Danny Carey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Danny Carey
Danny Carey durante apresentação.
Informação geral
Nome completo Daniel Edwin Carey
Nascimento 10 de maio de 1961 (54 anos)
Lawrence, Kansas  Estados Unidos
Gênero(s) Metal progressivo
Rock progressivo
Jazz fusion
Art rock
Metal alternativo
Instrumento(s) Bateria
Percussão
Gravadora(s) Zoo Entertainment, Volcano II
Afiliação(ões) Tool
Volto!

Daniel Edwin "Danny" Carey (10 de maio de 1961) é um baterista estadunidense, conhecido por tocar na banda norte-americana de metal progressivo, Tool. Ele também contribuiu em álbuns de artistas e bandas como Zaum, Green Jellÿ, Pigface, Skinny Puppy, Adrian Belew do King Crimson, Carole King, Collide, e o Melvins.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Danny nasceu em Lawrence, Kansas, teve seu primeiro encontro com a bateria aos 10 anos de idade, unindo-se a banda da escola e tendo aulas particulares de caixa. Dois anos depois, ele começou a praticar em uma bateria. Em seu ultimo ano de ensino médio em Paola, Kansas, Carey entrou para a banda de jazz do ensino médio e começou a estudar com o grande baterista Ben Kensol, especificamente sobre jazz. Mais tarde, o jazz viria desempenhar um grande papel em seu estilo de tocar no cenário do rock. Como Carey progrediu do ensino médio até mais tarde, na Universidade de Missouri-Kansas City, ele começou a expandir os seus estudos em percussão e com teorias sobre os princípios da geometria, ciência e metafísica, bem como se aprofundar em certos aspectos ocultos da vida.

Depois da faculdade, um amigo e colega de banda convenceu Danny a deixar o Kansas e ir para Portland, onde ele tocou brevemente em várias bandas antes de se mudar para Los Angeles, onde ele conseguiu tocar como membro de estudio com Carole King e se apresentar com a banda Pigmy Love Circus. Ele também tocou no Green Jellÿ, com quem gravou o álbum Cereal Killer sob o pseudônimo Danny Longlegs. Pouco tempo depois, ele viria a conhecer o cantor Maynard James Keenan e o guitarrista Adam Jones, e começar a praticar com eles. Além do Tool, Danny também tem tempo para outros projetos, novos e antigos, como Volto! e Zaum.

Equipamento[editar | editar código-fonte]

Danny é endorse da Sonor[1] , da Paiste[2] , usa baquetas Vic Firth[3] e pads eletrônicos da Mandala Drums[4] .

  1. Sonor Artists- Danny Carey Sonor. Visitado em 01 July 2015.
  2. Paiste Artists Paiste. Visitado em 01 July 2015.
  3. Vic Firth Artists - Danny Carey Vic Firth. Visitado em 01 July 2015.
  4. Mandala Drums Mandala Drums. Visitado em 01 July 2015.