Regis Tadeu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Regis Tadeu
Nome completo Reginaldo Carneiro dos Santos Tadeu
Nascimento 2 de novembro de 1960 (58 anos)
São Paulo, Brasil
Ocupação jornalista, crítico musical, apresentador de programas de rádio, baterista, colecionador de discos e CDs
Principais trabalhos Muzak, Subúrbio, Ness, Made in Brazil, Jacqueline e Chilli Sauce Trio.
Anos ativos 2017–presente (referente ao YouTube)
Inscritos + 150 mil
Seguidores + 12 mil
Visualizações + 7 000 000
Website registadeu.com.br
YouTube Silver Play Button 2.svg
100 mil
inscritos: 2019

Reginaldo Carneiro dos Santos Tadeu, conhecido como Regis Tadeu (São Paulo, 2 de novembro de 1960) é um jornalista,[1] crítico musical, apresentador de programas de rádio, baterista e colecionador de discos e CDs.[2][3]

Como baterista, Regis tocou nas bandas Muzak, Subúrbio,[4] Ness, Made in Brazil, Jacqueline e Chilli Sauce Trio.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Dentista de formação, Regis entrou para o jornalismo especializado, a convite da revista Cover Guitar, em 2004.[2] Segundo ele, "o dono da revista precisava de alguém para fazer crítica musical e pensou em mim porque eu tinha uma considerável coleção de discos. Mesmo sem experiência, topei, e daí peguei gosto pela coisa".[5]

Além disso, foi blogueiro do site Yahoo![6] É produtor e apresentador dos programas Agente 93 e Rock Brazuca, ambos na Rádio USP FM.[7] Foi diretor de redação das revistas Cover Guitarra, Cover Baixo, Batera, Teclado & Áudio e Mosh.[2][8]

Como crítico, foi jurado do Programa Raul Gil, no quadro Jovens Talentos Kids, no SBT[9]. Também atuou como crítico no programa SuperPop. Tem conhecimentos de bateria, guitarra, contrabaixo e piano.

Atualmente, possui um canal no YouTube em que dá suas opiniões sobre a música e os artistas atuais.[10] Em 2015 o jornal O Tempo o entrevistou para comentar sobre álbuns que completaram vinte anos.[11]

Aos seis anos de idade ganhou um compacto mono dos Beatles, com Strawberry Fields Forever no lado A e Penny Lane no lado B.[carece de fontes?] Em 2012 a sua coleção soma aproximadamente 23.000 CDs e 14.000 LPs[carece de fontes?].

Videografia[editar | editar código-fonte]

Ano Programa Papel Ref.
SuperPop (RedeTV) Crítico musical - quadro "Toca Uma Pra Mim" [12]
Programa Raul Gil (SBT) Jurado - Jovens Talentos Kids
Programa Raul Gil (SBT) Jurado - Jogo do banquinho

Participações especiais em outros quadros de programas televisivos[editar | editar código-fonte]

Ano Programa Episódio / Quadro Ref.
2012 Programa Raul Gil (SBT) Se você fosse, o que você faria? (2 de junho de 2012) [13]
2018 Eletrogordo (Canal Brasil) Temp 3 - Ep 77 (18 de dezembro de 2018) [14]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Estilo Papel Ref.
2012 A Onda Cover Documentário de Curta-metragem Ele mesmo [15]

Entrevista[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Nota Ref.
2008 Programa do Jô entrevista [16]
2019 Todo Seu entrevista 24 de abril [17]
2019 Pânico entrevista/participação transmitida em 8 de maio [1]
2019 Pânico entrevista/participação transmitida em 1 de agosto [18]

Referências

  1. a b «Regis Tadeu detona k-pop, Anitta e música 'popularesca': 'É feita para retardados'». Jovem Pan. Universo Online. Consultado em 18 de maio de 2019 
  2. a b c Rodney Brocanelli (12 de Outubro de 2004). «Para o público maduro que gosta de música». Observatório da Imprensa. Consultado em 12 de outubro de 2017 
  3. Leonardo Caprara (2 de março de 2014). «Entrevista com o crítico Regis Tadeu». Música e Cinema. Consultado em 9 de abril de 2019 
  4. Régis Tadeu (24 de Junho de 2013). «Todo crítico é um músico frustrado? Eu não.». Consultado em 25 de Junho de 2013 
  5. «Sinceridade dói: a crítica musical de Regis Tadeu». Nonada. 31 de outubro de 2014. Consultado em 4 de abril de 2019 
  6. Regis Tadeu. «Posts do blog de Regis Tadeu». Yahoo!. Consultado em 6 de julho de 2012. Arquivado do original em 15 de dezembro de 2013 
  7. Rádio USP FM. «Rock Brazuca». Consultado em 6 de Julho de 2012 
  8. Ricardo Seelig (29 de abril de 2011). «Minha Coleção – Regis Tadeu: 21 mil CDs e 14 mil LPs!». Collector´s Room. Consultado em 4 de abril de 2019 
  9. SBT Notícias (31 de Maio de 2012). «Raul Gil recebe o crítico musical Régis Tadeu no quadro "Se você fosse, o que você faria?"». Consultado em 6 de Julho de 2012 
  10. «Régis Tadeu». YouTube. Consultado em 16 de setembro de 2018 
  11. Lucas Buzatti. «Pérolas musicais de 20 anos». O Tempo. Consultado em 24 de junho de 2019 
  12. Redação (23 de junho de 2005). «SuperPop volta com o quadro "Toca Uma Pra Mim"». Área Vip. Consultado em 4 de abril de 2019 
  13. Wandreza Fernandes (1 de junho de 2012). «Raul Gil recebe Régis Tadeu no quadro 'Se você fosse, o que você faria'». Área Vip. Consultado em 4 de abril de 2019 
  14. «Eletrogordo - Temp 3 - Ep 77». Rede Globo. Consultado em 4 de abril de 2019 
  15. «A Onda Cover - Documentário sobre bandas cover». Curtadoc.tv. Consultado em 4 de abril de 2019 
  16. Regis Tadeu (13 de janeiro de 2013). «Nunca mais o sono de Zezé Polessa será o mesmo». Yahoo!. Consultado em 13 de junho de 2019 
  17. «Notícias do Mundo da Música, com Régis Tadeu». TV Gazeta. Rede Gazeta. 24 de abril de 2019. Consultado em 24 de junho de 2019 
  18. «'Quem ama K-pop não tem a educação acompanhada pelos pais', diz Regis Tadeu». Jovem Pan. Consultado em 13 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 2 de agosto de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.