Universidade Metodista de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Metodista de São Paulo
UMESP
Fundação 1938
Tipo de instituição Privada, filantrópica
Localização São Bernardo do Campo, São Paulo
Reitor(a) Paulo Borges Campos Jr.
Campus São Bernardo do Campo e São Paulo
Página oficial portal.metodista.br

A Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) é uma instituição privada de ensino superior brasileira localizada na cidade de São Bernardo do Campo, estado de São Paulo.

A UMESP teve início em 1938, com a implantação da faculdade de Teologia da Igreja Metodista em São Bernardo do Campo. Na época, a Igreja Metodista acabara de fundir dois centros de ensino teológico, localizados em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul. Era de seu interesse que o curso superior recém-criado - o primeiro instalado no município de São Bernardo do Campo - estivesse presente numa região que se configurava como um dos principais centros das transformações sociais, políticas e econômicas do país. Em 1970, foi criado o Instituto Metodista de Ensino Superior, também conhecido como IMS.

História[editar | editar código-fonte]

O compromisso da Igreja Metodista com Educação começa com a fundação da primeira instituição de ensino metodista, a Kingswood School, na Inglaterra, em 1748.

A história da Universidade Metodista de São Paulo no Brasil começa bem antes da criação do curso de teologia em São Bernardo do Campo. Começa com a fundação do Colégio Piracicabano, o primeiro colégio metodista do Brasil, em 1881, na cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo.

Passados oitenta e três anos, em 1964 o Colégio Piracicabano passa a oferecer cursos de superiores de Administração, Ciências Contábeis e Economia, primeiramente reunidos como faculdades integradas. Com essa expansão, o Ministério da Educação reconhece a Universidade Metodista de Piracicaba, em 1975, como a primeira universidade metodista da América Latina.

Nessa época, a faculdade de Teologia queria fortalecer o compromisso da Igreja Metodista com a educação também na região metropolitana de São Paulo e criou, em 1970, o Instituto Metodista de Ensino Superior. Com a consolidação do projeto pedagógico e a excelência alcançada ao longo dos anos, o IMS passou a figurar entre as mais conceituadas instituições de ensino superior do país. Isso permitiu que, em 1997, conquistasse o status de universidade, ampliando o número de faculdades e cursos oferecidos.

Hoje a faculdade Metodista conta com três campi em São Bernardo do Campo (Rudge Ramos, Vergueiro, Planalto) com mais de 117 mil metros quadrados de área total, e apoio em 14 estados e o Distrito Federal para cursos à Distância[1], onde tem o terceiro lugar de melhor curso à distância do Brasil.[2]

[3]

Esportes[editar | editar código-fonte]

Através da Associação Desportiva e Cultural Metodista, a Universidade Metodista de São Paulo mantém equipes em várias modalidades esportivas que são destaque nos torneios realizados no país. Em especial destacam-se:

Ex-alunos notáveis[editar | editar código-fonte]

Entre muitos ex-alunos notáveis podemos estão Kennedy Alencar, Celso Zucatelli e Reinaldo Azevedo, que formaram-se em jornalismo; e Dalton Vigh, que formou-se em publicidade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.