato com a RecordTV para ficar a frente do programa.[7] Ele apresentou as versões Aprendiz Universitário em 2010[8] e Aprendiz Empreendedor em 2011.[9] Em 2012, a Rede Record havia revelado que não teria planos para continuar a exibição do programa[10]. Porém a ideia foi descartada e em 2013 lançou mais uma temporada do programa, Aprendiz - O Retorno, marcando a volta do apresentador Roberto Justus.[11]

A décima edição do programa foi exibida em 2014, Aprendiz Celebridades, trazendo celebridades ao invés de candidatos anônimos na disputa[12]. Em 2019 voltou a ser produzido após 5 anos, agora na Rede Bandeirantes.

Formato[editar | editar código-fonte]

No programa, 16-18 candidatos concorrem a um contrato em uma empresa, por pelo menos um ano, pago pelo patrocinador do programa (algumas edições envolveram disputas por prêmios diferentes). Divididos em duas equipes, os candidatos concorrem realizando uma série de tarefas envolvendo vendas, marketing, promoções, negócios imobiliários, finanças, ações beneficentes, publicidade e gerenciamento de negócios, bem como arrecadação de fundos, administração de bens e realização de eventos de grandes proporções. Cada equipe, após escolher um líder, tem apenas alguns dias para realizar sua tarefa relacionada ao mundo corporativo, lidando muitas vezes com quantias de milhares de reais. Tendo que seguir regras rigorosas, são julgados pelo apresentador, que conta com a ajuda de conselheiros nessa tarefa.

Tarefas[editar | editar código-fonte]

No início da edição, os candidatos são divididos em duas equipes e recebem uma série de tarefas baseadas no mundo corporativo, desenhadas para avaliar habilidades em vendas, negociação, apresentação, liderança, trabalho em equipe e organização, com cada episódio envolvendo a conclusão de uma destas tarefas. Antes de começarem a trabalhar, cada equipe escolhe um líder para guiar os outros participantes durante a execução da tarefa. Uma vez, os líderes foram escolhidos pelo apresentador. As equipes são acompanhadas durante as tarefas por conselheiros, que elaboram dossiês a respeito do desempenho dos integrantes. Conforme os candidatos são demitidos, a composição das duas equipes é periodicamente reestruturada.

Resultados e demissões[editar | editar código-fonte]

Após a conclusão da tarefa, as equipes se direcionam para um ponto de encontro, onde o apresentador, juntamente com os conselheiros, revelam os resultados e nomeiam uma das equipes como vencedora (com base em critérios específicos para cada tarefa), que recebe uma recompensa.

A equipe derrotada é enviada para as acomodações que o programa provém e os participantes normalmente discutem seus erros na tarefa. Posteriormente são enviados para uma sala de reunião onde são submetidos a uma avaliação mais detalhada do apresentador: o líder da equipe é orientado a escolher dois integrantes para acompanhá-lo em uma fase final de interrogações. Normalmente, estes dois são os membros com o pior desempenho, mas em tese o líder pode agir estrategicamente e tentar eliminar candidatos mais fortes da competição, ou ainda fazer suas escolhas se baseando na personalidade. As discussões frequentemente são acaloradas pois os candidatos tentam culpar uns aos outros pela derrota. Por fim, o apresentador elimina um dos três com a frase "você está demitido", e este candidato deixa a competição. Em algumas ocasiões, dois candidatos foram demitidos na mesma tarefa.

O participante demitido é então observado entrando em um táxi para voltar para casa, onde é rapidamente entrevistado para refletir sobre sua participação e/ou eliminação. Os candidatos poupados retornam às acomodações providenciadas pelo programa, onde aguardarão com os demais a próxima tarefa.

Etapas finais[editar | editar código-fonte]

Quando o número de candidatos é reduzido para um total de três ou quatro participantes, estes passam a competir individualmente. Nas três primeiras temporadas, esta etapa envolvia entrevistas com executivos da confiança de Justus e resultava na seleção de dois finalistas. Nas temporadas seguintes, após a concretização da parceria entre o programa e o SEBRAE, as entrevistas foram substituídas por uma tarefa prática individual, que normalmente busca avaliar a capacidade de empreendedorismo e lidar com o imprevisto. Numa das temporadas, a tarefa aplicada para definição dos finalistas foi um quiz show.

Quando os finalistas são revelados, avançam para a última etapa do processo e devem realizar uma tarefa final com equipes formadas por candidatos demitidos anteriormente. Após a conclusão desta tarefa, ambos são avaliados pela última vez em uma Sala de Reunião com o apresentador e seus conselheiros, da qual um deles será vitorioso e receberá o prêmio. O participante "contratado" nem sempre é aquele que venceu a tarefa final, pois a decisão é embasada em toda a trajetória dos finalistas.

Edições[editar | editar código-fonte]

Temporada Apresentador Equipes Vencedor (a) Prêmio Exibição original Emissora
O Aprendiz Roberto Justus Ginga Brasil (6–6)
Solidéz (6–6)
Vivianne Ventura Brafmann Gerência de novos negócios na Wunderman Estreia: 4 de novembro de 2004
Final: 23 de dezembro de 2004
RecordTV
O Aprendiz 2 Mandala (8–5)
V-8 (5–8)
Fábio de Oliveira Porcel Gerência de novos negócios na Dezbrasil Estreia: 23 de junho de 2005
Final: 18 de agosto de 2005
O Aprendiz 3 Águia (6–7)
Alliance (7–6)
Anselmo Martini Cargo internacional na área de planejamento e estratégia na Wunderman Estreia: 23 de junho de 2006
Final: 26 de setembro de 2006
Aprendiz 4 - O Sócio Adapt (4–8)
Ello (8–4)
Tiago de Aguiar Pereira Cotas de sociedade no valor de R$ 500 mil em empresa particular
R$ 500 mil pagos a título de pró-labore
Estreia: 3 de maio de 2007
Final: 28 de junho de 2007
Aprendiz 5 - O Sócio Foccos (8–5)
Masters (5–8)
Clodoaldo Araújo Cotas de sociedade no valor de R$ 1 milhão na incubadora Brainers
R$ 1 milhão pago a título de pró-labore
Estreia: 6 de maio de 2008
Final: 26 de junho de 2008
Aprendiz 6 - Universitário Best (7–5)
Maxxi (6–6)
Marina Vasques de Oliveira Erthal Cargo de trainee na Young & Rubicam
R$ 1 milhão
Estreia: 9 de abril de 2009
Final: 28 de maio de 2009
Aprendiz Universitário João Doria Júnior Avant (6–7)
Up (7–6)
Samara Schuch Bueno Cargo de consultoria de eventos do Grupo Lide
R$ 1 milhão
Estreia: 15 de abril de 2010
Final: 8 de junho de 2010
Aprendiz Empreendedor Vanguarda (7–6)
Vetor (6–7)
Janaina de Melo R$ 1,5 milhão Estreia: 1 de novembro de 2011
Final: 20 de dezembro de 2011
Aprendiz - O Retorno Roberto Justus Flecha (5–8)
Sinergia (8–5)
Renata Tolentino Cargo na Grey Brasil
R$ 1 milhão
Estreia: 1 de outubro de 2013
Final: 10 de dezembro de 2013
Aprendiz Celebridades Fênix (4–5)
Next (5–4)
Ana Moser R$ 1 milhão
Doação de R$ 828 mil para o Instituto Esporte & Educação
Estreia: 22 de abril de 2014
Final: 3 de julho de 2014
O Aprendiz Hashtag (5–9)
Share (8–6)
Gabriel Gasparini R$ 1 milhão Estreia: 18 de março de 2019
Final: 1 de julho de 2019
Band

Conselheiros[editar | editar código-fonte]

Apresentador(a) Edições
1.ª
2004
2.ª
2005
3.ª
2006
4.ª
2007
5.ª
2008
6.ª
2009
7.ª
2010
8.ª
2011
9.ª
2013
10.ª
2014
11.ª
2019
Isabel Arias
José Tolovi Junior
Roberto Paschoali
Walter Longo
Edison Henriques Jr.
Vivianne Brafmann
Fernando Gameleira
Cláudio Forner
Cristiana Arcangeli
David Barioni Neto
Carla Pernambuco
Renato Santos
Cacá Rosset
José Roberto Marques

Especial de fim de ano[editar | editar código-fonte]

Em 1 de dezembro de 2008, foi exibido um especial de fim de ano do programa. O objetivo da competição era garantir ao vencedor a participação como candidato de Aprendiz 6 - Universitário, a primeira temporada do programa com elenco exclusivamente composto por estudantes universitários. Após a conclusão de quatro etapas envolvendo testes de lógica e conhecimentos gerais, a disputa foi vencida pela estudante Maytê de Carvalho Soares, que foi premiada com um carro 0 km. Os 16 estudantes foram selecionados a partir de currículos entregues ao Grupo Newcomm e testagens via internet.[13]

Participantes
Candidato (a) Graduação Idade Origem Resultado
Maytê de Carvalho Soares Publicidade e propaganda 18 Guarulhos Vencedora
Thiago Henrique Ramos Pires Administração 19 São Bernardo do Campo Demitido na final
Anna Carolina Rocha Costa Peret Comunicação social / Ciências econômicas 24 Niterói Demitidos na 3ª etapa
Heitor Alves Festa Figueiredo Soares Publicidade e propaganda 19 São Paulo
Luana Sênos Franco Administração 22 Niterói Demitidos na 2ª etapa
Nicole Freitas de Mello Farmácia 21 Belo Horizonte
Rodolfo Elci de Castro Engenharia mecânica 20 São Carlos
Thiago Gallindo de Mello Publicidade e propaganda 23 Feira de Santana
Bárbara Breves Carr da Fonseca Jornalismo 23 Rio de Janeiro Demitidos na 1ª etapa
Fabrício Treviso Jornalismo 21 São Paulo
Kamila Bianchi Publicidade e propaganda 19 São Paulo
Lucas Augusto Christino Marketing 21 São Paulo
Rafael Troiano Marx Propaganda e marketing 22 São Paulo
Stefane Scalzoni Rosa Publicidade e propaganda 19 São Paulo
Thays Cunha de Oliveira Publicidade e propaganda 20 São Paulo
Tito Afonso Pereira Neto Administração 21 Itabuna

Outros empreendimentos[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Dois livros baseados no programa foram publicados no Brasil. O primeiro, A Aprendiz, de 2005, foi escrito por Vivianne Brafmann após vencer a primeira edição do programa e descreve suas experiências durante a competição. O segundo, Eu Aprendi!, é de autoria dos 16 participantes da segunda temporada e relata as lições aprendidas por eles durante as tarefas realizadas. O livro foi publicado em 2006 e também possui uma versão em audiobook.

Jogo de tabuleiro[editar | editar código-fonte]

Em 2010, uma versão em formato de jogo de tabuleiro do programa Aprendiz Universitário foi lançada no Brasil pela fábrica de brinquedos Estrela. No jogo, os participantes comandam equipes na disputa de tarefas, e a equipe perdedora participa de uma Sala de Reunião nos moldes do reality show. Voltado para o público infantil maior de 8 anos e com produção inicial de 50 mil unidades, o jogo foi utilizado em uma das tarefas da temporada que o inspirou.

Referências

  1. Ricco, Flávio (19 de abril de 2018). «Roberto Justus assina com a Band para apresentar "O Aprendiz"». UOL. Consultado em 19 de abril de 2018 
  2. «Trump quer fazer 'reality show' de emprego no Brasil». Observatórip da Imprensa. 7 de janeiro de 2004. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  3. «Zapping: Record contrata Márcio Garcia e Roberto Justus». Folha Ilustrada. 7 de agosto de 2004. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  4. «Trump, o conquistador». Folha de S.Paulo. 16 de outubro de 2004. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  5. «Região emplaca um 'aprendiz' em programa da Record». Diário do Grande ABC. 28 de outubro de 2004. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  6. «SBT contra-ataca: leva Eliana e Roberto Justus da Record». Estadão. 20 de junho de 2009. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  7. «João Dória Jr. assina com Record e fica em "O Aprendiz" até 2011». UOL. 11 de agosto de 2009. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  8. «João Doria Jr. estreia no comando do novo 'Aprendiz universitário', na Record». O Globo. 10 de abril de 2010. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  9. «João Doria Jr. tenta mudar imagem em novo "O Aprendiz"». F5. 18 de outubro de 2011. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  10. Flávio Ricco (1 de fevereiro de 2012). «É oficial: Record desiste de "O Aprendiz"». UOL. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  11. «Com Justus, "O Aprendiz" vai voltar à grade da Record em setembro de 2013». F5. 29 de novembro de 2012. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  12. «"Aprendiz Celebridades" estreia nesta terça com 15 famosos na disputa». UOL. 22 de abril de 2014. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  13. Redação ÁreaVip (26 de novembro de 2008). «Record exibe Especial Aprendiz com Roberto Justus». ÁreaVip [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]