Deinosuchus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaDeinosuchus riograndensis
Deinosuchus hatcheri

Deinosuchus hatcheri
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Crocodylia
Família: Alligatoridae
Género: Deinosuchus

O Deinosuchus é um gênero extinto de crocodilo do Cretáceo que viveu na América do Norte. Pensaram durante várias décadas que ele era o terceiro maior crocodiliano que se conhece que já viveu na Terra. O Deinosuchus é conhecido principalmente do material do crânio, e os estudos recentes reduziram o seu comprimento previsto.

Maiores crocodilos que já existiram em escala

Estudos realizados hoje determinam que o Deinosuchus podia chegar a medir 10,6 m de comprimento[1] com um peso determinado em 6,5 toneladas. Somente perde em tamanho para o norte-africano Sarcosuchus (11 m)[2], e o brasileiro Purussaurus (12,5 m)[3]. Era realmente grande para atacar qualquer dinossauro que cruzasse seu caminho.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Este crocodiliano do Cretáceo era especializado em caçar dinossauros. Talvez o seu tamanho seria uma adaptação para matar estes animais enormes. Podendo possivelmente ser o maior animal da sua família, ele teria enfrentado dinossauros como o edmontossauro, e o tiranossauro rex.

Ícone de esboço Este artigo sobre Répteis, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Farlow, James O.; Grant R.. (2005-06-27). "[0354:FDABSO2.0.CO;2 Femoral dimensions and body size of Alligator mississippiensis: estimating the size of extinct mesoeucrocodylians]". Journal of Vertebrate Paleontology 25 (2): 354–369. DOI:[0354:FDABSO2.0.CO;2 10.1671/0272-4634(2005)025[0354:FDABSO]2.0.CO;2]. ISSN 0272-4634.
  2. Sereno, Paul C.; Hans C. E.. (2001-11-16). "The Giant Crocodyliform Sarcosuchus from the Cretaceous of Africa" (em en). Science 294 (5546): 1516–1519. DOI:10.1126/science.1066521. ISSN 0036-8075. PMID 11679634.
  3. Aureliano, Tito; Aline M.. (2015-02-17). "Morphometry, Bite-Force, and Paleobiology of the Late Miocene Caiman Purussaurus brasiliensis". PLOS ONE 10 (2): e0117944. DOI:10.1371/journal.pone.0117944. ISSN 1932-6203. PMID 25689140.