Deu Onda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Deu Onda"
Single de MC G15
Lançamento 15 de dezembro de 2016 (2016-12-15)
Formato(s) Download digital
Gravação 22 de novembro de 2016
Gênero(s) Funk ousadia
Duração 2:24
Gravadora(s) GR6 Produções (versão original)

Kondzilla (versão clean)

Composição Gabriel Soares
Produção Jorgin Deejhay
Informações sobre o vídeo musical
Lançamento 21 de dezembro de 2016
Diretor(es) KondZilla
Duração 3:35
Cronologia de singles de MC G15
"eu falei pra elas"
(2016)
"cara bacana"
(2017)

"Deu Onda" é um single lançado pelo cantor brasileiro de funk ousadia MC G15. Foi disponibilizada no iTunes em 15 de dezembro de 2016 em sua versão clean.[1]

Sobre[editar | editar código-fonte]

A primeira versão, com versos explícitos e conotação sexual evidente foi disponibilizada pela GR6 em 22 de novembro, e a versão light lançada como videoclipe por KondZilla em 21 de dezembro.[1] A canção é referida por diversos veículos de comunicação como o "hit do verão e do Carnaval de 2017".[2] Segundo o próprio artista, a canção foi inspirada em sua namorada, Ingrid, e no filme de terror Invocação do Mal.[3]

A versão original da música traz polêmicas pelos versos: "Que vontade de foder, garota / Eu gosto de você / Fazer o que / Meu pau te ama",[4] os quais foram substituídos na segunda versão, executada em rádios: Que vontade de te ter, garota / Eu gosto de você / Fazer o que / O pai te ama.[5][6] A canção já foi reproduzida por artistas como Anitta em seus shows.[6] "Deu Onda" se tornou em 29 de dezembro o vídeo mais assistido do YouTube em uma semana, com cerca de 19 milhões de visualizações, superando "Sim ou Não", da cantora Anitta, que teve 11 milhões de acessos.[7]

A canção foi a música mais executada no Reveillon de 2016, nas plataformas Spotify, Apple Music e Deezer, além de ter sido a mais vendida no iTunes no país neste período.[8] Em 3 de janeiro de 2017, "Deu Onda" tornou-se a canção mais executada na playlist mundial do Spotify.[9]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada (2017) Melhor
posição
 Brasil (Billboard Hot 100 Airplay)[10] 36

Repercussão[editar | editar código-fonte]

O compositor Ritchie publicou um comentário negativo para a canção: "Ontem ouvi a dita 'música' do verão e, sinceramente, deu vontade de me aposentar de vez desse ofício (...) Melodia em tom maior, base em tom menor… e o Tom maior de todos vira na cova!"[11] Regis Tadeu, publicou uma crítica negativa no Yahoo!: "Deu onda" e o Brasil ficou craque em produzir lixo musical. Meus pêsames a todos os envolvidos e cúmplices de tal desgraça (...) parece existir um acordo tácito e já fechado pela estupidez universal: a garantia de um novo acervo de músicas cretinas de tempos em tempos para que um número significativo de retardados bombem a internet – e agora as plataformas de streaming – com um tsunami de merda bem fedorento."[12]

A reprodução da versão censurada da canção no Encontro com Fátima Bernardes gerou críticas negativas na internet.[13] No mesmo programa, o cantor disse que queria uma versão mais light da música.[14] A namorada de MC G15 disse que ele "teve que colocar uma putaria na música para ela estourar."[15] Segundo o Papel POP, o que ajudou no sucesso do single foi a versão "clean" da música (sem palavra de baixo calão) e a promoção feita por artistas como Wesley Safadão, Neymar, Anitta e Kéfera.[16]

Referências

  1. a b «Deu onda». iTunes. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  2. «"Deu onda": MC G15 emplaca primeiro hit do verão; confira outras 10 apostas para 2017». ClicRBS. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  3. «Autor do hit Deu Onda, MC G15 revela que a música foi inspirada na namorada e em filme de terror». UOL. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  4. «MC G15 - Deu Onda (Lyric Video) Jorgin Deejhay». YouTube. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  5. «MC G 15 - Deu Onda (KondZilla)». YouTube. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  6. a b «MC do Hit "Deu onda" que encantou Anitta e Neymar tem apenas 18 anos». Extra. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
  7. «MC G15 bate recorde de Anitta e "Deu Onda" é o vídeo brasileiro mais acessado em 1 semana». Registro Pop. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  8. «'Deu onda', do MC G15, é música mais ouvida na virada e desponta como hit do verão». Globo. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  9. «'Deu onda' viraliza e lidera playlist mundial do Spotify». Uai. Consultado em 3 de janeiro de 2017 
  10. «Billboard Hot 100». Billboard Brasil. Consultado em 10 de fevereiro de 2017 
  11. Redação Vida e Estilo (7 de janeiro de 2017). «Autor de 'Menina Veneno', Ritchie critica sucesso de MC G15: 'deu vontade de me aposentar de vez'». br.vida-estilo.yahoo.com. Consultado em 17 de janeiro de 2017 
  12. Regis Tadeu (9 de janeiro de 2017). «"Deu onda" e o Brasil ficou craque em produzir lixo musical. Meus pêsames a todos os envolvidos e cúmplices de tal desgraça...». Yahoo!. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
  13. «MC G15 canta versão sem palavrões de 'Deu Onda' e webcritica». diversao.terra.com.br. 11 de janeiro de 2017. Consultado em 17 de janeiro de 2017 
  14. «Funkeiro diz não se orgulhar da letra de 'Deu Onda', seu maior sucesso». www.folhape.com.br. Consultado em 17 de janeiro de 2017 
  15. «Musa de "Deu onda" namora MC G15 desde os 13 anos». revista.cifras.com.br. 1 de janeiro de 2017. Consultado em 17 de janeiro de 2017 
  16. Brunno Constante. «"Deu Onda" bombou porque tiraram o palavrão da música?». Papel POP. Consultado em 5 de fevereiro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.