Daniel Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o repórter, veja Alfinete (repórter).
Daniel Peixoto
Daniel Peixoto em 2012
Informação geral
Nome completo Daniel Peixoto Cordeiro de Farias
Também conhecido(a) como "Príncipe do electro Brasileiro"[1]
Nascimento 5 de janeiro de 1986 (30 anos)
Local de nascimento Crato
Origem Fortaleza, CE
País  Brasil
Gênero(s) pop, electro, art punk, regional
Instrumento(s) Vocal, guitarra, piano
Período em atividade 2005-presente
Gravadora(s) AbatJour Records
Página oficial danielpeixoto.com

Daniel Peixoto Cordeiro de Farias (Fortaleza, 5 de janeiro de 1986), mais conhecido como Daniel Peixoto, é um cantor brasileiro[2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no bairro da Aldeota, no norte de Fortaleza, mudou-se ainda criança para a cidade do Crato, no interior do estado do Ceará, com sua mãe. Pelo lado paterno é neto do militar e político, Cordeiro de Farias, e hexaneto, pelo lado materno, de José Pereira Filgueiras, capitão-mor do Crato.[3] Lá, passou a frequentar aulas de canto, piano e teatro. Na adolescência, trabalhou como modelo e VJ pela região.[4] Foi em 2005 que, junto ao DJ Leco Jucá, ele formou o Montage, banda de electro-punk tida pela revista Bizz como a "banda que faltava no cenário musical há, pelo menos, 18 anos" e pelo jornal Folha de S. Paulo como "melhor show". A banda mudou-se para São Paulo em meados de 2006. Tocou no Tim Festival ao lado do Vanguart[5] e apresentou-se no programa da Regina Casé, Central da Periferia.[6] Em 2009, o duo se separou amigavelmente e Daniel deu inicio a sua carreira solo. Neste mesmo ano ele abriu o show da banda britânica The Prodigy.[7]

Peixoto passou por um difícil processo de deportação da Inglaterra, onde ele foi interrogado durante nove horas e dividiu uma sala pequena com mais vinte pessoas, dentre estas iraqueanos e iranianos.[8] Esteve em uma lista de preferências musicais do cantor Justin Timberlake[9] e foi comparado a David Bowie por um jornalista do jornal inglês The Guardian.[10]

Em sua carreira solo, Daniel lançou seu primeiro CD, Mastigando Humanos, no Brasil[11] e no mundo com o EP, Shine.[12] Em 2011, quando esteve em tour pela Europa, participou de uma votação feita pela MTV YGGY,[13] de Nova York, Daniel foi eleito melhor artista da semana.[14]

Daniel desenvolveu a Shine Party, festa em Fortaleza que mistura música, moda e arte. A terceira edição contou com a participação da cantora Gaby Amarantos.[15]

Daniel Peixoto foi o vencedor do Prêmio Dynamite de Música Independente 2012 na categoria "Melhor Álbum de Música Eletrônica", concorrendo com outros nomes de peso, como Gui Boratto.[16] Sua música "Olhos Castanhos" entrou para a trilha sonora da novela Lado a Lado da TV Globo.[17] [18] O novo single, Shine, teve lançamento em 16 de fevereiro de 2013 pela Verdes Mares na TV e dois dias depois na internet.[19] [20]

Em julho de 2013, Daniel gravou o programa do SBT, Gabi Quase Proibida, da Marília Gabriela.[21] Peixoto participou da coletânea "Armazém 73", homenagem aos 40 anos do álbum Secos & Molhados, do grupo de Ney Matogrosso, a música gravada por ele foi O Vira.[22] [23]

Finalizando os trabalhos com o álbum, "Mastigando Humanos", Daniel lançou seu último single "Flei" com um box contendo dois remixes novos pela revista Rolling Stone no dia 29 de janeiro de 2014 e anunciou na publicação que o disco sucessor ao de estreia já está sendo gravado.[24]

Em 2015, Peixoto e Leco Jucá anunciaram que o Montage voltaria com uma tour especial, intitulada a "(Re)Volta do Montage", em comemoração aos 10 anos da banda, com lançamento de um vídeo-clipe para a música "My Love Has Green Lips", além de músicas inéditas.[25] O primeiro show aconteceu no dia 4 de abril em Fortaleza na nova edição da Shine Party.[26]

"Crush (Manda Nude)" foi o primeiro single de seu segundo álbum, "Massa".[27]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

EPs[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Come to Me (2009)
  • Eu Só Paro Se Cair (2011) - #10 German Airplay Chart[28]
  • Olhos Castanhos (2011)
  • Shine (2013)
  • Flei (2014)

Com o Montage[editar | editar código-fonte]

  • I Trust My Dealer (2008)[29]

Referências

  1. «"Príncipe do Electro Brasileiro"». foradoeixo.org.br. Fora do Eixo. Consultado em 03/09/2013. 
  2. «Daniel Peixoto». ombsp.org.br. Ordem dos Músicos do Brasil. Consultado em 03/09/2013. 
  3. «Daniel Peixoto tem fome de viver». caririrevista.com.br. Revista Cariri. Consultado em 03/09/2013. 
  4. «Líder da banda Montage». folha.uol.com.br. Folha de S. Paulo. Consultado em 03/09/2013. 
  5. «TIM Festival». folha.uol.com.br. Folha de S. Paulo. Consultado em 03/09/2013. 
  6. «Montage e Daniel Peixoto no Central da Periferia». cariricult.blogspot.com.br. Cariri Cult. Consultado em 03/09/2013. 
  7. «Prodigy nova turnê». guia.folha.com.br. Guia da Folha de S. Paulo. Consultado em 03/09/2013. 
  8. «Vocalista da banda Montage é deportado da Inglaterra». g1.globo.com. G1.com. Consultado em 03/09/2013. 
  9. «Taste of Brazil electronic, baile funk and others». justintimberlake.com. Justin Timberlake.com. Consultado em 03/09/2013. 
  10. «Disco inferno». blogs.theguardian.com. The Guardian. Consultado em 19/01/2014. 
  11. «Daniel Peixoto "vem pra nós"». diariodonordeste.globo.com. Diário do Nordeste. Consultado em 03/09/2013. 
  12. «Shine é o novo lançamento de Daniel Peixoto na Europa». foradoeixo.org.br. FdE. Consultado em 03/09/2013. 
  13. «Daniel Peixoto at MTV Iggy». mtviggy.com. Consultado em 03/09/2013.  Parâmetro desconhecido |publicad= ignorado (Ajuda)
  14. «O popstar do melody conquista a MTV americana». foradoeixo.org.br. FdE. Consultado em 03/09/2013. 
  15. «'Tá tudo misturado». opovo.com.br. O Povo. Consultado em 03/09/2013. 
  16. «Prêmio Dynamite». premiodynamite. Revista Dynamite. Consultado em 03/09/2013. 
  17. «Lado a Lado, novela de época da Globo, tem trilha sonora moderna». folha.uol.com.br. Folha de S. Paulo. Consultado em 03/09/2013. 
  18. «Conheça Daniel Peixoto cantor da música que é tema de Berenice». tvg.globo.com. TVG. Consultado em 03/09/2013. 
  19. «Entrevista Daniel Peixoto e Nayra Costa». redeglobo.globo.com. Rede Globo CE. Consultado em 03/09/2013. 
  20. «Daniel Peixoto lança clipe com participação de Nayra Costa do The Voice». papelpop.com. Papel POP. Consultado em 03/09/2013. 
  21. «Gabi recebe Daniel Peixoto». sbt.com.br. Gabi Quase Proibida. Consultado em 03/09/2013. 
  22. «Armazém 73, tributo ao Secos & Molhados». oglobo.globo.com. O Globo. Consultado em 03/09/2013. 
  23. «Daniel Peixoto lança "O Vira"». rockinpress. RockInPress. Consultado em 03/09/2013. 
  24. «Veja "FLei", novo clipe de Daniel Peixoto». rollingstone.com.br. Rolling Stone. Consultado em 29/01/2014. 
  25. «Contra a caretice, Daniel Peixoto promove a (re)volta do Montage». on.ig.com.br. On.com. Consultado em 04/04/2015. 
  26. «Vai Daniel! Vai Leco!». opovo.com.br. O Povo. Consultado em 04/04/2015. 
  27. «Daniel Peixoto "Crush"». Papel Pop. 06/06/2016. Consultado em 06/06/2016. 
  28. «Daniel Peixoto TOP 10 Blitzaufsteiger OLJO Video Charts». oljo.de. OLJO. Consultado em 03/09/2013. 
  29. «Montage faz o Radiohead». rollingstone.com.br. Rolling Stone. Consultado em 03/09/2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]