Embraer EMB-810

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Embraer EMB-810 Seneca)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Embraer EMB-810 Sêneca
Avião
Descrição
Tipo / Missão Avião de turismo
País de origem  Estados Unidos
Fabricante Embraer, sob licença da Piper Aircraft
Período de produção 1975-2000
Quantidade produzida 876 (no Brasil)
Tripulação 1
Passageiros 7 passageiro(s)
Especificações
Propulsão
Motor(es) 2 x Continental de 220 HP.
Potência (por motor) 220 hp (164 kW)
Performance
Velocidade de cruzeiro 318 km/h (172 kn)
Alcance (MTOW) 1 360 km (845 mi)

O Embraer EMB-810 "Seneca" é um avião bimotor comercial a pistão, produzido no Brasil pela Embraer e posteriormente por sua subsidiária Neiva, sob licença da Piper Aircraft.[1]

Trata-se do Piper Seneca.

Equipado com dois motores Continental, desenvolve velocidade de 318 km/h e pode transportar sete passageiros.

Emb-810 Seneca

Em 6 de abril de 1982 a Embraer lançou a versão Seneca III, que trouxe algumas modificações, incluindo o motor Continental de 220 HP e hélices tri-pás, o que garante maior velocidade de cruzeiro. A nova versão inclui uma decoração requintada e a possibilidade de adaptar seus assentos para configurá-lo como um avião executivo, onde suas poltronas ficam frente a frente, com uma mesa retrátil no meio. É possível também, com o Seneca III, voar em altas altitudes, visto que o modelo possui um teto aprovado de 25.000 pés e, para isso, a Embraer fornecia um sistema portátil de oxigênio, indispensável para esses voos.[2]

Foi o bimotor mais vendido no mundo entre os aviões de sua classe. No Brasil totalizou 876 unidades produzidas, sendo a última fabricada em 2000. Uma pesquisa divulgada em 1984 revelou que o Seneca era o avião leve mais usado para transporte de pessoas nas ligações entre cidades urbanas. Somente em 1979, este bimotor representava quase 30% de todos os aviões leves entregues pela Embraer.

Referências