Discussão:Lista de vice-presidentes do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Várias mudanças[editar código-fonte]

Fiz várias mudanças na lista. Espero que todos estejam de acordo.

(PS: Sério mesmo que em todos esses anos nunca foi aberta um único tópico nesta página de discussão?) --Bageense(fala) 17h12min de 7 de julho de 2019 (UTC)[Responder]

Sobre a alteração recente[editar código-fonte]

Salve, ClaudioMassena! Gostaria de fazer uns questionamentos e críticas a esta edição.

  • Ela quebra o padrão. Isto é, a lista deveria ter o mesmo estilo da Lista de presidentes do Brasil
  • Está tudo muito grande (as fotos e os nomes dos vices, para ser mais preciso)
  • Terceiro, e mais importante — já houve um consenso em lista de presidentes do Brasil contra a inserção das datas de nascimento e morte na tabela. Eu penso que esse consenso valha para esta também. De todo modo, eu, pessoalmente, sou contra a informação. Sinceramente não sei qual a importância disso.

Convido o PauloMSimoes para opinar aqui. Saudações! --Bageense(fala) 05h23min de 23 de maio de 2021 (UTC)[Responder]

Desfiz. Nomes e imagens em tamanho exagerado, com datas que não são o escopo da lista. Artigo em destaque. Alterações significativas em formatos devem ser discutidas.--PauloMSimoes (discussão) 05h37min de 23 de maio de 2021 (UTC)[Responder]

Parágrafo[editar código-fonte]

PauloMSimoes Existe algum motivo em especial para o parágrafo sobre os ex-presidentes vivos ficar depois do índice? --Bageense(fala) 01h57min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]

@Bageense: entendo como "antes da tabela" e não "depois do índice". Tentei achar melhor lugar, mas a seção introdutória já tem um excesso de parágrafos. Isso parece ser irrelevante, mas se encontrar um outro lugar ideal no texto, não me oponho.--PauloMSimoes (discussão) 12h02min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
Prezados PauloMSimoes e Bageense, coloquei o texto ao final da seção introdutória, uma vez que o corpo do artigo é basicamente composto pela tabela. Creio ficar melhor do que depois do índice. Submeto à apreciação de vocês. Um abraço, Luiz265 (discussão) 18h55min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
Eu não sei por que a informação é tão importante assim para constar logo acima da tabela. Mas Paulo, eu tenho outra ideia: criar uma galeria dos ex-vice-presidentes vivos e colocá-la no final da página. --Bageense(fala) 19h48min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
@Luiz265: de acordo. @Bageense: penso que nem precise galeria para duas imagens (tendendo a ser apenas uma). Acho que temos texto suficiente para mais três imagens: uma do atual incumbente e as duas dos ex que estão vivos (talvez uma imagem dupla). Tudo na própria introdução. Se houver excesso, pode-se retirar a do Jaburu.--PauloMSimoes (discussão) 20h15min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
Olha, de minha parte eu não sei que tara nós wikipedistas temos pelos governantes ainda vivos. Não acho que isso seja nem um pouco importante. Portanto, não quero tirar a imagem do Jaburu que eu coloquei lá para colocar na intro a foto dos "sobreviventes". Até porque a lista já tem a imagem de todos. --Bageense(fala) 22h14min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
Também acho isso uma perfumaria desnecessária. Quem trouxe a ideia de galeria foi você.--PauloMSimoes (discussão) 22h22min de 14 de junho de 2021 (UTC)[Responder]
Eu sugeri porque vi que você queria dar maior destaque a essa informação. Por mim eu deixaria na introdução mesmo. --Bageense(fala) 03h23min de 15 de junho de 2021 (UTC)[Responder]

Vago[editar código-fonte]

@PauloMSimoes: A lista parece muito carregada visualmente, especialmente em comparação com a lista dos presidentes, que é mais simples.

Pensei em remover a contagem de tempo embaixo do "Vago; sem vice-presidente". Não é importante saber por quanto tempo o cargo ficou vago. Importa saber por quanto tempo algum vice-presidente exerceu o cargo.

Estive pensando também em tirar o "sem vice-presidente". Parece uma explicação desnecessária.

Ah, se você não tem mais interesse em discutir listas de presidentes, é só me avisar que eu paro de te dar pings, hehe. Não tem problema. --Bageense(fala) 02h05min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol declined.svg Discordo. A vacância do cargo deve ser registrada. É um tema inclusive muito importante já que há debate sobre se quando o cargo fica vago este deveria ser preenchido novamente, com aprovação pelo Senado, como ocorre nos EUA. Érico (disc.) 02h11min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

também Symbol declined.svg Discordo por motivos semelhantes ao já apontado. Para além do exposto, o verbete é destacado, de modo que não se pode retirar conteúdo considerável e relevante de uma página cuja versão atual foi aprovada pela comunidade. Luiz F. Fritz (discussão) 02h17min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Penso que a informação deva permanecer na lista. Mas a formatação pode ser melhorada, informando as datas inicial e final da vacância, com a mesma formatação das outras linhas da tabela e com notas explicativas. No campo destinado à imagem, coloca-se a imagem só da silhueta. Como está, o leitor tem poucas informações. Seria algo nos moldes da "sede vacante" na lista de papas.--PauloMSimoes (discussão) 05h48min de 23 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Mas as datas inicial e final da vacância é sabida conforme a data do fim do mandato do vice antes dela e do começo de mandato do vice depois dela. Fulanoo1 (discussão) 05h27min de 24 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Da mesma forma, nos mandatos em sequência, o seguinte repete a data do final do anterior. Como "é sabida", então porque repetir na linha seguinte? Meu argumento é que as vacâncias devem ser detalhadas, assim como as demais linhas na tabela, seguindo e adaptando o exemplo de formato da lista de papas.--PauloMSimoes (discussão) 10h44min de 24 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Vice-presidentes têm mandato, têm período de mandato. "Vago" não tem mandato, nem período de mandato. Sinceramente acho isso poluição visual. Mas se há consenso para manter isso, não me oponho... --Bageense(fala) 15h53min de 24 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Pesquisa inédita[editar código-fonte]

Deixando claro de início que não sou contra mencionar as vacâncias. Mas enfim, outro problema do "vago" é o ensejo a pesquisas inéditas, como a inserida pelo @Fulanoo1: aqui. Como devemos contar o "vago"? Por exemplo, na Era Vargas não havia a vice-presidência. Portanto, é lícito falar que ela estava vaga, sendo que ela não existia?

O mesmo raciocínio vale para a primeira vacância. Atualmente ela é contada a partir da proclamação da República. Mas não deveria ser contada a partir da outorga da constituição de 1891? Pois antes da constituição não havia vice-presidência. --Bageense(fala) 18h07min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Basta trocar "vago" por "cargo inexistente". A lista não busca apenas vincular nomes, mas também a história do cargo, o que inclui todos os seus momentos. Érico (disc.) 18h09min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
@Érico: Boa... Sim coloquei "cargo extinto".
Aproveitando o ensejo... na discussão acima, você deu a entender que eu queria tirar o vago. A proposta era só tirar a duração da vacância. Só para confirmar, você também é contra isso? Caso sim, falta resolver o problema de como fazer essa contagem. --Bageense(fala) 20h07min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Sim, também. A meu ver, é bastante relevante saber por quanto tempo o segundo cargo mais importante da República ficou vago. Diria que é curioso até. Mesmo nos EUA, onde o Senado aprova um substituto, há a indicação do prazo (en:List of vice presidents of the United States) já que a lista se presta a narrar a história do cargo e não apenas das pessoas. Érico (disc.) 20h17min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Idem em en:List of vice presidents of Indonesia, en:List of vice presidents of Colombia, en:List of vice presidents of the Philippines, en:List of vice presidents of Argentina... Érico (disc.) 20h20min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Esta inclusão 61915259] feita pelo Fulanoo1 adicionou qualidade à lista. As datas de início e fim citadas nas notas ao invés de na própria tabela, é uma boa alternativa. --PauloMSimoes (discussão) 21h53min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

A ideia da nota é só porque não aparece a data do inicio da República no texto ou na tabela, supondo que algum leitor não o saiba. Acho desagradável o excesso de notas em qualquer leitura, principalmente se já dá pra colocar no corpo principal. Fulanoo1 (discussão) 21h57min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Mas as explicações às vezes são extensas, e o ideal é uma nota mesmo, onde não há limitação de texto.--PauloMSimoes (discussão) 22h10min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
É o caso dessa nota do governo provisório de Deodoro, mas já não acho que o caso de colocar varias notas citando o tempo de cada vacância. Acho o correto deixa como está agora. Fulanoo1 (discussão) 22h14min de 25 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Estou por celular, por isso não vou entrar em muitos detalhes. Creio que cada vacância tenha suas particularidades, que podem ser resumidas em notas, evitando que o leitor precise ir ao verbete específico para saber o motivo da vacância. Não acho que notas sejam problema, quando ajudam a compreender o texto--PauloMSimoes (discussão) 00h28min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Observa-se que o motivo da vacância já é explicado na nota acima, na linha do vice-presidente que ascendeu para presidente, morreu ou foi impedido. Fulanoo1 (discussão) 03h00min de 26 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]

Uma dúvida: durante os 10 dias da Junta Militar de 1930 + Governo Provisório de Vargas (3/11/1930 e 20/07/1934), o cargo deve ser considerado extinto ou vago?comentário não assinado de Fulanoo1 (discussão • contrib) (data/hora não informada)

@Fulanoo1: Acho que o cargo estava vago, mas seria capricho demais indicar isso. Acho que dá para deixar assim.
Outra coisa que falta fazer na lista é a fusão dos "vagos" consecutivos. --Bageense(fala) 02h06min de 30 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Não, pq um vago é em um período republicano e o outro em outro. Fulanoo1 (discussão) 02h12min de 30 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Há apenas uma continuidade do cargo. Essa divisão sugere uma ruptura que não existe. --Bageense(fala) 02h44min de 30 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
existe por causa do presidente. Fulanoo1 (discussão) 03h04min de 30 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]
Dutra não foi presidente na Era Vargas; o segundo governo Ranieri não fez parte da quarta república. Depois, divisão serve para mostrar que o respectivo período histórico "estreou" sem vice-presidente. Fulanoo1 (discussão) 03h47min de 30 de agosto de 2021 (UTC)[Responder]