Eranos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Eranos é a designação dada a um encontro de pensadores dedicados aos estudos da espiritualidade que ocorreu regularmente próximo a Ascona, na Suíça, a partir de 1933. O nome, sugerido por Rudolf Otto, é derivação da palavra grega que significa um banquete onde não existe um anfitrião a prover os convidados, mas onde todos contribuem com sua comida.

História[editar | editar código-fonte]

O grupo de Eranos foi fundado por Olga Froebe-Kapteyn em 1933, e as conferências ocorreram anualmente em sua propriedade desde então - às margens do Lago Maggiore, próximo a Ascona, na Suíça. Por mais de setenta anos, as reuniões serviram como ponto de contato entre intelectuais de diferentes orientações de pensamento. Foram convivas de Eranos especialistas de áreas diversas, desde pensadores das "psicologias profundas" (psicanálise, psicologia analítica, psicologia arquetípica), aos estudos em religiões comparadas, história, crítica literária, folclore e epistemologia das ciências naturais, como física, química e biologia.

As conferências tinham duração de oito dias. Durante esse período, os participantes realizavam suas atividades em conjunto, vivendo de forma comunal e exercendo abertamente o diálogo e o debate. Todo ano, um tema novo era proposto; cada intelectual ou pensador poderia dispor de duas horas para apresentar uma fala de sua escolha relacionada ao tema - sua contribuição ao "banquete" de ideias. Dada a diversidade de pensamento, não é possível designar os escontros de Eranos como uma "escola", embora tenha havido uma intensa troca e a partilha de questões em comum, como a hermenêutica dos símbolos e os fundamentos da possibilidade do conhecimento científico (epistemologia).

Membros de Eranos[editar | editar código-fonte]

Seguem alguns nomes relevantes que participaram do Círculo de Eranos e suas respectivas áreas de estudos:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

ERANOS, Neue Folge (New series), 1993ff. Königshausen & Neumann, Wuerzburg, 16 volumes published in 2

  • HAKL, Hans Thomas, Der verborgene Geist von Eranos – Unbekannte Begegnungen von Wissenschaft und Esoterik – Eine alternative Geistesgeschichte des 20. Jahrhunderts. Bretten: Scientia nova-Verlag Neue Wissenschaft, 2001.
  • BERNARDINI, Riccardo, Jung a Eranos. Il progetto della psicologia complessa. Milano: FrancoAngeli, 2011, ISBN 978-88-568-3449-9.
  • QUAGLINO, Gian Piero, Augusto ROMANO & Riccardo BERNARDINI (Eds.), Carl Gustav Jung a Eranos 1933-1952. Torino: Antigone Edizioni, 2007, ISBN 978-88-95283-13-5.
  • WASSERSTROM, Steven M., Religion after religion. Gershom Scholem, Mircea Eliade, and Henry Corbin at Eranos. Princeton: Princeton University Press, 1999.

Elisabetta Barone, Matthias Riedl e Alexandra Tischel (Eds.): Pioniere, Poeten, Professoren. Eranos und der Monte Verità in der Zivilisationsgeschichte des 20. Jahrhunderts, Königshausen und Neumann, Würzburg 2004, ISBN 3-8260-2252-1.

Tilo Schabert, "The Eranos Experience", in Pioniere, Poeten, Professoren..., pp. 9-19.

Tilo Schabert: "Une herméneutique intercivilisatrice: L'École d'Eranos", in Nicolas Weill (Ed.), Existe-il une Europe philosophique?, Rennes, Presses Universitaires de Rennes, 2005, pp. 297-302.

Tilo Schabert: "In the Fading of Divine Voices: The Song of Eranos", in: Tilo Schabert, Matthias Riedl (Eds.), "Gott oder Götter? - God or Gods?", Königshausen & Neumann, Würzburg 2009, pp. 181-188.

Tilo Schabert: "On the recent history of the Eranos-Tagungen. From Olga Froebe-Kapteyn to the Amici di Eranos", in: Matthias Riedl, Tilo Schabert (Eds.), "Die Stadt: Achse und Zentrum der Welt - The City: Axis and Centre of the World", Königshausen & Neumann, Würzburg 2011, pp. 133-142.

  • GASSEAU, Maurizio, & BERNARDINI, Riccardo, "Il sogno: prospettive di Eranos", in: GASSEAU, Maurizio, & BERNARDINI, Riccardo (Eds.), Il sogno. Dalla psicologia analitica allo psicodramma junghiano, Milano: FrancoAngeli, 2009, pp. 15-55, ISBN 978-88-568-0679-3.
  • BADIA, Denis D. Imaginário e Ação Cultural: as contribuições de Gilbert Durand e da Escola de Grenoble. Londrina: Editora da UEL, 1999.
  • PAULA-CARVALHO, José Carlos de. Imaginário e mitologia : hermenêutica dos símbolos e estórias de vida. Londrina: UEL, 1998.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]