Saltar para o conteúdo

Neofascismo: diferenças entre revisões

1 521 bytes removidos ,  1 de fevereiro de 2017
Desfeita a edição 47894531 de 187.123.235.238 Dados sem fontes.
(Desfeita a edição 47894531 de 187.123.235.238 Dados sem fontes.)
Hoje na Itália observa-se um resurgimento neofascista com a organização política denominada [[CasaPound]]. Tal movimento nega ter qualquer caráter racista ou racialista e se declaram como "''fascistas do terceiro milênio''".<ref>[http://espresso.repubblica.it/dettaglio/roma-casapound-spiazza-tutti/2173562 Roma, Casapound spiazza tutti].</ref><ref>[http://corrieredelmezzogiorno.corriere.it/napoli/notizie/politica/2009/1-ottobre-2009/leader-casapound-vero-siamo-fascisti-ma-terzo-millennio--1601828767960.shtml Il Corriere del Mezzogiorno: Intervista aI leader di CasaPound]</ref>
 
== LíbanoVer também ==
* [[Antifascismo]]
A ala de extrema-direita cristã maronita [[Partido Kataeb]] "Kataeb" e Forças libanesas, apoiado por seu próprio exército privado e inspirado pelos falangistas europeus. À medida que evoluía, ganhava poder nominal no país durante a década de 1980, mas tinha autoridade limitada sobre o estado altamente faccionado, dois terços dos quais eram controlados pelas tropas israelenses e sírias.
 
Suas crenças políticas básicas, neo-fascistas e incluem as seguintes
* O primado de preservar a nação libanesa, mas com uma identidade "fenícia", distinta de seus vizinhos árabes, muçulmanos. As políticas partidárias foram uniformemente anticomunistas e anti-palestinas e não permitiram nenhum lugar para ideais pan-árabes.
* Uma ideologia nacionalista que considera o povo libanês, particularmente os maronitas, uma nação única independente da nação árabe. Considera libanês às vezes um Phoenicianism Phoenician e às vezes um Aramaeanism Syriac) povos.
* Líbano independente, soberano e pluralista que salvaguarda os direitos humanos fundamentais e as liberdades fundamentais para todos os seus constituintes.
* Líbano uma saída liberal onde o cristianismo oriental pode prosperar social, politicamente e economicamente em paz com o seu entorno.
É somente nesta lista por causa de seu simbolismo adiantado. A atividade militar era comum e amplamente utilizada em todos os estados pré-coloniais, até hoje. Todos os partidos políticos atuais no Líbano têm exércitos privados, do Hezbollah às milícias cristãs.
 
{{referências}}
188 696

edições