Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escola de Engenharia
Universidade Federal de Minas Gerais
Escola de Engenharia UFMG.svg
Universidade Universidade Federal de Minas Gerais
Fundação 21 de maio de 1911
Tipo de Instituição Unidade de ensino, pesquisa e extensão
Professores cerca de 300
Diretor Prof. Alessandro Fernandes Moreira (2015-atual)
Graduação cerca de 3.500
Pós-graduação cerca de 2.500
Localização Brasao de Belo Horizonte.png Belo Horizonte,
- Brasão de Minas Gerais.svg MGCoat of arms of Brazil.svg Brasil
Campus Campus Pampulha
Site www.eng.ufmg.br

A Escola de Engenharia é uma das unidades de ensino da Universidade Federal de Minas Gerais. Está localizada no campus Pampulha da UFMG em Belo Horizonte e foi fundada antes mesmo desta universidade, em 21 de maio de 1911.

A Escola de Engenharia comemora em 2011 o seu Centenário de fundação[1][2].

Ao longo de um século, a Escola de Engenharia graduou 21.364 engenheiros, dentre eles pode-se citar: Eliseu Resende, Otacílio Negrão de Lima, Evandro Mirra, ex-presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pesquisador de destaque na Engenharia brasileira, Afrânio Aguiar, ex-diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig).

A Escola de Engenharia é a maior escola pública de Engenharia da América Latina[2], mantém vários projetos de Pesquisa e Desenvolvimento em convênio com empresas do setor de energia, siderúrgico, mineração, dentre outros, podendo-se citar, por exemplo: Cemig, Petrobrás, Embraer, Eletrobrás, Usiminas. Além disso, a Escola de Engenharia da UFMG vem repensando a forma de ensino e a transferência para a sociedade do conhecimento gerado no desenvolvimento de tecnologias que têm potencial para contribuir para o bem-estar da população[3].

História[editar | editar código-fonte]

No dia 21 de maio de 1911, quando era celebrado o centenário de Cristiano Ottoni, considerado o patrono da Engenharia Nacional, reuniram-se na capital mineira no prédio da Sociedade Mineira de Agricultura ilustres intelectuais, sob a presidência do então Secretário da Agricultura, com a finalidade de fundar o estabelecimento de ensino superior que ficou chamado Escola Livre de Engenharia[1]. Assim, neste ano foi fundanda a Escola de Engenharia, sendo mais tarde uma das quatro unidades acadêmicas[1] que em 1927 deram origem à UFMG, na época denominada Universidade de Minas Gerais (UMG).

As aulas começaram no dia 8 de abril de 1912, em Belo Horizonte, na então Avenida do Comércio, hoje avenida Santos Dumont, 174. A Escola fez vários ensaios, ao longo dos anos, de transferência para o campus Pampulha, ideia aprovada formalmente pela sua Congregação em 1943. Em 22 de abril de 1989, a Escola foi transferida para a Rua Espírito Santo, 35, e em seu antigo prédio passou a funcionar o Centro Cultural da UFMG.

Com o intuito de integrar o projeto da chamada Cidade Universitária, a Escola construiu prédios que acabaram ocupados por outras atividades, como o Instituto de Pesquisas Radioativas da Escola de Engenharia, onde funciona o Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear (CDTN)[4]; e o Instituto de Mecânica, que abrigou o Colégio Técnico. Também iniciou as fundações para o Instituto de Eletrotécnica, que não foi construído.

Na década de 1980, o Departamento de Engenharia Mecânica passou a funcionar no campus Pampulha, em galpões que mais tarde, reformados e ampliados, integrariam o complexo no campus Pampulha. Na década seguinte, foi a vez do Departamento de Engenharia Elétrica mudar-se para o campus. Desde 2004, quando tiveram início as obras do atual complexo, outros setores da Escola passaram a ocupar as novas instalações, que hoje, concluídas, abrigam uma comunidade composta por cerca de sete mil pessoas, entre professores, funcionários e alunos.

O atual diretor da Escola é o Prof. Alessandro Fernandes Moreira, que sucedeu o Prof. Benjamim Rodrigues de Menezes.[5][6]

Departamentos Acadêmicos[editar | editar código-fonte]

Na Escola de Engenharia estão sediados 13 departamentos:

Departamento Acadêmico Site do Departamento
Departamento de Engenharia de Estruturas DEES
Departamento de Engenharia de Materiais e Construção DEMC
Departamento de Engenharia de Minas DEMIN
Departamento de Engenharia de Produção DEP
Departamento de Engenharia de Transportes e Geotecnia ETG
Departamento de Engenharia Elétrica DEE
Departamento de Engenharia Eletrônica DELT
Departamento de Engenharia Hidráulica e Recursos Hídricos EHR
Departamento de Engenharia Mecânica DEMEC
Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais DEMET
Departamento de Engenharia Nuclear DEN
Departamento de Engenharia Química DEQ
Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental DESA

Cursos oferecidos pela Escola de Engenharia[editar | editar código-fonte]

Cursos de Graduação[editar | editar código-fonte]

Vista dos blocos 1 e 2 da Escola de Engenharia.

Atualmente a Escola de Engenharia da UFMG oferece 11 cursos de graduação, a maioria no turno diurno, sendo que dois são orfertados em período diurno ou noturno, e um no turno noturno. A escolha pelo curso é tomada no ato da inscrição ao vestibular da UFMG. Ao todo a Escola de Engenharia oferece 1.010 vagas no vestibular, sendo a maior faculdade pública de Engenharia do Brasil[7]. Os cursos da Escola de Engenharia seguem o modelo de flexibilização curricular, permitindo que o aluno possa modelar sua formação, montando um currículo de acordo com seu interesse na área. Para isso, ele pode até mesmo incorporar disciplinas das mais diferentes Unidades Acadêmicas da UFMG[8].

Até 2010, a Escola de Engenharia formou 21.364 engenheiros. Atualmente, formam-se cerca de 700 engenheiros por ano, que deve aumentar nos próximos anos tendo em vista a ampliação de vagas e cursos de graduação desde 2010.

Os cursos de graduação são:

Cursos de Pós-Graduação[editar | editar código-fonte]

Até abril de 2011, a Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais formou 521 doutores e 3.259 mestres em seus 10 cursos de Pós-Graduação Stricto sensu. Em 2011 foram ofertadas 448 vagas nos 10 Programas Pós-Graduação Stricto sensu, sendo 124 vagas para o doutorado e 324 vagas para o mestrado.

Os cursos de Pós-Graduação são listados abaixo:

Cursos de Pós-Graduação da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais
Stricto sensu (Doutorado e Mestrado)[10]
Programa de Pós-Graduação Conceito na Avaliação CAPES - Triênio 2007-2009
Ciências e Técnicas Nucleares[11] 4
Construção Civil[12] 3
Engenharia Elétrica[13] 6
Engenharia Mecânica[14] 5
Engenharia Metalúrgica e de Minas[15] 7
Engenharia Química[16] 4
Engenharia de Estruturas[17] 4
Engenharia de Produção[18] 4
Geotecnia e Transportes[19] 3
Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos[20] 6
Lato sensu (Especialização)[21]
Automação Industrial[22] Construção Civil Engenharia Sanitária e Tecnologia Ambiental
Engenharia de Segurança do Trabalho Engenharia de Sistemas Elétricos de Potência Estruturas
Geotecnia Ambiental Logística Estratégica e Sistemas de Transportes Sistema de Energia Elétrica: Qualidade da Energia Elétrica

Referências

  1. a b c «Escola de Engenharia da UFMG - 100 Anos -». Consultado em 04 de junho de 2011. 
  2. a b «Escola de Engenharia da UFMG comemora 100 anos -». Universidade Federal de Minas Gerais. Consultado em 04 de junho de 2011. 
  3. «Escola de Engenharia da UFMG foca na modernização dos cursos -». Estado de Minas. Consultado em 11 de junho de 2011. 
  4. «Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear». CDTN. Consultado em 18 de junho de 2011. 
  5. «A Diretoria da EE - UFMG». Consultado em 9 de julho de 2016. 
  6. «Alessandro Fernandes será o novo diretor da Escola de Engenharia - Notícias da UFMG». 25 de junho de 2014, às 5h56. Consultado em 9 de julho de 2016. 
  7. [1]
  8. [2]
  9. «Curso de Engenharia de Controle e Automação -». Universidade Federal de Minas Gerais - Pró-Reitoria de Graduação. Consultado em 06 de junho de 2011. 
  10. «Cursos de Doutorado e Mestrado em Engenharia -». Universidade Federal de Minas Gerais - Pró-Reitoria de Pós-Graduação. Consultado em 04 de junho de 2011. 
  11. «Programa de Pós-Graduação em Ciências e Técnicas Nucleares - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  12. «Programa de Pós-Graduação em Construção Civil - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  13. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  14. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mêcanica - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  15. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgica e de Minas - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  16. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  17. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Estruturas - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  18. «Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  19. «Programa de Pós-Graduação em Geotecnia e Transportes - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  20. «Programa de Pós-Graduação em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos - [[UFMG]] -».  Ligação wiki dentro do título da URL (Ajuda)
  21. «Cursos de Especialização em Engenharia -». Universidade Federal de Minas Gerais - Pró-Reitoria de Pós-Graduação. Consultado em 04 de junho de 2011. 
  22. «Curso de Especialização em Automação Industrial -». Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Minas Gerais -. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]