Elaine Bast

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde maio de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Elaine Bast
Nascimento 17 de fevereiro de 1973 (44 anos)
São Paulo, São Paulo
Ocupação Economista e jornalista
Cônjuge(s) Marcelo Salomon
Nacionalidade Brasileira
Atividade 1997—atualmente

Elaine Bast (São Paulo, 17 de fevereiro de 1973) é uma jornalista brasileira, com experiência na imprensa escrita mas atualmente trabalhando na televisão. Começou no jornalismo televisivo em meados de 1999, vinda de uma experiência como repórter do jornal de economia Gazeta Mercantil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Elaine Bast nasceu em São Paulo, mas passou parte da infância em Brasília, sendo filha de um bancário e uma dona de casa. Foi trabalhar numa agência bancária na adolescência, e tempos depois deixou de ser aspirante para se tornar economista, com 18 anos de idade.

Bast estudou na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, graduando-se em 1993 em economia. Aos 25 anos, ingressou na Faculdade Cásper Líbero, para entrar na carreira de jornalista, em 1997, na Gazeta Mercantil, e formou-se em 2002.

Ela se especializou no jornalismo econômico, apesar de eventualmente realizar reportagens sobre política e cultura. Bast, ao estrear na Rede Globo em 1999, começou no Bom Dia Brasil. Depois, passou a fazer também reportagens para o Jornal da Globo e, mais tarde, acumulou a função de repórter do Jornal Nacional, tornando-se também repórter do Fantástico. Desde 2007, apareceu em vários telejornais da Globo e também do canal Globo News. Neste canal de TV por assinatura, Elaine é apresentadora e entrevistadora do Mundo S/A, e foi apresentadora suplente do programa Conta Corrente. Hoje em dia, Bast é vista com mais facilidade no Jornal da Globo.

No programa Garagem, na Rádio Brasil 2000, revelou que é fã de rock alternativo, afirmando que a sua música favorita é Bruise Violet, de Babes in Toyland.

Em 2006 ganhou um prêmio de categoria televisão no IV prêmio Alexandre Adler de Jornalismo em Saúde junto com seus colegas Vinicius Donola, Beatriz Castro e Rosane Marchetti com a reportagem chamada Longevidade.

Em 2011, Elaine foi escolhida a nova correspondente da Rede Globo nos escritórios da emissora em Nova Iorque, como parte de uma série de mudanças promovidas pelo canal, que realizou uma troca geral no quadro de correspondentes internacionais. Estreou nessa função no dia 5 janeiro de 2011.

Em 2015, voltou para o Brasil para ser repórter da Globo em São Paulo.

Em outubro de 2015, após fazer uma reportagem alertando sobre o aumento do câncer de mama no Jornal Nacional, descobriu possuir a doença.[1] Três meses depois, ela retirou e reconstruiu as duas mamas.[2]

Elaine Bast é casada com o economista Marcelo Salomon e tem dois filhos.[3][4]

Referências

  1. «Elaine Bast revela drama ao descobrir câncer de mama: 'Eu não entendia'». Caras. 28 de janeiro de 2016. Consultado em 6 de maio de 2017 
  2. «ELAINE BAST RETIROU E RECONSTRUIU AS DUAS MAMAS POR CAUSA DE CÂNCER: 'NÃO QUIS ARRISCAR'». Fundação do Câncer. 29 de janeiro de 2016. Consultado em 6 de maio de 2017 
  3. «ELAINE BAST». Museu da TV. Consultado em 6 de maio de 2017 
  4. Thaís Sant'Anna (13 de janeiro de 2016). «Elaine Bast sobre câncer de mama: 'Posso me considerar curada'». Ego. Consultado em 6 de maio de 2017