Eyshila

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eyshylla
Informação geral
Nome completo Eyshila Oliveira Santos
Nascimento 1 de setembro de 1972 (44 anos)
Origem Fortaleza, Ceará
País  Brasil
Ocupação(ões) Cantora
Instrumento(s) Voz e violão
Extensão vocal Soprano ligeiro
Período em atividade 1995 - presente
Outras ocupações Compositora e backing vocal
Gravadora(s) Central Gospel (2012 - atualmente)
MK Music (1997 - 2012)
Som e Louvores (1996 - 1997)
Afiliação(ões) Grupo Voices, Liz Lanne, Jozyanne, Fernanda Brum, Altos Louvores, Marquinhos Menezes e Lílian
Influenciado(s) Liz Lanne, Jozyanne e Lilian Azevedo

Eyshila Oliveira Santos, MT[1]ou simplesmente Eyshila (Fortaleza, 1 de setembro de 1972) é uma cantora, pastora e compositora brasileira de música gospel. Nos anos 90, participou do grupo Altos Louvores e também é integrante do grupo Voices. É cantora solista, e seu primeiro CD solo foi "Glorificando", gravado em 1995. Eyshila também é backing-vocal.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A cantora Eyshila nasceu em Fortaleza num lar cristão. Com as influências do pai evangelista e da mãe cantora, Eyshila uniu a palavra de Deus à música, foi ungida por Deus e abraçou o ministério de louvor. Hoje, com cerca de 15 anos de carreira solo, figura como uma das mais importantes cantoras gospel, com oito CDs solos gravados sendo sete pela MK Music, um em espanhol, sete com o grupo Voices, e dois com Fernanda Brum, no projeto Amigas. Além de duas indicações ao Grammy Latino. 

O primeiro CD pela MK, de 1997, foi TIRA-ME DO VALE – ano também que fundou o grupo Voices juntamente com Marina de Oliveira; em 1999, chegou o álbum MAIS DOCE QUE O MEL; dois anos depois, a cantora gravou DEUS PROVERÁ. NA CASA DE DEUS, lançado em 2003, rendeu-lhe seu primeiro Disco de Ouro, pelas mais de 100 mil cópias vendidas. Em 2005, lançou o álbum TERREMOTO, que foi indicado ao Grammy Latino 2005, na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa e recebeu Disco de Platina.

Também foi em 2005 que cantora gravou seu primeiro DVD ao vivo: 10 ANOS COLLECTION, lançado em 2006, também com versão em CD. O álbum ATÉ TOCAR O CÉU, foi lançado em janeiro de 2007, e ganhou indicação ao Grammy Latino 2007, na categoria Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa. O DVD ATÉ TOCAR O CÉU foi gravado em Fortaleza, sua cidade natal, e lançado em 2008. Ano também que chegou às lojas o primeiro CD AMIGAS, uma parceira entre Eyshila e Fernanda Brum.

Eyshila começou a cantar bem pequenininha, nos cultos domésticos que seus pais realizavam. Depois ingressou em corais infantis e passou a se apresentar em igrejas. Aos nove anos já estudava piano, mas teve de abandonar. "Não tinha condições de comprar um piano para treinar em casa, então resolvi estudar violão", conta. Na sua inicialização musical, Eyshila teve duas pessoas de grande influência: o irmão Rael e a irmã Marta. Os dois eram regentes do coral formado por mais de 100 crianças, do qual a cantora participou como solista e organista.

Mas não foi apenas para cantar e interpretar que a cantora foi ungida. Como compositora tem se destacado cada vez mais, compartilhando lindas canções com outros adoradores como Fernanda Brum, Cassiane, Marina de Oliveira, Liz Lanne, Jozyanne, Marquinhos Menezes e Lilian, Bruna Karla, Melosweet. Canção como “Espírito Santo” gravada originalmente por Fernanda Brum é uma das mais executadas em todo país. 

A cada passo Deus só fazia confirmar sua vontade para a vida de Eyshila. Tanto que aos 15 anos (já morando no Rio de Janeiro, para onde se mudou ainda criança) foi convidada a fazer parte do grupo Altos Louvores, do qual participou por sete anos. "Fiz parte de quase todas as gerações do Altos Louvores, onde tive o privilégio de cantar com Sérgio Lopes, Diógenes Marques (que já descansa no Senhor), Léa Mendonça, Marquinhos Gomes, Jeferson Monteiro e muito outros. Fico feliz por ter feito parte da história do grupo e por tê-lo como parte da minha vida", conta. Daí para o ministério solo foi um pulinho... "Eu nuca tive pretensão alguma de gravar. Para ser sincera, sempre fui muito tímida e tremia só de pensar em cantar para muita gente. Essa barreira já venci durante os anos que passei nos Altos Louvores. Sei que quando estamos no centro da vontade de Deus as coisas fluem", explica.

A cantora Eyshila - que é soprano e tem uma ótima extensão vocal - segue uma tendência pop, apesar da forte raiz pentecostal (é membro da Assembleia de Deus da Penha/RJ). Tanto que a primeira canção sua a se destacar foi "Tira-me do Vale", uma balada com letra reflexiva. Mas o que move essa jovem intérprete não é a variedade de ritmos que ela poderia (e pode) perfeitamente entoar, mas sim a direção de Deus e seu imenso desejo de louvá-lO.

"Amo todos os ritmos, porque creio que todos nasceram no céu. Não tenho preconceito. Desde que a canção me abençoe e me leve a adorar, ela pode ser de qualquer ritmo ou estilo. Por muito tempo o Povo de Deus abriu mão do seu direito de usar uma variedade de ritmos para adorar ao Senhor. Quando dizemos que algum ritmo é do diabo estamos nos privando do que o Senhor criou para a Sua adoração. Graças a Deus que acordamos a tempo e estamos tomando de volta o que é nosso", afirma categórica.

Os CDs seguintes vieram com a mesma tendência, acompanhada de uma crescente maturidade da cantora, que também passou a gravar composições suas. Na CASA DE DEUS inovou com faixas ao vivo gravadas na igreja em que Eyshila congrega com sua família e a consagrou não só como intérprete, mas, também, como uma grande compositora. Depois veio TERREMOTO - Ao Vivo, com produção de Emerson Pinheiro e Rogério Vieira, que rompeu as fronteiras com letras bíblicas (claro), mas imprimindo estilo de adoração pop e sonoridade contemporânea. Pela primeira vez, ela gravou uma música com seus filhos e viveu a experiência de ministrar a sua igreja uma palavra poderosa durante a gravação deste trabalho.

Já EYSHILA COLLECTION - 10 ANOS (em DVD e CD) foi gravado ao vivo na RioSampa (Nova Iguaçu/RJ), teve com produção musical do competente Rogério Vieira e direção artística de Marina de Oliveira. No repertório, canções que marcaram seus 10 anos de ministério solo, com novos arranjos. O projeto contou ainda com participação especial do conceituado saxofonista Josué Lopes, na música "Vou Glorificar"; da cantora Fernanda Brum, que divide os vocais com a amiga na versão "voz e violão" de "Vem Encher-me"; do compositor Klênio, no trecho de rap inserido em "O Senhor É Bom"; e de Willian Nascimento, em "Muito Amado".

ATÉ TOCAR O CÉU abriu muito bem o ano 2007. A canção que dá nome ao trabalho ganhou as rádios do país. Este CD, segundo testemunho da própria cantora, é retrato fiel de momentos que em que passou compondo e produzindo o álbum. Praticamente, todas as canções foram "dadas" por Deus à cantora na cidade de Araruama (RJ) – onde morou por um período. "Deus plantou em mim a semente dos que buscam coisas inatingíveis e, por isso, eu me atrevo a esticar o meu braço até o inalcançável e tocar o coração do meu Senhor. Se Abraão, Isaque, Jacó, Noé, Ester, Ruth, Davi, Elias, Elizeu e tantos outros conseguiram, eu e você também conseguiremos. Deus se fez homem para tornar isso possível. Tudo o que Ele procura são homens e mulheres com o coração quebrantado e a mão estendida até o Seu trono, até o Seu coração, até tocar o céu", afirma a mãe de Mateus e Lucas, e esposa do Pr. Odilon.

Em tempos de competitividade, de individualidade, em que a sociedade caminha para a ideologia “cada um por si e Deus por todos”, é difícil encontrar uma amizade sólida, íntegra e sem desgastes. Para mostrar que ainda existem oportunidades de viver amizades sinceras, as cantoras Fernanda Brum e Eyshila lançaram o CD AMIGAS. Um projeto que "começou" quando elas se conheceram, e tomou forma após a dupla ter gravado, no ano de 2005, “Canção para Minha Amiga” - música do CD Amo Você 11 que estourou nas rádios. O primeiro álbum do projeto chegou às lojas no início de 2008 e o segundo no final de 2009. 

O DVD ATÉ TOCAR O CÉU nasceu de um sonho ministerial: voltar a sua terra natal e profetizar de forma impactante aos moradores da cidade onde nasceu. Durante muito tempo a cantora Eyshila descansou em Deus e esperou o dia que poderia realizar este sonho. E foi no dia 27 de outubro de 2007, que Fortaleza pôde sentir a glória de Deus através de ministrações de Eyshila, que gravava seu segundo DVD pela MK Music: ATÉ TOCAR AO CÉU – AO VIVO EM FORTALEZA. A direção artística é de Marina de Oliveira, com produção musical de Rogério Vieira.

A gravação foi um marco para cidade cearense e também para a gravadora, que não mediu esforços e mobilizou toda sua equipe para concretizar este projeto evangelístico. Mais de 150 mil pessoas compareceram à Praia de Iracema – um dos principais pontos turísticos da cidade. E não apenas assistiram, mas se tornaram peças fundamentais neste DVD que foi definido como um ato profético para abençoar a cidade. "Tudo que Deus prometeu para mim Ele cumpriu, e realizou ainda muito mais do que imaginava. Estou realmente muito feliz e admirada com tudo que Deus fez! E principalmente por poder voltar aonde eu nasci para ser bênção", compartilha Eyshila.

Logo após a gravação do DVD ATÉ TOCAR O CÉU (setembro 2007) a cantora Eyshilla viu sua vida e ministério passarem por uma revolução. Com uma agenda de apresentações sempre cheia nos últimos anos, uma simples rouquidão na voz evoluiu para nódulos, depois para um cisto até que uma intervenção cirúrgica foi inevitável. E, com a cirurgia, o medo de perder a voz e não mais poder exercer o dom que recebeu de Deus e com o qual tem abençoado tantas vidas. Eyshilla foi operada. Mas sua voz não voltou. Um granuloma foi diagnosticado. No lugar do medo, porém, surgiu uma prova de fé. “Posso até ficar sem voz, mas meu coração jamais vai deixar de adorar ao Deus que amo”, afirma Eyshilla.

“Custei a admitir que poderia haver algum problema mais sério. Na verdade, relutei bastante até procurar meu médico. Mas percebi que não podia mais adiar esse encontro com a realidade”, confessa, revelando um testemunho de cura, sim! Mas também um alerta para que as pessoas identifiquem seus limites e aprendam a conservar o templo do Espírito Santo perfeito para que Deus possa usá-lo conforme Sua vontade. Foram muitos meses de dificuldade.

O ano de 2008 foi de provações, decisões, reflexões, privações e crescimento espiritual para Eyshila. Ela, que canta há mais de 20 anos e tem sólidos ministério e carreira, passou quase um ano sem poder exercer o dom que recebeu de Deus. Como adorar não é só cantar, ela adorou com o coração, se derramou em lágrimas, reuniu as mais lindas e inspiradas composições no disco que a MK Music lançou em dezembro de 2009: NADA PODE CALAR UM ADORADOR.

O título já diz tudo, mas o CD diz mais ainda. A cada faixa, um traçar de letras com muita poesia e verdade, cheias de sentimento e unção. Não tem como não sentir-se tocado com mensagens e melodias desse álbum que veio com força total para dar um fôlego e colocar um novo e vivo cântico nos lábios para 2010. O ambiente de adoração foi captado ao vivo, durante culto na igreja Assembleia de Deus da Penha (Rio de Janeiro, RJ), onde Eyshila congrega com sua família, e seu marido, Odilon Santos, é um dos pastores.

A cantora lançou seu último trabalho pela MK Music em 2011, Sonhos não têm fim. A decidiu reunir versões e composições de outros cantores. Músicas como “Nunca Me Deixou” (You Never Let Go), de Jeremy Camp, o trabalho conta também com letras de Anderson Freire, Emerson Pinheiro, Paulo César Baruk, Lucas Souza, Davi Fernandes e Livingston Farias.[2]. Em 10 de maio de 2012, a cantora fechou contrato com a Central Gospel, gravadora de Silas Malafaia.[3]

Em setembro de 2012 foi divulgada a produção e o encarte de Jesus, o Brasil Te Adora, o primeiro disco da artista pela Central Gospel.[4] Foi produzido por Emerson Pinheiro e lançado em novembro de 2012, em rede nacional no programa "Vitória em Cristo". O álbum ainda contou com as participações de Jozyanne, Davi Sacer, Verônica Sacer e Pregador Luo.[5][6]

Em 2014, lançou seu 2º CD pela Central Gospel, intitulado Deus no Controle. Este trabalho contou com a produção Musical de Paulo César Baruk e foi gravado em Nashville, Estados Unidos.[7], com participação especial de Coral Resgate, David Quilan, Cassiane e Paulo César Baruk contendo até agora 4 clipes gravados exclusivamente em Nashville, inclusive tendo ganhado o Troféu de ouro na categoria melhor clipe com Simplesmente te adorar de 2015. [8]

Eyshila é casada com o pastor Odilon desde 9 de dezembro de 1995 e com ele tem dois filhos, Matheus e Lucas. Durante os primeiros anos de casamento, Eyshila sofria pois seu marido era usuário de drogas. Porém com muita oração, ele conseguiu se livrar do vício. Atualmente, seu marido assumiu como Pastor uma filial da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo na Vila da Penha no qual sua família são membros.[9]

Para o ano de 2015 é lançado seu livro autobiográfico Uma história de amor e perseverança contando toda sua trajetória pessoal e profissional. [10]

No dia 14 de junho de 2016 aproximadamente 21:00 da noite , Eyshila perde seu filho Matheus Oliveira Santos de 17 anos vítima de uma meningite viral herpética . Que é uma doença contagiosa e precisa ser tratada logo na no inicio da descoberta da doença , pois se não tratada pode levar a óbito .[11]

Eyshila fez participação especial no clipe "Saudade" de seu filho Lucas, canção composta pelo jovem após o falecimento de seu irmão, Matheus, vítima de Meningite Viral Herpética em junho de 2016[12]

Ainda em 2016, lança o CD O Milagre Sou Eu, a novidade divulgada pela cantora foi exatamente a faixa-título, “O Milagre Sou Eu”. A canção foi escrita dois dias após a morte de Matheus Oliveira, seu filho, vítima de meningite e trata do reconhecimento de Eyshila perante a Soberania Divina perante a situação vivenciada. Nas letras, Eyshila explora a dor e as canções de teor congregacional fazem referência à fragilidade humana e sua dependência à Deus.[13][14]

Discografia[15][editar | editar código-fonte]

Discografia de Eyshila

Projeto Amigas (com Fernanda Brum)[editar | editar código-fonte]

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

  • 2003: Grandes Nomes (com Comunidade Evangélica Vila da Penha)
  • 2008: O melhor da musica Gospel Ed 04 (Revista + CD)
  • 2008: Som Gospel
  • 2010: Falando de amor
  • 2014: Gospel Collection - Ao Vivo

Videografia[editar | editar código-fonte]

Projetos especiais[editar | editar código-fonte]

Premiações e Indicações[editar | editar código-fonte]

Grammy Latino[editar | editar código-fonte]

  • 2005: Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa: CD "Terremoto" (Indicado)
  • 2007: Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa: CD "Até tocar o Céu" (Indicado)
  • 2013: Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa: CD "Jesus, O Brasil te adora" (Indicado)[16]

Troféu Talento[editar | editar código-fonte]

  • 2003: Compositor do Ano (Indicado)
  • 2004: Cantora do Ano (Indicado)
  • 2006: Álbum Pop: Terremoto (Indicado)
  • 2006: Cantora do Ano (Indicado)
  • 2006: CD do Ano: Terremoto (Indicado)
  • 2006: Música do Ano: Terremoto (Indicado)
  • 2009: Dupla do ano: Fernanda Brum e Eyshila, CD: "Amigas 2" (Vencedor)

Troféu de Ouro

  • 2015: Melhor Clipe do Ano: Simplesmente Te Adorar. (Vencedor)

Referências

  1. JOSÉ Dantas (21/12/2007). «RESOLUÇÃO Nº. 316 DE 2007». Alerj.com.br. Consultado em 6 de janeiro de 2015. 
  2. [1]
  3. «Eyshila assina contrato com a gravadora Central Gospel Music. Assista». Gospel+. 11 de maio de 2012. Consultado em 13 de maio de 2012. 
  4. «Central Gospel divulga capa escolhida para o novo CD de Eyshila». Gospel Prime. Consultado em 15 de setembro de 2012. 
  5. «Eyshila: Jesus, o Brasil te Adora!». Central Gospel Music. Consultado em 13 de maio de 2012. 
  6. «Nas_Lojas_CD_Avec 30 anos». 
  7. «‘Deus no controle’ é o nome do novo CD de Eyshila». Verdade Gospel. Consultado em 13 de março de 2015. 
  8. «eyshila-ganha-trofeu-de-ouro-2015-de-melhor-clipe/». 
  9. «Eyshila conta como suportou o vício do marido». Gospel Prime. Consultado em 13 de maio de 2014. 
  10. «Eyshila Lança livro». 
  11. http://gente.ig.com.br/2016-06-15/morre-matheus-oliveira-filho-da-cantora-eyshila-aos-17-anos.html.  Falta o |titulo= (Ajuda)
  12. (2016-10-11) "Lucas Oliveira, filho de Eyshila, lança clipe "Saudade"" (em pt-BR). Música Gospel Prime.
  13. «Novo CD de Eyshila terá canção em homenagem a Matheus». www.comunhao.com.br. Consultado em 2016-11-13. 
  14. (2016-11-04) "Eyshila lança o álbum O Milagre Sou Eu" (em pt-BR). Música Gospel Prime.
  15. Super Gospel - Discografia de Eyshila
  16. Confira os indicados e os vencedores do Troféu Talento 2003
Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.